Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Castelinho – Uma pescaria com os peixes Amazônicos em São Pedro

Local: Pesqueiro Castelinho  -  São Pedro  -  SP
Data: Outubro de 2009

Olá amigos

Depois de muito tempo sem ir pessoalmente ao Castelinho, eu, o Felipe e o Sr. Adimir fomos para uma chácara particular na cidade de São pedro com a família. Pescamos durante os três dias do feríado somente durante o dia e a noite ficávamos na chácara.

Este final de semana foi um dos primeiros em que o tempo esquentou e o sol brilhou bonito nos dois primeiros dias. Mesmo ainda com a água fria, muitos peixes foram fisgados.

Começamos no primeiro dia no Deck do lago principal. Com a cevadeira apenas alguns peixes estavam subindo, então optamos para a pesca com torpedinho e como isca pequenas tuviras. Logo no primeiro arremesso com chicote de 2mts com a tuvirinha, em menos de 2 minutos a bóia afundou e o felipe travou, o peixe correu com muito peso e ao passar pelo deck acabou arrebentando a linha. A bóia não apareceu mais. Com certeza uma bela pirarara.

Na sequencia o Felipe teve outra ação, mas desta vez um pacu atacou a pequena Tuvira no chicotão.

Pacu - Felipe

Pacu - Felipe

O Felipe estava com uma Torpedo das Bóias Barão com chicote de linha mono 0,50mm, anzol direto na linha e uma tuvira viva de no máximo 10cm.

Até uma matrinxã resolveu aparecer e atacra a tuvira antes da pirarara.

Matrinxã - Felipe

Matrinxã - Felipe

Depois dessas fisgadas resolvemos mudar e fomos para o lago anexo, que estava bem mais tranquilo e com muitos redondos grandes na superfície. O único problema é que o lago estava cheio de guapés e isso dificultou e muito a pescaria de superfície.

Já fomos informados que esse lago já está limpo, perfeito para esse tipo de pescaria.

Peguei então uma varinha de mão de 1,80mts e fui em busca de lambaris. Fiquei na passagem entre os lagos, bem no meio dos chalés, local muito povoado de lambaris. Em 30 minutos fisguei dezenas de lambaris e com o balde cheio voltei para o lago de cima.

Eu e o Felipe montamos equipamentos leves com linhas 0,32mm, um único anzol atado a linha e 20cm abaixo uma pequena chumbada, técnica esta usada na pescaria de BlackBass.

Iscávamos os lambaris pelo nariz ou pelas costas e arremessávamos nas margens, recolhendo bem lentamente e o resultado foi surpreendente.

Tucunaré - Felipe

Tucunaré - Felipe

Tucunaré no Lambari vivo

Tucunaré no Lambari vivo

No começo dessa pescaria os tucunarés não queriam conversa comigo. A cada tucuna que o Felipe fisgava, eu engatava uma traíra.

Traíra no Lambari

Traíra no Lambari

E o Felipão continuou com os bocudos, tanto no lago anexo como no antigo lago vip, bem em frente aos chalés.

Em uma das sequencias, o Japa fisgou 6 exemplares em menos de 10 minutos. Todos arremessando no memso lugar, fazendo o trabalho de recolher o lambari bem devagar.

Tucuna - Felipe

Tucuna - Felipe

Tucunaré

Tucunaré

Tucuna no lambari

Tucuna no lambari

Um show de tucunas no castelinho

Um show de tucunas no castelinho

As águas do castelinho estão muito limpas, bem transparentes em alguns pontos, devido a limpeza feita pelos guapés que filtram a água, deixando-a assim. Em muitos momentos era possível ver os ataques até mesmo a 1 mt abaixo da superfície.

Para quem gosta da pesca de tucunarés, o castelinho está sendo uma boa opção, pois a quantidade que se vê desses peixes é realmente muito grande.

No antigo lago Vip eles chegam a 1kg ou um pouco mais, mantendo a média de 800gramas. Já no Lago principal e anexo, vimos exemplares que passam dos 3kg.

Tucunaré

Tucunaré

Tucunaré

Tucunaré

Tucuna Fisgado

Tucuna Fisgado

Reparem nestas fotos a qualidade que está as águas do castelinho. Sem comentários !!!

Tucunaré

Tucunaré

Depois de tantas traíras e depois de tentar com as iscas artificiais, porém, sem resultados, eu continuei com os lambaris e acabei pegando os bocudos.

Tucunaré - Marcio

Tucunaré - Marcio

Tucuna

Tucuna

Não importa o tamanho, a emoção de ter um Tucuna na ponta da linha é sempre boa. Uma pescaria bem divertida e que sempre tem bons resultados aqui no Castelinho. Vale a pena conferir.

Bocudo

Bocudo

E o japa continuou furando a boca dos bichos.

Tucuna

Tucuna

Felipe

Felipe

Um show de imagens

Um show de imagens

Ao voltarmos para o lago de cima, onde tinhamos deixados duas varinhas armadas a uns 4mts da margem com lambaris, tivemos duas surpresas. Em meu equipamento, uma traíra e na vara do Felipe um bonito exemplar de Tucunaré que já estava fisgado e quietinho no fundo.

Traíra - Marcio

Traíra - Marcio

Tucunaré  -  Felipe

Tucunaré - Felipe

Tucunaré

Tucunaré

Com este belo exemplar vamos encerrar a primeira parte desta reportagem. A segunda parte estará recheada de grande stambacus e pirararas, aguardem.

Gostaria de agradecer ao Alexandre e ao Roberto pela recepção.

Fotos por Adimir, Felipe e Marcio
Texto por Marcio David

Abraços

Marcio David

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Castelinho
www.castelinho.com

Massas Paturi
www.massaspaturi.com.br

Bóias Barão
www.boiasbarao.com.br

Net Pesca
www.netpesca.com.br
.
.
.
.
>


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

9 Comentários

  1. Andre em novembro 18th, 2009

    Esses tucunarés são lindos hein… que cores.
    E as águas do castelinho estão perfeitas.

    parabéns brothers.

    to curioso pra ver os tambacús. rsrs

  2. juninho em novembro 19th, 2009

    bom dia marcio, otima pescaria essa de tucunare na minha opinião é o peixe que produz a pesca mais esportiva,super emocionante! tenho uma dúvida gostaria de saber se a isca artificial de tuvira produz bons resultados? abração ate a proxima materia

  3. Murilo Clasen Cabrini em novembro 19th, 2009

    COM QUAL ISCA PEGA OS LAMBARI…. VALEU….
    BELOS TUCUNAS…

  4. ph em novembro 20th, 2009

    Vocês usaram artificiais?

  5. admin em novembro 20th, 2009

    Ph, usamos lambari vivo.

    abs

    Fishingtur Pesca e Turismo

  6. Raimundo – Zona Norte de SP em novembro 24th, 2009

    Muito boa a pescaria. Deu vontade de estar lá..abração a todos…

  7. Marcio David em dezembro 5th, 2009

    Eu peguei os lambaris no primeiro dia com pedacinhos de salsicha e depois eu consegui aquelas iscas de lambari memso, o macarrãozinho. Uma varinha de bambu de 1,5mts, linha 0,20mm e anzol mosquitinho.

    Eu tentei iscas artificiais, eles acompanhavam mas não atacavam, por estarem na época da procriação. Creio que depois as iscas artificiais darão muito resultado.

    abs

  8. Jorge ZL em dezembro 21st, 2009

    muita mentira!!!

  9. Gustavo em março 25th, 2010

    Dae marcio ,

    Tambem adoro a pescaria de lambaris e trairas , muito boa a reportagem , sempre entro no site para ver novas pescarias , vendo esta reportagem lembrei de uma traira recorde que eu capturei , deu cravado na balança marine sports 4.457 kilogramas , peguei ela com lambari vivo tambem , so que tinha colocado dois no anzol , sempre iscados pelas narinas …

    PS : gostaria que vcs colocassem,mais dicas de pesca ! valeu

    gustavo


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx