Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Iscas de Superfície – veja outra opção da pesca com salsicha flutuando e a pesca com geléia de mocotó

Técnica para Pesqueiros: Iscas de superfície (sem bóia)

Caros amigos pescadores,

 

Neste artigo tentaremos mostrar a vocês como fazemos a montagem do equipamento para a pesca dos grandes Tambaquis e Tambacus (os chamados Redondos) nos pesqueiros aqui da região de Goiânia-Go. Isso também pode ser usado nos pesqueiros de São Paulo.

Primeiramente tentaremos explicar porque os grandes redondos não são fisgados facilmente: -eles normalmente são mais “lentos”, não tem a agilidade dos menores, e por isso não conseguem chegar antes nas iscas lançadas na superfície. Esses peixes maiores também têm a característica de se alimentar chegando à superfície devagarzinho e abocanhando a isca e  indo para o fundo novamente. Por isso essa pescaria requer um pouco de paciência para ter o efeito esperado, como a maioria das técnicas de pesca.

Salsicha flutuante (sem bóia)

Após muito observar a técnica utilizada por pescadores em pesqueiros e a maneira do peixe de se alimentar nestes locais, chegamos à conclusão que esta técnica de pescaria se torna a mais eficaz no momento. Com a bóia os peixes vêm saindo também, mas quando estão manhosos não. Comprovamos isso após pegarmos diversos peixes de tamanhos variados, todos eles “criados”, ou seja, bem grandinhos.

Utilizando esta técnica de pesca você estará se arriscando a pegar também peixes de couro, como pintados, cacharas, cachapiras e pirararas. Acreditamos que estes peixes acostumaram a se alimentar na superfície devido ao resto de comida jogado nos lagos dos pesqueiros.

Então vamos ao que interessa: a montagem da salsicha flutuante (sem bóia).

O que você vai precisar é:

·         uma faca
·         pedaços de Eva cor laranja cortados em círculos imitando pedaço de salsicha
·         anzol robaleiro, ou anzol wide gape
·         macarrão cru

Material usado para a salsicha flutuante

Material usado para a salsicha flutuante

 

Procedimento:

 

1.       Prenda o anzol robaleiro direto na linha multifilamento sem girador ou bóia

2.       Coloque o pedaço de Eva que imita a salsicha passando pelo anzol até o final

3.       Passe o anzol pela salsicha por dentro, como se fosse embuti-lo

4.       Coloque pedaços de macarrão cru até firmar a isca no anzol

Segue abaixo algumas figuras ilustrativas.

Anzol e EVA

Anzol e EVA

 

Anzol, eva e salsicha

Anzol, eva e salsicha

 

Anzol, Eva, Salsicha e Macarrão

Anzol, Eva, Salsicha e Macarrão

 

Salsicha Flutuante

Salsicha Flutuante

 

Salsicha Flutuante

Salsicha Flutuante

 

Salsicha flutuante

Salsicha flutuante

 

Fotos da isca boiando:

 

Salsicha na Superfície

Salsicha na Superfície

 

Salcicha flutuante

Salcicha flutuante

 

Salsicha

Salsicha

 

Geléia de Mocotó flutuante (sem bóia)

 

A geléia também é muito utilizada nos pesqueiros de nossa região. Esta isca é difícil de arremeçar com bóia, pois um pedaço grande de geléia pesa muito na hora do arremeço e a bóia não vai longe. Por isso usamos diretamente no anzol, sem bóia.

 

Geléia de Mocotó

Geléia de Mocotó

 

Arremece uns pedaços de geléia onde você estiver pescando e observe se os peixes estão atacando na superfície.

 

Peixes comendo na superfície

Peixes comendo na superfície

 

Outra dica é usar um pedaço de vela para que a linha não afunde, nos 10 ou 20 metros próximo da isca. Pode-se recolher a isca colocando a vela e pressionando junto à linha. Da mesma maneira que se passa cerol na linha de pipa.

 

Peixes na Superfície

Peixes na Superfície

 

Peixes na superfície

Peixes na superfície

 

Pelo fato de não usar encastoado, pode-se perder peixes, que mordem o anzol e a linha junto. Conosco tem ocorrido com pouca freqüência, mas de vez em quando acontece.  Por isso a fisgada tem que ser certeira, bem firme.

 

Caso estiver pescando com linha monofilamento, aconselhamos colocar a linha multifilamento como chicote. Não use encastoado de aço, pois afunda a isca.

 

Outra opção seria um chicote de linha flúorcarbono de leader, usando um nó para unir as duas linhas.

Este leader evita que você perca alguns peixes, pois é muito resistente a abrasão, ou seja, quando a linha passa pelos dentes do peixe ela não arrebenta facilmente.

 

O que você vai precisar é:

 

·         uma faca
·         geléia de mocotó cortados em pedaços de uns 05cm
·         anzol caranheiro com haste comprida 3/0
·         uma vela
 

Procedimento:

 

1.       Prenda o anzol caranheiro com haste comprida 3/0 direto na linha sem girador ou bóia.

2.       Passe o anzol pelo pedaço de geléia iscando pelo centro e fisgando novamente para trás, sempre deixando a ponta do anzol de fora.

 

Pode-se trocar a geléia de mocotó por pele de porco ou pele de frango, pão ou pão de queijo. Temos visto muitos peixes saindo desta maneira.

 

Pele de porco ou pele de frango flutuante (sem bóia)

 

Assista ao vídeo abaixo:

VÍDEO

Iscas de Superfície

Portanto se você deseja pegar os maiores redondos na superfície faça uma ceva próxima ao local onde estiver pescando com pedaços de salsicha, geléia, pele de porco ou pele de frango, pão ou até mesmo pão de queijo e observe qual dessas iscas tem maior efeito. Use a que tiver sendo mais “atacada” pelos peixes.

Por aqui temos observado a maior procura pela salsicha e geléia.

 

Sempre que mudar o peso das iscas regule a carretilha novamente para evitar cabeleira.

 

Espero ter ajudado alguns pescadores a pegar seus troféus.

 

Até a próxima!

 

Eduardo Caldas    -     “Seeguuuuraaa Peeexxxxãããoooo”!!!

.
.
.
.
.


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

35 Comentários

  1. Moacir Fernando em julho 1st, 2009

    Grande Edu. valeu pelas dicas. Eu costumo usar o Anzol de Bass com a salsicha flutuante. Mas só consigo pegar peixes de couro dessa forma. Já perdi dourados e redondos, só não sei o que estava errado. Gostaria de ver uma matéria com os tipos de nó de pesca, principalmente o nó que une mono e multifilamento. Abç.

  2. Alexandre em julho 1st, 2009

    Parabéns pela matéria adoro este tipo de pescaria ,valeu a dica

  3. Eduardo em julho 1st, 2009

    Muito Bom este video… Próxima pescaria vou tentar, só vou esperar um diazinho com mais calor… abraço

  4. Eduardo Caldas em julho 1st, 2009

    Moacir,

    Eu uso o nó de sangue.

    pode pesquisar no google que tem ele animado.

    Este tipo de nó é muito interessante para ser usado em união de multi com mono. É simples de ser executado e conserva bem a resistência da linha.

    As pontas das linhas devem passar pela mesma abertura em sentidos opostos.

    Edu

  5. patrick totola em julho 2nd, 2009

    realmente moacir uma materia mostrando como unir mono e multi sera d++…
    pois muitos pescadores tem dificuldade…
    abraço
    e otima materia

  6. Eduardo Martins em julho 2nd, 2009

    Grande Eduardo , muito boa essa materia parabéns continue assim , abraços e tudo d bomm.

  7. CHARLES em julho 2nd, 2009

    QUERIA SABER A ONDE POSSO COMPRAR ESSE EVA PARA FAZER ESSE TIPO DE ISCA FLUTUANTE….

    OBRIGADO PARABENS PELA MATERIA…

  8. Heitor em julho 2nd, 2009

    Eduardo, suas dicas são muito boas, para mim são de grande proveito.
    Procuro sempre as suas matérias que são muito bem explicadas.
    Grande Abraço.

  9. Eduardo Caldas em julho 2nd, 2009

    Obrigado a todos pelos comentários.

    Estaremos fazendo uma matéria de nós, de anzol, união de linhas e nó para bóia cevadeira, aguardem.

    Abs.
    Edu

  10. Leonardo Cirillo em julho 4th, 2009

    Olá… gostaria de saber aonde posso arrumar o tal do EVA para que eu possa fazer flutuadores de tamanhos diferentes e n comprar-los prontos e ja “colados” no anzol como ja encontrei em lojas de pesca.
    Sou de São Paulo, espero que alguém possa me ajudar! Obrigado

  11. FABINHO em julho 6th, 2009

    CHARLES……ESSAS PLACAS DE EVAS SAO ENCONTRADAS NA CIDADE DE SAOPAULO….NAS PAPELARIAS ….KALUNGA ….LAPAPEL
    ESSAS PLACAS TEM 2 MM DE ESPESSURA E SOVOCE CORTAR E COLAR ELAS PARA FICAREM GROSSAS AIE SOFAZER O FURO

  12. Erik Stavalle em julho 6th, 2009

    Boa tarde eu gostaria de saber o que significa a sigla EVA que vcs mencionaram neste manuseio por favor me mande pr e-mail erikestavale@hotmail.com

  13. admin em julho 10th, 2009

    Erik, EVA significa Etil Vinil Acetato, ou seja, um tipo de borracha. Isso você compra no Brás em SP. Muitos brinquedos usam, veja:

    http://www.fazfacil.com.br/artesanato/eva.html

    abs

  14. bruno em julho 22nd, 2009

    E se no local de EVA colocar Cenoura ???

  15. Matheus Araujo em julho 23rd, 2009

    olá pessoal

    queria saber se existe salsicha que flutua naturalmente(sem a boinHa ou EVA)?

    qual o nome da marca dessa salsicha?e se é dificil de encontrar?

  16. admin em julho 27th, 2009

    Matheus:

    As marcas Da Granja, Pena Branca e a do Extra flutuam.

    abs

  17. bruno em agosto 4th, 2009

    SE VOCE RESIDIR AQUI EM SP VC ENCONTRA NO MERCADO DA LAPA !!!
    A MELHOR QUE TEM É A PENA BRANCA!!

  18. matheus machado 1994 em agosto 6th, 2009

    alguem sabe um site q vende EVA porque aqui em belo horizonte eu nao axei

  19. leonardo em setembro 6th, 2009

    tenho uma dúvida?
    sera que eu posso usar uma boia torpedo para poder deixar a salsicha flutuando no meio do lago???
    pois num tem como arremesar apenas a salsicha,é muito leve!!!!

  20. Murilo em setembro 7th, 2009

    Eu uso a boia torpedo uns 30cm de chicote e meia salsicha, da marca pena branca ou de frango e FATAL!

  21. Marcelo em novembro 1st, 2009

    Colegas pescadores, tudo bem? já pesquei algumas vezes neste esquema de salsicha flutuando, somente com anzol de haste longa (aqueles para minhoca artificial) direto na linha e uma boia de lambari e sempre tenho bons resusltados.
    Oque eu realmente queria saber de vcs do fishing tur é uma coisa que ta até me deixando triste, quando eu pego as pincacharas de 3, 4, 5 kgs é uma diversão, elas puxam e a briga é bem gostosa.. porém metade engole o anzol, boia e tudo.. queria uma dica de como eu posso tirar este anzol de lá de dentro sem tocar em partes que podem machucar e talvez matar o peixe.. uma vez demorei muito com o peixe fora d’agua e o monitor do pesqueiro me chamou atenção..pediu pra eu cortar a linha e deixar anzol e boia tudo lá dentro…fiz com uma dor no coração mas fiz… e depois ainda fiz outras vezes pois tem pincachara que engole tudo… vcs tem alguma dica pra me dar… pra eu fisgar no labio? pra eu soltar este anzol lá da guela da pincacara? alicate que vcs usam?? alguma dica que faça dimunir esta situação….sou fã de vcs e ja tive o prazer de conhecer o Sr Ademir la no corrego das antes e depois encontrei-o novamente junto com o Marcio na sugoi da Av jabaquara… vcs são dez e o site é o meu favorito sobre pescaria, as dicas são as melhores… valeu galeraaaa

  22. admin em novembro 1st, 2009

    Marcelo,

    Usa anzol chinú, sempre sem farpa. Compre um alicate de bico longo. Se o peixe engolir, é bem fácil tirar!

    abs

  23. Regina em novembro 3rd, 2009

    Oi Marcelo, eu também tinha esse problema e lá na praia onde pesco com um caiçara ele me ensinou a pegar um pedaço de graveto, vc pode usar um Hashi(palito japones para refeição) entalhar na ponta um V, dai vc encaixa na curva do anzol empurra o anzol um pouco mais pra dentro da garganta e dá uma giradinha. Eu tenho conseguido soltar vários, pois as vezes mesmo o alicate de bico longo é curto para essa manobra.

    abs

  24. marcelo pego victorino garcia em dezembro 15th, 2009

    eu pesco assim com a salsicha flutunte eu gosto de pescar assim porque cata só pexes bom bruto (na minhoca e artificial) cata só pacu traira tucunare matrinxã tambacu tilapia etc.e na ração tambemsó este peixes… feliz natal para vocês

  25. alex em dezembro 27th, 2009

    Ola amigos gosto de praticar pesca noturna em um pesqueiro aqui próximo a minha casa e gostaria de saber qual é a isca mais indicada para este tipo de pesca os tipos de peixes são pintado, pacu, cart fish, carpa, matricha dentre outros obrigado

  26. lucas torres em abril 8th, 2010

    Boa tarde pessoal!!!
    uma dica q eu dou (eu utilizo e é muito eficaz)já q na pesca com salsicha flutuante, muitas vezes o peixe é q leva a melhor cortando a linha!!
    a dica é, ao invez de colocar castor(o q espanto os peixes)colocar 1 pedaço(20cm)de linha um pouco + grossa do q a usada, como se fosse 1 castor.
    Obrigado.

  27. Giovanni em abril 21st, 2010

    Excelente dica essa viu!

    Era justamente o que eu estava precisando!!!

    Gostaria de saber onde comprar o Etil Vinil Acetato (EVA) em Belo Horizonte.

  28. Emerson em abril 28th, 2010

    Em que lugar eu posso encotrar essa Eva??

  29. Paulo Dante Prada em junho 8th, 2010

    Galera uma dica legal pra tirar anzol dos peixes que engolem…. é utilizar, o terceiro gomo de uma vara de mão…. dois abaixo da ponteira….

    Você pega e far um corte de ponta a ponta no gomo…..

    Quanto você pegar o peixe…. passa o gomo pela linha, por este corte que você fez….e empurra até chegar ao anzol…..

    se o anzol ts sem farpa é facin!

    só empurrar ….

  30. marielito em agosto 19th, 2010

    ola eduardo qual tamanho do chicote usar na salsicha flutuante obrigado

  31. Eduardo Caldas em agosto 20th, 2010

    Oi Marielito,

    Eu uso 10 cm de linha multi 0,35 ou 0,40, alternando linha preta e linha branca. Meço mais ou menos do pulso até no começo do dedo mindinho(tamanho da palma da mão).

    Abs,
    Edu.

  32. BRÁS HIPÓLITO em janeiro 1st, 2011

    PARABENS,PELAS DICAS GOSTARIA DE SABER QUAIS OS SEGREDOS DA PESCA DA TILÁPIA,JÁ MUITAS MAS ESTÃO FICANDO CADA VEZ MAIS DIFICIL PEGA-LAS,OU OS PESQUEIROS ONDE VOU DIFICULTÃO PESCA-LAS.

  33. zenildo em janeiro 30th, 2011

    oi sou pescador de primeira viagem e gostaria de saber como montar iscas e equipamentos para pescar pacu em pesqueiro de dia ou a noite aguardo resposta!

  34. Marcos Aurelio em setembro 10th, 2011

    Já pesquei várias vezes no Lago Verde e gosto muito de pescar lá e sempre que ia com meu amigo Maurício ele ficava nessa “melequeira” de pescar com geleia e sempre ficava com as mãos pregando e então eu não pescava por não aguentar essa “melequeira” nas mãos, até que um dia resolvi ler na embalagem da geleia do que era feita a geleira que atraía tanto os peixes e principalmente os grandes. Foi então que eu percebi que o principal diferencial era a canela e então resolvi fazer uma massa simples com farinha de trigo, ovo, ração para coelho e a tal da canela, fiz na sexta para pescarmos no sábado e para minha surpresa a massa ficou enorme e com um fortíssimo cheiro de canela. Pensei que ia ficar boa, mas nunca imaginei que ficaria tão boa. Nesse dia eu e meu amigos pegamos mais de 50 peixes somente com esta massa, inclusive, vários foram na batida que é o melhor jeito que eu gosto de pescar, já que se aproxima um pouco da pesca dos Bocudos. Bom, é isso aí, tomara que essa massa também sirva para quem quiser testar. Lembro que isso faz uns dois anos, pois após o nascimento do meu filho que já está com 1 ano e meio eu nunca mais fui pescar.

  35. Helberto em março 26th, 2012

    Boa noite Pessoal!
    Gostei demais deste site ja o li todinho! Me disseram que o EVA pode matar o peixe se ele engolir, assim como o isopor da bóia muito próxima do anzol e qualquer outra coisa que não seja o macarrão para prender a salsicha…
    Pessoalmente, prefiro pescar um pouco menos no dia e devolver bem rapidinho sem ficar “2h” manuseando o peixe ou pendura-lo pela mandibula num alicate de aço pois ficar na dúvida se estou fazendo pesca esportiva ou apenas me iludindo é chato demais!


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx