Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Recanto da Matrinxã – Uma pescaria com muitos e grandes peixes

Local: Clube de Pesca Recanto da Matrinxã – Goianira-Goiânia – GO

Olá pescadoras e pescadores leitores do Fishingtur,

Hoje venho compartilhar com vocês uma super pescaria realizada no Clube de Pesca Recanto da Matrinxã, localizado em Goianira – Goiás, bem ao lado de Goiânia.  Onde, estiveram presentes Eu (Camila Niclites), meu esposo Ricardo Araujo e um grande amigo nosso Clayton. Pescaria feita no meio do inverno, época geralmente com menos ações dos tambas nos pesqueiros; porém aqui em Goiás, no Recanto da Matrinxã os peixes estavam bem ativos.

O Recanto da Matrinxã é um lugar lindo e muito acolhedor, o pesqueiro conta com 2 lagos de pesca esportiva, ambos com grandes espécies de peixes, sendo Tambaqui, Tambacu, Pacu, Pintado, Matrinxã e grandes Curimbas.  E também conta com uma área de lazer com duas piscinas, parquinho e uma deliciosa varanda equipadas com redes, para descanso das famílias, enquanto aguardam os pescadores.

Recanto da Matrinxã

Clube de Pesca Recanto da Matrinxã

Se você quiser ter uma camiseta do Fishingtur, acesse nossa loja virtual e adquira já a sua. Acesse: www.roupasfishingtur.com.br
Recanto da matrinxã

Recanto da Matrinxã

Desde que chegamos observamos muita ação na superfície, joguei um pão no lago e os peixes atacaram com tudo, assim, coração da pescadora não aguenta, mais que depressa montei uma vara com um líder de 30 cm anzol 4/0 e isquei um pão e arremessei bem no meio do lago e não demorou muito e o pão foi levado com tudo, mas perdi o peixe, e em seguida arremessei novamente outro pão bem no meio do lago e novamente outro ataque monstro, só que perdi o tempo da fisgada e lá se foi mais um gigante. E com a chegada dos demais pescadores e com os arremessos de boias cevadeiras no lago os ataque aos pães cessaram e os peixes começaram a subir apenas para comer ração.

Assim, troquei o sistema, montado outra vara com um boia cevadeira da Barão, chicote de 2m e anzol chinu sure n°10 e utilizando como isca ração na pinga pequena, e mau tinha acabado de montar meu equipamento o Ricardo já havia fisgado o seu primeiro Tambacu, utilizando mesmo sistema de montagem só que no palminho, e após alguns minutos de briga eis que ele sai as fotos.

Tambacu

Tambacu - Ricardo

E um dos pescadores que chegou junto conosco, resolver ficar no outro lado do lago, ele estava usando como isca um “fiapinho” de pão suficiente apenas para cobrir o anzol. Ele fez vários arremessos próximos à margem ao fundo do lago e deixando a isca ir com a corrente da água e sua insistência e persistência neste sistema lhe rendeu um belo presente, ele fisgou um belo Tambacu e claro não podia deixar de ir até onde ele estava e fazer o registro deste belo peixe e de parabenizar o pescador. Afinal pescaria é parceria, é vibrar e se alegrar com a alegria dos companheiros que também estão pescando no lago.
Tambacu

Tambacu Gigante

Registros feitos, peixe devolvido a água para que possa crescer mais um pouco e fazer a alegria de outros pescadores. Mal havia chegado ao quiosque e o Ricardo já estava na briga com outro peixe, e após alguns minutos pude fazer o registro de mais um belo Tambacu.
Tambacu

Tambacu - Ricardo

E pescaria seguia a todo vapor, com muito peixe na superfície o que deixa qualquer pescador enlouquecido. Após, perder vários peixes eis que o Clayton consegue fisgar seu primeiro Tambacu do dia, pensa num peixe nervoso era este, deu trabalho, mas saiu para os registros.
Tambacu

Tambacu - Clayton

No quiosque ao lado do que estávamos encontramos o Márcio um dos pescadores frequentes do Recanto da Matrinxã, percebemos que ele estava fisgando um tamba atrás do outro, e conversando com ele descobrimos que ele estava usando chicote de 30 cm na boa cevadeira, no entanto ele utilizava a ração furada, ao invés de coloca-la na pinga, ele pegava a ração do próprio pesqueiro e a furava ali na hora e a utilizava como isca, nesta pescaria estava dando muito certo, pois ele nem conseguia descansar era jogar a boia na água e em questão de segundos ela afundava. E claro, sempre fisgava um belo Tambacu, dos quais eu registrei dois exemplares.
Tambacus

Tambacus

A pescaria se seguia e eu ainda não havia conseguido tirar nenhum dos exemplares que eu havia fisgado quanto peixe perdido, parecia até brincadeira, mas desistir não é algo que eu conheço e continuei a persistir, tinha certeza que ainda iria fisgar uns belos exemplares. Enquanto eu perdia vários peixes, o Clayton e o Ricardo fisgaram mais alguns Tambacus e também Matrinxãs para o registro.
Recanto da Matrinxã

Recanto da Matrinxã

Mais tarde, com o pesqueiro já mais vazio decidi mudar minhas estratégias e testar a Massa Japonesa do nosso amigo Renato, então preparei a massa e fiz o primeiro arremesso, e nem tinha colocada vara no suporte e eis que senti aquela esticada na linha e estava definida uma boa briga, e a minha persistência e mudança de isca me possibilitou este belo registro.
Tambacu

Tambacu - Camila - Massa Japonesa

Peixe registrado e devolvido ao lago para que possa crescer mais e continuar dando alegria a mais e mais pescadores. Como a pescaria na massa japonesa estava prometendo, fiz outra bolinha de massa e arremessei no meio do lago,  e novamente nem havia sentado ainda, estava me ajeitando para colocar a vara no suporte e beber uma água, quem disse que deu tempo, quando vi a linha já estava toda esticada e pronto mais um belo exemplar estava na ponta da linha. Após alguns minutos de briga eis que saiu mais um belo Pacu para as fotos.
Massa Japonesa

Camila - Massa Japonesa

Enquanto eu fazia os registros dos peixes fígados na massa japonesa, o Clayton continuava fisgando bons exemplares na ração na pinga sistema de palminho, pescaria estava muito animada.
Recanto da Matrinxã

Recanto da Matrinxã

E para fechar o dia com chave de ouro à massa japonesa me garantiu, mais um belo Tambacu.
Tambacu

Tambacu na Massa Japonesa

Pescaria chegou ao final, hora de desmontar a tralha e pegar a estrada de volta para casa, e agradecendo sempre a Deus pela oportunidade de poder viver mais um dia de pescaria, alegrias e muita amizade.

Assim, com muita gratidão e felicidade finalizamos mais uma pescaria com desejo de um breve retorno a este pesqueiro que nos encanta em todos os aspectos.  Agradecemos a proprietária do Recanto da Matrinxã, a Luciana e a todos os funcionários por ter nos recebido com tanto carinho e atenção.

Se você quiser ter uma camiseta do Fishingtur, acesse nossa loja virtual e adquira já a sua. Acesse: www.roupasfishingtur.com.br

Não deixe de acessar e fazer parte de nossas redes sociais:

O Fishingtur fica a disposição através dos canais abaixo para dirimir duvidas demais dicas e/ou necessidades para vocês amigos leitores.

Abraços e boas pescarias

Equipe Fishingtur

AGRADECIMENTOS

Clube de Pesca Recanto da Matrinxã – www.recantodamatrinxa.com.br

Bóias Barão - www.boiasbarao.com.br
Amental Fishing – www.amentalfishing.com.br
Massas Paturi – www.massaspaturi.com.br
Penn-Raíba Carretilhas – www.pennraiba.com.br
Fishing Master – www.fishingmaster.com.br
Massa Japonesa – www.massajaponesa.com.br
King Roupas de Pesca – www.roupasdepesca.com.br
BlackFish Custom – www.facebook.com/BLACKFISHCUSTOM
.
.
.
.


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

Sem comentários


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx