Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Monte Negro – Em uma noite gelada, os peixes apareceram

Local: Pesqueiro Monte Negro
Data: Junho/2007

Olá amigos,

No final do mês de Junho eu tinha marcado com uns amigos de fazer uma matéria à noite no Pesqueiro Monte Negro, mas na mesma noite foi marcado a reportagem no Pantanosso. Pedi para nosso amigo Felipe que acompanhasse essa pescaria e vejam só o resultado.


Olá Amigos do FishingTur,

Meu nome é Felipe, e estou aqui para relatar uma divertida pescaria feita no pesqueiro Monte Negro, em Santa Isabel. Local conhecido por suas enormes tilápias, que chegam até 7 kg.

Nesta época de frio, nós pescadores esportivos, passamos nossos dias meio desanimados, pensando naqueles belos fins-de-semana ensolarados, e cheio de grandes peixes. Que saudades do verão!

Mas esperem! Ainda existem excelentes opções para o inverno. E estamos aqui para provar uma delas.
Marcamos, durante a semana, com o Rogério (proprietário do pesqueiro) uma pescaria noturna no dia 22 de junho de 2007. Ele nos deu algumas dicas. Comentou que estavam saindo pintados e catfishes com uma isca pouco comum, o fígado de galinha.

Bom, sexta-feira, fim do expediente, arrumamos as tralhas e fomos rumo ao Monte Negro. Chegamos por volta das 20:00h . O local estava com uma temperatura próxima aos 20 ºC.

Escolhemos um conhecido lugar no lago de cima, onde já havíamos feito ótimas pescarias. Com a ajuda dos garotos funcionários do pesqueiro (muito atenciosos), pegamos o equipamento e nos acomodamos. Varas na água.

Ainda estávamos na fase da montagem quando foi fisgado o primeiro exemplar. Thiago com a varinha de mão de 3mts, tirou da água esta bela tilápia.


Thiago – Tilápia

A noite prometia!

Enquanto isso ouvíamos gritos no lago, eram alguns senhores que estavam em uma leve disputa de quem pegava mais peixe. Pescavam, cada um, com 3 varinhas de mão com cerca de 2 mts, ou micro-molinetes, equipamentos ultra-leve. Material mais do que suficiente para uma pescaria divertidíssima. Era peixe o tempo todo. E um desses peixes foi este corimba.


Corimba

Muita ação, e muitos catfishes fisgados. Na salsicha, fígado de galinha, massa (inclusive na de cabeçuda), em qualquer isca. Todos na faixa de 1,5 a 3 kg. Leandro com um deles.


Leandro – Catfish

Logo percebemos que a verdadeira diversão estava na varinha de mão, tanto pela sua esportividade, quanto pela diversidade de peixes que poderíamos pegar. Nela foram fisgados pequenos piaus e corimbas, alguns catfish, e belas tilápias. Como esta, fisgada por mim.


Felipe – Tilápia

Estávamos com varinha de mão de 3 mts até 4,5 mts, linha 0,30mm, anzol chinú 02 e uma pequena boinha de lambari. Massa com farelo de milho, que dava uma boa esfarelada, ideal para pesca com vara de mão.


Leandro – Tilápia

Os peixes estavam muito rápidos e espertos. Era pequeno o movimento feito pela bóia ou pela linha. Atenção era fundamental.

Mas de uma forma até estranha, para as condições, uma das minhas varinhas foi quase levada para água. Após muita briga, feito descoberto o motivo. Uma briguenta carpa capim de 5 kg.


Felipe – Carpa Capim

Vários peixes depois, cerca de 02:00h da manhã, um vento forte vindo do lago de baixo, trás uma névoa congelante. Com certeza a temperatura chegou a baixo dos 10º. Muito frioooo! Que era agravado pela humidade que vinha junto.

Depois disso percebemos que os peixes pararam de pular no meio do lago e também de beliscar nossas iscas.

Mas afinal. Somos pescadores e não desistimos nunca!

Armamos nossas varas para carpas cabeçudas. E, logo, veio o resultado.


Thiago e Leandro – Carpa Cabeçuda

Apesar de continuarmos atentos nas varinha de mão, fisgando peixes ocasionais, a diversão tinha mudado.

Era realmente hora de pescar cabeçudas e em uma cena comum e engraçada, a bóia sambava, subia e descia, e nada de fisgada.

Quando cansamos de olhar e rir, cochilamos. Minutos depois, abro o olho vejo que não há mais bóia.

Tento inutilmente chamar o Leandro para recolher sua carpa. Então começo a recolher e ao mesmo tempo continuo chamando. O Leandro volta à Terra. E dá um pulo para continuar a briga.


Leandro – Carpa Cabeçuda


Leandro

É normal, neste pesqueiro, serem fisgadas Carpas Cabeçudas na vara de mão, com massa de tilápia.

Resumindo a história. Provamos que mesmo no frio, pescadores insistentes ainda possuem ótimos lugares com muitos peixes para serem visitados. É só saber onde e o que pescar. Só passa vontade quem quer!

Agradeço a excelente companhia de meus amigos Thiago e Leandro nesta pescaria.

Abraços,

Felipe

É isso aí galera, mesmo debaixo de um frio de arrepiar, o peixe está saindo. Basta o pescador ser teimoso, paciente e acima de tudo, tentar sempre inovar.

Fica aqui mais uma opção. A equipe FishingTur agradece a todos.

Abraços e boas pescarias.

Marcio David

Caso tenham alguma dúvida, estou a disposição no e-mail marcio@fishingtur.com.br.

Dúvidas, Críticas e Sugestões também podem ser feitas através de nossos comentários no final de cada matéria.

Fotos por Felipe, Thiago e Leandro

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS

Pesqueiro Monte Negro
Estrada Monte Negro – Km 2 – Santa Isabel – SP
Informações: (11) 4656-2917 – Sebastião ou Rogério
Seguir pela Dutra até a entrada principal de Sta. Isabel. Atravessar a cidade seguindo as placas para a Estrada Monte Negro.

Fotos por Felipe, Thiago e Leandro


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

1 Comentário

  1. claudio em agosto 20th, 2008

    PARABENS A TODOS MAIS UMA VZ ARREBENTANDO NA MATERIA NOTA 1000 ,,,CLAUDIO,,,,,


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx