Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Paraíso Verde – Veja o Troféu com mais de 65kg

Olá amigos a partir de hoje o Fishingtur tem mais um novo e grande pescador e colaborador. Segue abaixo a primeira matéria de nosso amigo Eduardo Caldas, diretamente da região de Goiás.

Boa Sorte Edu.
Marcio David
 
 

 

Local: Paraíso Verde Pesca e Lazer – Campo Limpo-Goiás
Data da pescaria: 17 de Janeiro de 2009.

Olá amigos pescadores e internautas,

 A partir de agora estarei trazendo a todos vocês leitores do site, alguns relatos de pescarias realizadas em pesqueiros no Centro Oeste de nosso país, mais especificamente na região entre Goiânia e Brasília e nos rios dos estados de Goiás e Tocantins.

 Gostaria de agradecer ao Marcio David e a todos os integrantes da Equipe do Fishingtur, pela recepção e dizer que espero contribuir para ilustrar ainda mais o melhor, e agora o mais completo site sobre pesca do Brasil, em minha opinião.

 Estivemos este final de semana no Pesqueiro Paraíso Verde em Campo Limpo-Go e pescamos lá no sábado. Chegamos por volta de nove horas e começamos a pescaria montando o equipamento. Nos finais de semana só podemos montar duas varas por pescador, o que restringe muito a pescaria. Por outro lado, também acaba racionalizando os espaços dos quiosques e evitando aquelas redes de linhas cruzadas e embaraçadas que tanto detestamos.

 

Pesqueiro Paraíso Verde

Pesqueiro Paraíso Verde

 
Neste pesqueiro encontramos peixes variados, tanto de escamas (os famosos redondos: tambaqui, pacu, tambacu, piraptinga e também pirarucu, tilápia e dourado) e de couro (pintado, cachapira e pirarara).
 
 

Pirarara

Pirarara

 

Cachapira

Cachapira

 

Tamba

Tamba

 

Tambacu

Tambacu

 
 Então optamos por uma vara de fundo em busca de peixe de couro, preferencialmente a pirarara, com isca de peixe vivo piau, e na outra massinha de farinha de trigo caseira junto com ração de peixe moída, vendida no próprio pesqueiro para a pesca dos redondos na batida.

O material usado para pesca de redondos: uma Vara Oscar da Ottoni -  1,80m  – 15/30lbs, Carretilha Titan 4000 com linha mono Camonline 0,40mm 40lbs. O anzol direto na linha (Anzol Chinú n.3 e n.4, ou Anzol de Robalo de 4cm).

O material usado para pesca de couro: uma Vara Oscar da Ottoni -  1,80m  – 15/30lbs, Carretilha Arsenal AR15 com linha mono  Equilon 0,60mm 50lbs. Um pequeno girador de 40lbs e encastor de uns 60cm de linha flúor carbono de 50lbs. O anzol encastoado de aço de 50cm sem chumbada (Anzol de Robalo de 6cm).

 Eu particularmente adoro este tipo de pescaria, pois mesmo estando em pesqueiro usamos as técnicas e iscas mais próximas da situação de “beira de rio”, ou seja, caso estivéssemos pescando em rio poderíamos pescar da mesma maneira.

O que é preciso é ficar muito atento aos resultados, pois em pesqueiros a maneira do peixe se alimentar muda muito rápido e a pessoa pode ficar pescando o dia inteiro de uma maneira só e não pegar nada.

Então voltando à pescaria… Pegamos um pedaço de isca de massinha e apertamos bem, colocando no anzol e cobrindo ele todo, sendo um pedaço com peso suficiente para arremeçar com carretilha no meio do lago. Ao bater na água a isca se parece com pequenos frutos que caem das arvores, e essa técnica de pescaria acaba sendo muito eficaz em épocas de chuva como no mês de janeiro por exemplo.

Outra dica é observar o tempo de ataque, ou seja, se estiverem atacando na caída, tem mais chance de os peixes estarem comendo na superfície. Se demorar um pouco mais então os bichos estão buscando comida mais abaixo, e ai vai…

 Algum tempo depois de arremeçar o “quibe” feito de massinha e iscado no anzol, a linha estica. Aí então é a hora da fisgada: que deve ser certeira pois não estamos usando encastoado. Saíram alguns tambinhas só pra divertir.
 

 Percebemos que a água estava mais escura que o normal, um pouco suja de barro levado pelas chuvas dos dias anteriores. A pesca de redondos então tendia a ficar prejudicada. Só tinha pequenos tambinhas saindo nos quiosques próximos e mesmo assim não estavam saindo muito, então mudamos de vara e passamos para a pesca de peixes de couro.

 Arremeçamos então uma sardinha iscada no anzol para o fundo no meio do lago em outra vara. O material usado: uma Vara 3517-180 da Maruri -  1,80m  – 18/28lbs, Carretilha Catana 300 Sumax com linha multi Sufix Gyro 0,40mm 60lbs. Um pequeno girador de 40lbs e encastor de uns 60cm de linha flúor carbono de 50lbs. O anzol direto na linha do encastor sem chumbada (Anzol de Robalo de 6cm).

 Passadas algumas horas, depois de um bom papo com os amigos, e a pescaria reserva uma grata surpresa: uma fera Pré-histórica gigante, o maior peixe do Pesqueiro, atrás de uma sardinha para se alimentar.

 A linha começa a esticar lentamente, hora em que retirei a vara do descanso e comecei a dar mais linha. Travada a carretilha e quando a linha estica novamente, hora da fisgada. E eu enganado pensando que era uma pirarara… Quando depois de alguns minutos que percebi que era o Pirarucu, minhas pernas bambearam.

O tamanho e o peso na linha e a corrida do peixe, tudo isso e minha adrenalina nas alturas. Parecia um caminhão engatado na linha. Eu tentando apertar a regulagem da fricção da carretilha que chegou ao máximo, e mesmo assim o peixe tomava linha sem parar. E depois de alguns minutos e muita briga, sai o peixe, que precisou ser retirado com dois pulsares(passaguás).

 

Pirarucu - Eduardo

Pirarucu - Eduardo

 

Eduardo Caldas - Pirarucu

Eduardo Caldas - Pirarucu

 

Maior peixe de escamas capturado em pesqueiros

Maior peixe de escamas capturado em pesqueiros

 

Medindo o peixe

Medindo o peixe

 

Pirarucu aprox. 65kg  - Paraíso Verde

Pirarucu aprox. 65kg - Paraíso Verde

 O grande troféu mediu 1,64 metros e não pudemos pesar, pois não tinha balança disponível no pesqueiro pra peixe maior que 50 quilos naquele dia. Mas o proprietário me garantiu ser mais pesado que 65 kilos, pois já haviam pegado esse peixe há alguns meses atrás e estava maior agora.

 Mais algumas informações sobre o peixe:

 O Pirarucu (Arapaima Gigas) é um peixe que pode atingir 250 kilos. É considerado o maior peixe de escamas de água doce do mundo. Em certas regiões é chamado de Pirosca.

 Sua carne pode ser consumida fresca, seca ou salgada e praticamente não tem espinhos. Por isso é chamado de “Bacalhau de água doce”. Um prato bem brasileiro é o “Pirarucu de Casada”, acompanhado de batata e banana.
 
 Após a captura desse “bruto” quase nem pesquei mais apenas procurei descansar e me diverti com o bate papo entre os amigos. Peguei mais alguns redondos.

Naquele dia eles até perderam a graça, pareciam iscas. Fui embora feliz da vida. Tinha ganhado o dia.

 

Tambacu - Eduardo

Tambacu - Eduardo

 

Tambacu

Tambacu

 

Tambacu

Tambacu

 Segue abaixo mais algumas fotos de peixes pescados neste pesqueiro em outras pescarias.

 

Tambacu - Eduardo

Tambacu - Eduardo

 

Eduardo - Tambacu

Eduardo - Tambacu

 

Redondo - Eduardo

Redondo - Eduardo

 

Pirarara

Pirarara

 

Pirarara

Pirarara

 
Assista abaixo a fantástica briga com o maior peixe de escamas já fisgado em um pesqueiro no Brasil.

VÍDEO


Pirarucu aprox. 65kg

 Até mais, amigos pescadores e “Seeguuuuraaa Peeexxxxãããoooo”!!!

 

Eduardo Caldas

Eduardo Caldas

 
AGRADECIMENTOS
 

 

 Pesqueiro Paraíso Verde Pesca e Lazer 
Campo Limpo de Goiás – GO
www.paraisoverdepescaelazer.com.br

Massas “PATURI”
Tradicional / Carnívoros / Erva Doce / Carpa Cabeçuda, Frutas entre outras.
Telefone: (11)9550 9516 – 4971 2441 com Léo

Bóias Barão
www.boiasbarao.com.br

Linhas GigaFish
www.gigafish.com.br
Tel/Fax: (31) 3344-9339
Tel: (31) 2127-3339

 


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

30 Comentários

  1. daniel almeida em janeiro 22nd, 2009

    hehehe ele é meu amigo hahhahahahhaha

  2. Renê Tavares em janeiro 22nd, 2009

    Parabéns pela pescaria…..Daniel você que fazia academia na mooca progress?

  3. Lucas em janeiro 22nd, 2009

    Os peixes desses pesqueiro lago verde e o paraiso verde sao coisas de serio rs fui para goiania iria pescar no lago verde mais nem fui pesquei em uma fazenda muito legal la rs os tambacus de la sao muito grandes e muito fortes sao diferente dos daqui de sao paulo rs , fico show de bola a materia parabens bonito pirarucu

  4. Eduardo Caldas em janeiro 22nd, 2009

    Lucas,

    O Lago Verde em Goiânia e o Pescar em Luziânia serão os próximos pesqueiros a serem visitados por mim, aguarde que vamos detalhar as técnicas utilizadas por lá e os peixes que estão nos seus grandes lagos.

    Um forte abraço,

    Edu.

  5. Rafael Pedron em janeiro 22nd, 2009

    Olá.

    Citou que usou como isca “sardinha”. Podia ser mais específio? Viva ou morta? Sardinha de água doce ou de água salgada?

    Muito obrigado pela antenção e parabéns pele peixão.

  6. Eduardo Caldas em janeiro 22nd, 2009

    Rafael,

    A sardinha usada como isca não estava viva, eu não sei se de água doce ou salgada, comprei no supermercado.
    Vou pesquisar a marca do produto e posto aqui depois.

    Valeu.

  7. Lucas em janeiro 22nd, 2009

    Da hora Edu rs nessa fazenda que eu estava o pessoal la alimenta os tambacus com sangue de carneiro cabeça o dono da fazenda conhece o dono do lago verde o norton acho que e esse o nome rs lá e bem da hora rs

  8. Rafael Pedron em janeiro 22nd, 2009

    Eduardo, obrigado pela disposição.

  9. marcel em janeiro 23rd, 2009

    eh isso ae eduardo ! seje bem vindo a equipe ! e parabens pelo lindo trofeu !

  10. Eduardo Martins em janeiro 23rd, 2009

    Ola Caldas muito boa a sua materia esta d parabens msm , sou d gyn tbem , se tiver como visita tbem o Engenho Velho atraz da fabrica da coca indo pra Trindade -GO cara la tbem e muito bom e tem muitos peixes grande , cara parabens , abraços e tudo d bom.
    Se tiver como vamos marcar uma pescaria n lago verde ou engenho velho!!!!! Abraços

  11. Eduardo Caldas em janeiro 23rd, 2009

    Grande Chará,

    Add msn ai eduardokaldas@hotmail.com, este fim de semana estarei lá em Caldas Novas nos pesqueiros de lá. Quem sabe não combinamos uma pescaria. Conheço o pesqueiro Engenho Velho. Este e São Bento estão na lista de pesqueiros que farei visita com certeza.

    Forte abraço.

  12. Eduardo Caldas em janeiro 23rd, 2009

    Se vc tem, conhece ou frequenta algum pesqueiro e gostaria que o Fishingtur fizesse uma reportagem para publicar no site, acesse o forum e deixe sua mensagem no tópico Indicação de Pesqueiros.

  13. Juvenal em janeiro 28th, 2009

    Nem pesaram o peixe e logo vão chutando seu peso e anunciando ser o maior peixe fisgado em pesqueiros!!!!! Cada artista que me aparece viu!!!!!

  14. Eduardo Caldas em janeiro 30th, 2009

    Juvenal,

    Primeiramente este peixe foi pescado a meses atraz e estava medindo 1,55m e pesou 60k. Ele aumentou de tamanho para 1,64m e você deve concordar comigo que aumentou seu peso?

    Todo peixe pode ser estimado o peso somente por seu comprimento.

    No estudo científico de ictiologia existe um grande número de fórmulas utilizadas por estudiosos para estimar o peso dos peixes baseando-se nas medidas do corpo do peixe.

    1 – Fórmula Peso x Comprimento
    P = a.Cº , que utiliza o método de regressão não-linear ou potencial, onde:
    P = peso em gramas, C = comprimento em centímetros, a = constante de regressão e
    o = coeficiente angular (o tem que tender o máximo possível para 3, o que significa uma curva sigmoidal).

    Segundo VANZOLINI (1993) e SPARRE & VENEMA (1997), os parâmetros a e b podem ser estimados pela análise de regressão linear, com a transformação logarítmica dos dados de peso e comprimento e a aplicação do método dos mínimos quadrados.

  15. Eduardo Martins em janeiro 31st, 2009

    Ola chará tranquilo?? Cara fala mas da sardinha e aquelas em latada?? Abraços e tudo d bom.

  16. Eduardo Caldas em janeiro 31st, 2009

    E aí chará, a sardinha comprei no Carrefour, elas vem congeladas, no saquinho, vem umas cinco. Quando vou em algum pesqueiro que nao tem isca viva pra comprar sempre levo delas e piau congelado, espero descongelar e isco…. mas vivo é muito melhor, claro.

  17. Eduardo Martins em fevereiro 2nd, 2009

    Valeu… Cara q aula em q vc deu!!!! Abaços e tudo d bom.

  18. Verluci Almeida em fevereiro 2nd, 2009

    Pôxaaaaaaa…. fotos pra pescador nenhum

    botar defeito e para morrer de inveja! rs

    Parabéns Eduardo!

    Sou Verluci, amiga de sua mãe Nina.

  19. Caio de Campos Françoso em julho 29th, 2009

    Parabéns pelo BELO PEIXE, gostaria de saber..qual a isca que vocês usam…. e para pesqueiro..qual seria a melhor isca..tanto para tambaqui e pirara
    agradeço pela atenção…
    e mais uma vez PARABÉNS PELOS PEIXES AQUI MOSTRADOS

  20. bruno em setembro 20th, 2009

    OLA, MEU NOME É BRUNO TENHO 8 ANOS.ADORO PESCAR.O MIOR PEIXE QUE EU PEGUEI FOI DE 26 K.
    FOI UMA CARPA CABEÇUDA. ADORO PESCAR DOURADOS,PINTADO,TILAPIASE ETC
    ABRAÇS.BRUNO

  21. adilson em março 3rd, 2010

    gostaria de participa

  22. yuri oliveira em maio 2nd, 2010

    parabéns véio , enorme !
    só naum é bonito , mais é bem interessante!

  23. João Pereira Barros em junho 3rd, 2010

    Queria, ganhar uma diaria para conhecer seu pesqueiro.

  24. João Pereira Barros em julho 18th, 2010

    Estou esperando para ganhar aquela diaria para conhecer seu pesqueiro estou torcendo muito…. obrigado..

  25. Alberto Júnior em julho 22nd, 2010

    Olá eduarto tudo bem?
    que nome você batizou ele?
    Abraços!

  26. Eduardo Caldas em agosto 11th, 2010

    Alberto,

    Algum engraçadinho usou meu nome para responder a sua pergunta de maneira grosseira… o email e endereço ip já está sendo identificado e tomaremos as devidas providências.

    O peixe foi batizado com o apelido do meu Pai, “Bréa”.

    Abs,
    Edu.

  27. Felipe Gouveia em agosto 27th, 2010

    Eduardo Caldas, quase sem palavras.
    Um Pirarucu surreal.
    Mais, por mais que pareça mentira:
    Com 65 Quilogramas, ele está entrando na fase adolescente.
    Mas, sem palavras… Exuberante troféu.
    Parabéns *-*

  28. Rodolfo em junho 7th, 2011

    Boa tarde.

    Sem querer puxar a sardinmha pra nenhum lado, fiz alguns cálculos.
    Conforme informado pelo Eduardo Caldas, existe uma tabela para estimar o peso dos peixes baseado em seu comprimento, um valor constante e um fator de acordo com o peixe.
    Para o pirarucu, utiliza-se:

    Peso = comprimento3 X 0,0278
    Então, para 1,64m

    P = (164)3 x 0,0278
    P = 42,74 Kg

    Considerando 15% de erro no máximo, esse pirarucu não passa dos 50 Kg.

    Abraço,

    Rodolfo Korch

    Fontes:

    http://www.trilhasdapesca.com.br/link.php?link=min_tec_003

    http://www.horadopescador.com.br/progressiva.php

  29. EDUARDO MARTINS DE FARIA em junho 11th, 2011

    que malhavilha de materia gostei muinto acho que nas ferias vou dar um pulinho ai

  30. Gabi em março 10th, 2013

    onde é


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx