Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Fazenda Pacu – Grandes peixes em clima típico da fazenda mineira

Expedição Mineira, à hora e a vez da Fazenda Pacu, o paraíso dos grandes redondos (Parte – 1)

Local: Pesqueiro Fazenda Pacu – Inhaúma – MG
Data: 09 de Março de 2012

Olá amigos leitores,

Como parte de nossa aventura nas terras mineiras, fomos conhecer o Pesqueiro Fazenda Pacu, um local que a equipe Fishingtur ainda não conhecia, mas que teve forte recomendação do Mateus Abreu e Matheus Andrade, leitores e participantes do site, que moram na cidade de Belo Horizonte e são frequentadores assíduos do local.

Eu (Silvio Leme) e o Marcio David (os 2 aventureiros da equipe na Expedição Mineira), tínhamos como objetivo pescar 2 (dois) dias no Pesqueiro Fazenda Pacu em busca e capturas dos gigantes redondos que lá habitam e chegamos ao local por volta das 22:00 h., de uma quinta-feira e logo na chegada foi possivel observar a beleza do local com grandes lagos, criação de búfalos, uma grande área contemplando um restaurante amplo, com deck as margens do lago maior e com uma decoração de muito bom gosto em um  ambiente familiar com um clima típico de fazenda.

Rapidamente, como é peculiar aos pescadores, fomos analisar o local e colher algumas dicas com o Ismael (funcionário do local) que nos recebeu super bem e passou a informação que os peixes estavam bem ativos e certamente conseguiríamos executar uma boa pescaria.  Como o Ismael trabalha há anos na Fazenda Pacu a noticia nos animou, mas como estávamos muito cansados da viagem, resolvemos não pescar durante a noite e partimos para um breve descanso para repor as energias e iniciarmos a nossa pescaria no dia seguinte.

Um breve descanso e ao amanhecer foi possível ratificar a beleza do local e no caminho para o primeiro ponto de pesca aproveitamos para contemplar a natureza que na fazenda Pacu se faz presente a todo momento.

 

Fazenda Pacu

Amanhecer na Fazenda Pacu

Até as 07:30 h., apenas uma fisgada no ponto escolhido e um bom peixe acabou escapando durante a “briga” e logo o Ismael nos informa que o Café estava servido e resolvemos dar uma parada na pescaria para um rápido café, todavia, chegando ao restaurante fomos surpreendidos com uma mesa farta e diversificada.     
 

Café da Manhã

Café da Manhã - Fazenda Pacu

Após o excelente café da manhã e conversando com o Mario e o Ismael,  resolvemos mudar de ponto e no caminho novamente a natureza e os grandes lagos chamaram a nossa atenção e foram alvos de nossas câmeras fotográficas.

Fazenda Pacu

As belezas da Fazenda Pacu

No primeiro arremesso no novo ponto de pesca, utilizando o beijinho, o Marcio fisga um pequeno peixe que não conseguia sequer afundar a bóia e quando chegou a margem uma surpresa, tratava-se de uma Pirampeba (uma espécie de Piranha).

 

Pirampeba

Pirampeba - Marcio

Como os lagos no Pesqueiro Fazenda Pacu são muito grandes eu diria enormes, os equipamentos devem ser obrigatoriamente reforçados  e a equipe Fishingtur, utilizou varas de 2,10 m até 3,00 m, com carretilhas de perfil baixo comportando um mínimo de 100 m de linha monofilamento de bitola  0.37/0.40 mm e as tradicionais e consagradas Bóias Barão de 65/75/100 gramas para longos arremessos.  As iscas mais utilizadas foram o “Beijinho” e a ração Labina na superfície e ou na meia-água.

Logo após esse peixe inusitado do Marcio, com um arremesso longo, chicote de 3 metros e “beijinho” como isca, observo minha bóia tombar lentamente e assim que sumiu na água confirmo a fisgada e uma boa “briga” se inicia com grandes tomadas de linhas e minutos depois um lindo Tambacu de cor bem clara vem para os braços da equipe Fishingtur.

Tambacu

Tambacu - Silvio Leme

Estávamos pescando em um quiosque e observamos ninhos e vários pássaros se alimentando a poucos metros e bem próximo, tudo indicando que não estavam se importando muito com a nossa presença.  Isso demonstra o cuidado e a preocupação com a preservação da natureza no Pesqueiro e Fazenda Pacu.

Fazenda Pacu

Aqui a natureza se faz presente !

Um novo arremesso longo com o mesmo equipamento em direção ao meio do lago e passado alguns minutos, novamente a Bóia tomba lentamente e assim que desaparece na água, nova fisgada com peixe na linha e conseqüentemente na foto para apreciação dos amigos leitores de nosso site.

Tambacu

Tambacu - Silvio

Com dois peixes capturados fiz novamente o arremesso no mesmo local e fiquei na espera da bóia tombar o que não demorou muito tempo, demonstrando que no “beijinho” com chicote de 3 metros os peixes estavam bem ativos. Desta vez “pesou” o que apontava ser um exemplar de maior porte e depois de uma boa briga confirmamos ser um lindo Tambacu.
 

Tambacu

Tambacu - Silvio Leme

Observem que os Tambacus capturados têm uma coloração bem clara e acreditamos ser derivado da transparência da água nos lagos que tem nascente própria na Fazenda Pacu. 

Após essas capturas fomos saborear a culinária mineira com um delicioso almoço servido no restaurante com varias opções. No retorno e depois de um merecido descanso, o Marcio que havia perdido alguns peixes capturados na superfície com EVA’s e labina pela manhã, também monta um equipamento com chicote de 3 metros “beijinho” como isca e faz o lançamento no mesmo local, visto que, pelas capturas anteriores quase certeza de um cardume estar se alimentando nesse local/profundidade e não deu outra, a bóia caiu na água e simplesmente “sumiu” e o Marcio com uma fisgada certeira confirma mais um bom exemplar de Tambacu de cor clara do Pesqueiro e Fazenda Pacu.    

Tambacu

Tambacu - Marcio David

Insistindo na modalidade cevadeira com EVA’s e arremesso bem próximo a margem os peixes começaram a subir em pequenas quantidades e o Marcio captura um bonito exemplar e desta vez um Curimba.

Corimbata

Corimbata - Marcio

Na Fazenda Pacu, além do Pesqueiro, existem também atividades pecuárias com a criação de búfalos, onde o foco principal é a extração de leite para empresas de laticínios.

 

Bufalos

Criação de Bufalos - Fazenda Pacu

À tarde os peixes se mostraram bem manhosos e os ataques as nossas iscas diminuíram sensivelmente, mas sabemos que essas adversidades são normais em pescarias e aguardamos pelo final da tarde e inicio da noite e identificamos que a nossa decisão foi acertada, os peixes voltaram a atacar, mas desta vez na ração labina na superfície e diante de uma linda noite outros exemplares de Tambacus foram capturados.

Lua Cheia

Nossa companheira noturna....

 
O Marcio foi o primeiro a abrir a contagem com um Tambacu com uma coloração mais escura.

Tambacu

Tambacu - Marcio David

O Cássio, freqüentar assíduo do Pesqueiro Fazenda Pacu e que gosta muito de pescar embarcado, capturou muitos exemplares durante o dia e no inicio da noite pescou conosco e também capturou alguns exemplares e até saiu com o Marcio em um dublê.

Tambacu

Tambacu - Cássio

E na sequência, um belo doublé.

Tambacus

Tambacus - Marcio e Cássio

Não deixei por menos e rapidamente também estava com um bom exemplar engatado na ponta da linha.

Tambacu

Tambacu - Silvio Leme

O inicio da noite se mostrou bem produtivo e os peixes atacavam as nossas iscas com voracidade e as capturas de bons exemplares foram constantes e freqüentes.

Tambacu

Tambacu - Marcio David

Estávamos pescando da forma mais simples possível, em um lago gigante, nossa pescaria foi feita a 5 metros da margem. Bastava cevar com as mãos e aguardar as explosões. Usamos então pequenas bóias de arremesso, com chicotes de 50cm de linha mono 0,45mm e um anzol pequeno, suficiente para iscar duas rações Labina. O ideal era que a Labina ficasse flutuando no meio da ceva, aí era só esperar as explosões e ver sua linha esticar.

Como os arremessos eram curtos, mesmo a noite era possível ver as pequenas boinhas.

Tambacu

Tambacu - Silvio

Tambacu

Tambacu - Marcio David

Estávamos bem cansados e após esses peixes resolvemos partir para o Jantar, um bom papo com os amigos e posteriormente descansar para estarmos preparados para o segundo dia de pescaria que estaremos descrevendo na matéria Parte 2 e adianto que teve muito peixe grande na ponta da linha e grandes capturas, inclusive na modalidade embarcada.

 

 Lembro que, no Pesqueiro Fazenda Pacu além do Day Use é possível se hospedar com a família e o local atualmente contem 6 (seis) quartos que comportam até  4 (quatro) pessoas cada um e uma casa que acomoda um numero de até 20 (vinte) pessoas, mas os proprietários estão expandido e a obra para mais 18 (dezoito) quartos foi iniciada o que trará um maior conforto e comodidade para os amigos pescadores que pretendem se hospedar no local.

Gostaria de deixar um grande abraço a todos os amigos pescadores e leitores do site Fishingtur, aos funcionários do Pesqueiro Fazenda Pacu e um especial ao Mario, Maria Elza, Ismael e Dona Marlene pela simpatia e atendimento fornecido para nossa equipe e pela confiança em nosso trabalho.

Silvio Leme – Equipe Fishingtur

Fotos: Marcio David e Silvio Leme
Texto: Silvio Leme e Marcio David

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Fazenda Pacu
031 – 3799 5074 / 3771-3964 / 9986-3470
reservas@fazendapacu.com.br
www.fazendapacu.com.br

Fishing Master
www.fishingmaster.com.br

Bóias Barão 
www.boiasbarao.com.br

Massas Paturi
www.massaspaturi.com.br

Império da Pesca
www.imperiodapesca.com.br
.
.
.
.


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

13 Comentários

  1. Rogerio FishingTur em março 27th, 2012

    Essa expedição Mineira perdi rssssss,muitos peixes e locais fantastico ,to sabendo qui isso ai é só o aperitivo ,tem muita coisa boa pra sair,,rsssssss

    Parabens Galera ..

    Abrçs

  2. Bruno Valente em março 27th, 2012

    Ave maria hehe tem tamba ai com dor de cabeça de tanto bater na lente da camera kkk eeee braço comprido hein hehe brincadeiras a parte, espero a segunda matéria com os gigantes da Pacu. Abracos

  3. saulo rogerio ricci em março 27th, 2012

    NOOSAAA QUE LUGAR LINDO!! E ESSA COMIDA AÍ? DEVIA ESTAR MARAVILHOSA..!! PARABÉNS SILVIO E MARCIO E A FAZENDA PACÚ BELOS PEIXES ESPERO UM DIA PODER CONHECER…ABRÇOS..

  4. José Levy em março 27th, 2012

    Realmente o lugar é apaixonante, tive o prazer de conhecer esse paraízo e posso garantir que é realmente maravilhoso, tanto pelos belos e grandes peixes, como pela acolhedora recepção de todos da Fazenda. Parabéns por mais essa bela pescaria e um grande abraço a Dª Marene, Mª Elza, Mario e Ismael.

  5. Marcelo Starling em março 27th, 2012

    Estive recentemente no pesqueiro Fazenda do Pacu e apesar de seguir todas as dicas dos colegas Matheus, Mateus, Ismael(funcionario) e um tio que sempre frequenta não obtive sucesso em minha jornada!Saindo de lá, assim como varios outros visitantes, sem tomar sequer uma corrida…uma pena, para um lugar tão bonito!!
    Espero ter mais sorte em uma próxima…
    Na pesca com ração labina voces usam algum peso no chicote ou deixam boiando a isca?

  6. José Levy em março 27th, 2012

    Marcelo, amigo vc deu um azar incrível, normalmente eu pesco com chicote variando de 1 m e meio a dois metros, a labina fica boiando por um tempo e depois q ela absorve a água ela começa a afundar lentamente, ou seja, ela fica em várias alturas até chegar no limite do chicote. Tbm tive várias ações com salsicha flutuando, e sempre sem colocar empate de aço. Espero te-lo ajudado para sua próxima pescaria.

  7. Alemão Fronteiras em março 28th, 2012

    Silvio e Marcio parabens pela matéria realmente acertou na mosca com essa expedição e um detalhe o relato escrito está trazendo muitas informações e grandes detalhe da pescaria.
    Parabens aos dois pescadores.

    AbS

  8. junior fishingtur em março 28th, 2012

    PESSOAL O LUGAR É INCRIVEL , O LAGO É MAGNIFICO OS PEIXES SÃO GRANDES .MAS O RANGO É FANTASTICO EU SE EU VISITAR A FAZENDA PACU AINDA ESTE ANO, VOU PASSAR O TEMPO TODO APRECIANDO AS COMIDAS TIPICAS E UM BOM DESCANSO.
    BELA MATÉRIA , PARABÉNS MARCIO E SILVIO

  9. alecio em março 28th, 2012

    Ola amigos do fishingtur béla pescaria,com varios tamba na linha!!!!Mas assim como eu,deve ter vários pescador com duvida referente essa ração labina,é aquela de coelho?
    sera q voçeis poderia postar alguma matéria, para tirarmos as duvidas,des de ja obrigado e abraços..

  10. Silvio Fishingtur em março 28th, 2012

    Amigos agradecemos pelos elogios direcionados a nós e a estrutura do Pesqueiro Fazenda Pacu.

    O Mario, Maria Elza, Ismael, Dona Marlene, recebem muito bem os clientes/pescadores e seus familiares. Como mencionamos na matéria, trata-se de um ambiente familiar com boas acomodações, bom atendimento, excelente alimentação, bons peixes e clima típico de uma fazenda e o Mario está estudando incluir demais espécies como exemplo as Pirararas nos lagos.

    Certamente em breve retornaremos e aos que tiverem oportunidade não deixem de conhecer o local.

    Um grande abraço,
    Silvio.

  11. Silvio Fishingtur em março 28th, 2012

    Alecio,

    Aqui no site você encontrará uma matéria do Marcio que demonstra em detalhes a ração Labina que faz muito sucesso nos pesqueiros principalmente de Minas Gerais. Aqui em São Paulo ela é mais conhecida como ração para hamster que normalmente pode ser encontrada em Pet Shop.

    Segue o link para você conferir:

    http://www.pescaeturismo.com.br/pescaria/pousada-quatro-estacoes-um-show-de-pescaria-com-os-gigantes-mineiros/

    Espero ter ajudado.

    Um grande abraço,
    Silvio.

  12. alecio em março 30th, 2012

    Silvio boa tarde!!!!!
    Obrigado pela atenção,espero um dia poder pescar com os integrantes do fishingtur,sou super fã do site,parabens pelas matérias,mais uma vez,obrigado pelas dicas..abraços fique com deus…
    Alecio.

  13. abrahao nasser neto em dezembro 26th, 2016

    ola , gostaria de saber como faço a reserva pra pescar na fazenda do pacu, tento os telefones e o site e nao consigo contato.


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx