Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Castelinho – Nosso amigo Ricardo com boas pirararas e tambacus

Local: Pesqueiro Castelinho  -  São Pedro  -  SP
Data: Fevereirro de 2011

Olá pescadores,

Estive novamente no Castelinho em fevereiro, e vou fazer um breve relato de como foi esta pescaria.
 
Pesquei por duas noites, na primeira estava sozinho, e fiquei na ilha ao lado do restaurante. Pesquei a noite inteira e não tive uma ação sequer, estava muito fraco, nem tamba saiu.

Levei de isca: minhocuçu, cabeça de tilápia e de corvina, tuvira, salsicha, ração e pão.
 
Logo que amanheceu, fui ao anexo do lago principal, pois ali tem muito, mas muito tamba. Comecei a cevar e em menos de dois minutos tinha muito peixe na flor da água. Tentei eva´s e miçangas diversas, cortiça, pão, mas o bichos estavam manhosos.

Até que coloquei somente uma miçanga, café com leite a três dedos da boinha, e engatei bons peixes. O maior deles fiquei por quase 30 minutos brigando, é incrível a força que os peixes tem neste lugar.
 

Tambacu

Tambacu - Ricardo

Tambacu

Tambacu

 

 
Depois que o sol saiu de vez, ficou difícil, parecia que os peixes eram ensinados, só comiam a ração. Decidi voltar para tentar alguma pira, mas foi em vão.
 
Depois de comer uma deliciosa porção de pintado, resolvi cevar ali mesmo, bem próximo do restaurante, e dezenas de grandes peixes começaram a subir.

Fisguei na sequência três bons peixes, todos com pão, porém o maior deles, um lindo tambaqui, escapou depois de demoradas tomadas de linha. Quando chegou próximo da margem, virou as costas e tchau!!!
 

Tambacu

Tambacu - Ricardo

Tambacu

Tambacu

Tamba

Tamba

Tamba

Tambacu

 

 
Depois destes peixes, meu amigo Bruno Cia chegou para tentarmos as piras. Resolvemos mudar de ponto, e fomos para o final do lago, bem próximo da casa de barco.
 
Arrumamos as tralhas e ficamos na espera das gigantes.
 

Acampamento

Acampamento

Equipamentos

Equipamentos

 
Nesta hora já estávamos com todas as varas armadas com: pirambóia, tuvira, cabeça de peixe e minhocuçu.
 
O primeiro peixe que saiu foi esta pequena traíra, que abocanhou dois minhocuçus.

 

Traíra

Traíra

 
Por volta das 21.00hs, uma forte explosão na salsicha flutuante denuncia o primeiro peixe de couro da pescaria, uma linda cachara.Veja como o peixe estava gordo, deve ter passado o dia inteiro comendo lambari rsrsrs.
 

 

Cachara

Cachara

cachara

Cachara - Ricardo

Cachara

Cachara - Bruno e Ricardo

cachara

Pesca e Soltar, Sempre !

 

Ficamos até 23.00hs tem ter mais ação, e decidimos ir dormir. Por volta das 01.45hs, escutei o alarma da vara do Bruno, que estava armada ao lado da minha barraca (com cabeça de corvina), disparar.

Sai da barraca descalço mesmo, fisguei e começou a correria….Pela tomada de linha, já sabia que era uma pira. Comecei a chamar o Bruno logo que fisguei o peixe, ele chegou uns 20 minutos depois, ainda com sono hehehe…Para ajudar, o salva vara enroscou na carretilha, e a pira foi para o enrosco. O Bruno assumiu a briga e fomos barranco acima com o lampião atrás dela. Depois de conseguir tirar a bicha do enrosco, ela veio mais fácil e conseguimos tirar a 1ª. pirarara da viagem. Um exemplar (não pesamos) que deve estar na casa dos 18 kg.
 

Pirarara

Pirarara

Pirarara

Pirarara

Pirarara

Pirarara

Pirarara

Soltando a Pirarara

 

 

Acabamos de soltar este peixe, e a vara do Bruno iscada com pirambóia no meio do lago envergou até beber água. Boas tomadas de linha e uma pequena pira vem pra foto.
 

Pirarara

Pirarara - Bruno

 
Parece brincadeira, mas jogamos esta vara (agora com a pirambóia morta mesmo, pois só tinha uma) no mesmo local, e em menos de 05 minutos a vara deitou. O Bruno estava conferindo as outras iscas e eu fiquei brigando por uns 15 minutos, até que simplesmente o peixe escapou.
 
Com a mesma isca, no meio do lago, dez minutos depois de arremessar, a vara quase foi arrancada do suporte. O Bruno estava armando outras varas, então fisguei e briguei por uns 05 minutos, até que ele chegou e joguei a vara no colo dele.

Pelo peso já sabíamos que era uma pira grande, e depois de uns 20 minutos retiramos o maior exemplar da pescaria.

 

Pirarara

Pirarara

 

Realmente o Castelinho é a casa dos grandes peixes, dispensando comentários.

 

pirarara

Pirarara

E eu também tive a minha vez.

 

Pirarara

Pirarara - Ricardo

 
Depois deste peixe, por volta das 03.00hs, decidimos dormir. Fizemos a escolha certa, pois não tivemos mais nenhuma ação. Alíás, teve sim…quando acordei, a vara “abençoada” da pescaria, iscada com a mesma pirambóia, estava com a linha esticada até o barranco, porém o peixe tinha escapado.
 
Por volta das 10.30hs, resolvemos ir embora. Apesar de não ter tirado nenhuma gigante, saímos da pescaria satisfeitos.
 
Gostaria de agradecer ao Roberto e ao Orlando pelo atendimento, e também agradecer ao Marcio pelo espaço cedido no site.

 
Um Abraço e vamos pescar!!!

 
Ricardo

AGRADECIMENTOS

  

Pesqueiro Castelinho
www.castelinho.com

Massas Paturi
www.massaspaturi.com.br

Bóias Barão
www.boiasbarao.com.br

Net Pesca
www.netpesca.com.br
.
.
.
.


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

16 Comentários

  1. Bruno Pirarara em fevereiro 28th, 2011

    Parabens Ricardo e meu grande Amigo Bruno Cia.

    Excelente pescaria e bem relatada.

    Parabens!!!

  2. cristiano em fevereiro 28th, 2011

    legal a matéria… parabens pescadores!
    final de semana do carnaval estaremos por la…

  3. Guilherme Tavares em março 1st, 2011

    Ricardo, não sei se vc vai lembrar mas eu estava no quiosque do lado ao que vc e o bruno estavam pescando! Bem que vc falou que após aquela chuva a pescaria ia melhorar, eu devia ter pescado naquela noite.

  4. Bruno Bonin em março 1st, 2011

    Boa pesca parceiros…abraços a vcs.

  5. Ricardo em março 2nd, 2011

    Fala Guilherme, lembro sim. Lá no Castelinho é assim mesmo, quando chove e depois esquenta as piras começam a aparecer. E também não pode desanimar. Ficamos pescando duas noites, trocando iscas, até que achamos onde o peixe estava (bem no meio do lago) e o que está comendo (pirambóia).
    Abs,
    Ricardo.

  6. Sidney em março 5th, 2011

    ESSE è MEUUUUUUU SOBRINHOOOOOO.
    Continua Mentiroso .
    Abrs

  7. joao PesKnadA em março 9th, 2011

    Ricardo tenho uma pergunta vc pegou no chicote no meio ou de fundo mesmo?
    tive no feriado de 25/01 e peguei muitas piras no chicote em cima e no meio!!
    abraços,

  8. Ricardo em março 10th, 2011

    João, as piras sairam todas de fundo.
    Abs,
    Massaro.

  9. João Paulo Carvalho em março 13th, 2011

    Gostaria de saber o endereço de onde e possivel comprar iscas vivas para pescar pirararas no castelinho moro em Paulinia próximo a Campinas
    Qualquer informação vai me ajudar muito.
    Obrigado valeu.

  10. Bruno Pirarara em março 13th, 2011

    João vc pode conseguir perto da praia azul em americana.

    O fone é (019) 3467-2372 Robertinho.

    Indo pela rodovia Anhanguera depois que passar o 3 pedágio de quem vem de São Paulo, vai ter um acesso via marginal para acessar a rodovia Luiz de Queiroz que leva ate Piracicaba.

    Antes de pegar a alça que leva ao viaduto tem cerca de 300 mts antes na marginal da rodovia uma travessa que leva pra Praia Azul. Cerca de 200 mts tem uma rotatória. O Robertinho iscas vivas fica nesta rotatória. Para voltar é só fazer o mesmo caminho, continuar na marginal da rodovia e pegar a rodovia Luiz de Queiros para Piracicaba e ir para São Pedro rumo ao Castelinho

  11. Ricardo em março 15th, 2011

    João Paulo, anote o telefone: 19-3467-1233, pode falar com a Maria, fica no km 120 da Anhanguera.
    Abraço.

  12. João Paulo em março 16th, 2011

    Valeu Bruno e Ricardo vcs são10.

  13. cristiano em março 17th, 2011

    Em Piracicaba vc também encontra-ra, anota o numero ai qualquer coisa me liga (19)9411-2001!
    Abraço

  14. thyago em março 24th, 2011

    Boa tarde, onde vocês conseguiram cabeça de tilápia? Tá impossível achar.

  15. Felipe em outubro 27th, 2011

    brunho pirarara e ricardo e quem souber estava pensando em ir pescar em novembro e queria dicas quero pegar pricipalmente as piras mais queria saber tambem como pega tamba,tucanre e traira

  16. Alexandre em dezembro 22nd, 2012

    Oi Bruno, eu tentei ligar para esse número (019) 3467-2372, mas o Sr. Robertinho já faleceu há uns 6 anos. A moça que atendeu me passou outro número: (019) 3467-1233, é o número que o amigo acima citou.
    Fica registrado pra quem precisar.


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx