Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Recanto dos Peixes – Os peixes amazônicos invadem Piracicaba

Local: Pesqueiro Recanto dos Peixes  -  Piracicaba  -  SP
Data: 16 de setembro de 2011

Olá Amigos,

Nossa equipe esteve no Pesqueiro Recanto dos Peixes, na cidade de Piracicaba na última sexta-feira. Depois de combinado a pescaria com o amigo Beto, um dos proprietários do pesqueiro, arrumamos a tralha e como o Recanto funciona 24h, saímos de São Paulo por volta das 1:30h da madrugada e as 3:15h estávamos na beira do lago montando os equipamentos.

Escolhemos ficar na margem oposta ao restaurante e as 3:30h começamos a pescaria. Para nossa surpresa o fim da madrugada não estava tão fria como imaginávamos, o que poderia ser um grande diferencial em nossa pescaria. Nesta noite tinham apenas 5 pescadores no lago além de nós.

Colocamos os horários em que cada peixe saiu para vocês terem uma idéia de como foi a nossa pescaria, produtividade 100%.

Armamos as varas para Pirararas nas duas pontas e ficamos no meio com as bóias para os Tambacus. Como o lago é muito bem iluminado, não é necessário o uso de lanternas ou lampiões e aproveitando a iluminação começamos a pescar com as bóias cevadeiras mesmo durante a noite. Nos primeiros arremessos já notamos uma boa quantidade de peixes subindo e comendo a ração de superfície.

O Giorgio e o Saulo começaram com um chicote de 40cm de linha mono 0,45mm com anzol chinú n. 9 e uma ração na pinga.  Eu já comecei direto com o anzol de robalo com 2 EVA’s e uma miçanga.

Rapidamente o Saulo engatou um Tambacu na ração na pinga, seria este o primeiro de um dia repleto de grandes peixes.

 

Tambacu

Tambacu - Saulo

Na sequencia e com muitos, mas muitos peixes subindo e explodindo na ração foi a minha vez de fisgar um Pacu nos EVA’s. Logicamente que não tem como ver a bóinha afundar, mas você consegue visualizar bem a cevadeira, basta deixar a linha sempre esticada que assim que o peixe tocar no eva, você consegue sentir e fisgar na hora certa. Para aqueles que não acreditam, basta ir até o Recanto e cevar um pouco durante a noite. É uma pescaria bem divertida.

Eu estava com eva’s e miçanga caramelo em um chicote de 2mts de linha mono 0,40mm Asso Super.

Pacu

Pacu - Marcio David

Em minha Vara Amazon Tucuna de 36 libras com a Carretilha Lubina Black Widon e Multi 50 Lb, fisguei uma bonita Pirarara que rendeu uma boa briga no equipamento médio. Eu estava com um pedaço de queijo mussarela a 10 metros do barranco. Ela esticou a linha bem devagar levando para a lateral, foi o tempo certinho de pegar a vara em mãos e fisgar. Mas ela nem se deu conta e continuou literalmente arrastando metros e metros de linha até a outra margem lateral do lago, quase enroscando nas linhas de outros pescadores.

Minha sorte é que o pesqueiro estava quase vazio, senão com certeza eu iria perder esta Pirarara, pois ela resolver brigar em toda a margem e com certeza iria levar muita e muita linhas se o pesqueiro estivesse cheio.

Como o equipamento era leve para este tipo de peixe, o jeito foi sentar e brigar tranquilamente, vendo ela ir e vir dezenas de vezes até que a gigante de rabo vermelho encalhou na praia. Esta margem do pesqueiro é muito rasa e é difícil fazer os peixes encostarem, mas esta literalmente encalhou e o Giorgio com o apoio do Saulo tiraram ela da água.

Para aqueles que nos acompanham no FaceBook, foi esta Pirarara que postamos “FOTO AO VIVO” as 4:20h em nosso FaceBook.

 

Pirarara

Pirarara - Marcio David

Novamente varas armadas, iscas na água e muita copadas no meio do lago e rapidamente os peixes voltaram a subir. O Giorgio arremessou uma cevadeira com um chicote de linha 0,40mm com 1/3 de salsicha flutuando no meio da ceva, deixou a vara no chão ao meu lado e foi buscar o suporte de varas, mas em uma explosão a sua vara rapidamente começou a deslizar pelo chão em direção a água. Sem pensar dei um tapa na vara segurando-a pela ponta do cabo, ainda fisguei mas o peixe tinha estourado tudo, levado inclusive a cevadeira que não voltou a aparecer durante todo o dia.

Na sequencia fisguei mais um redondo nos eva’s.

 

Recanto dos Peixes

Pacu - Marcio David

Agora foi a vez do equipamento pesado cantar o alarme, mais uma briga de peso, mas agora controlada por causa do equipamento adequado para as Pirararas, mas mesmo assim ela ainda correu para o aerador, forçando o Giorgio a dar a volta e puxá-la de novo. A madeira que sustenta o aerador foi revestido com um cano de PVC, garantindo assim que a linha não vá enroscar, ralar ou estourar, basta o pescador  com calma ir puxando o peixe ou dar a volta por trás do aerados até tirar a linha.

Este exemplar também foi fisgado com queijo mussarela e rendeu ao Giorgio uma bonita briga.

 

Pirarara

Pirarara - Giorgio

Em duas horas de pescaria já havíamos fisgado alguns redondos e duas grandes Pirararas, isso sem falar no peixe que quase levou a vara do Giorgio embora e em duas outras Pirararas que o Saulo perdeu porque estava com equipamento leve, ambas no queijo.

Amanheceu o dia, hora de trocar os chicotes, colocar as bóias com pão flutuando na água e continuar com as cevadeiras. Assim que amanheceu esfriou muito, mas logo o sol apareceu e o as blusas foram deixadas de canto.

 

Pesqueiro

Pesqueiro Recanto dos Peixes

Continuei com a mesma estratégia: Bóia cevadeira em frente, a minha esquerda o pão de poita e mais a esquerda a vara para Pirarara.

O Giorgio e Saulo estavam a minha direita com o mesmo sistema. Mal raiava o dia e o Saulo já estava com outro Pacu fisgado com ração na pinga a qual ele mesmo está produzindo e distribuindo para algumas lojas na região de Guarulhos.

 

Pacu

Pacu - Saulo

De repente uma explosão e quando olhamos, a vara do Saulo que estava com pão flutuando estava quase na horizontal e o peixe puxando muita linha. O Saulo confirmou a fisgada e o peixe começou a nadar rapidamente de um lado para outro com grande tomadas de linha fazendo a pequena carretilha gritar. Logo depois o Giorgio também fisgou outro peixe usando a bóia cevadeira com miçanga e eva’s. Duas grandes brigas que acabaram ao mesmo tempo com dois grandes e bonitos peixes, Um legítimo Tambaqui da Amazônia e um Tambacu.

 

Tambas

Tambaqui e Tambacu - Saulo e Giorgio

Menos de 10 minutos depois o Giorgio fisgou outro redondo nos eva’s, desta vez um bonito Pacu.  Ele estava com eva’s cor de telha e miçanga dourada.

 

Pacu

Pacu - Giorgio

O Giorgio começou então a pescar com a salsicha flutuando direto na linha da Carretilha, arremessando-a em direção do aerador. Não demorou muito e vimos a linha esticando, ele confirmou a fisgada e a briga estava armada, com grandes corridas e puxadas de linha até que a bonita Cachara encostou no barranco, O anzol usado era o anzol de BlackBass.

 

Cachara

Cachara - Giorgio

Depois de 20 minutos novamente a linha esticando e outro peixe fisgado, mas este deu trabalho, passando por trás do aerador, indo e voltando, exigindo muita paciência e calma para conseguir tirar mais um belo peixe, uma bonita e gorda Pincachara. O Saulo também estava tirando mais um redondo na cevadeira e ração na pinga.

 

Pincachara

Pincachara - Giorgio

O queijo estava irresistível mesmo para as Pirararas. Novamente a fricção cantou com uma pequena do rabo vermelho.

 

Pirarara

Pirarara

Notei algumas rebojadas ao redor do meu pão que estava flutuando, deixei a cevadeira e fiquei atento com a vara que estava com o pão e não demorou muito quando vi o peixe sugar a isca e sair em disparada. Não tive tempo nem de fisgar e o peixe já estava no meio do lago levando linha embora. Pela rápida corrida já sabíamos que era um Tambaqui dos bons, peixe muito forte e rápido, com uma resistência absurda até que o peixe subiu uns 20 metros a frente mostrando o dorso amarelão, ou seja, a certeza de ser um belo Tambaqui. Mas aqui no Recanto como disse o peixe não cansa nunca e como é raso a margem, é preciso cansar bem o peixe para ele  chegar tranquilo até o passaguá. Mais um belo exemplar amazônico.

 

Tambaqui

Tambaqui - Marcio David

E a salsicha flutuando dando ótimos resultados, todos fisgados no mesmo ponto, em frente ao aerador. Mais uma Pincachara comedora de salsichas.

 

Pincachara

Pincachara

O Saulo tinha armado uma vara leve com carretilha de perfil baixo também com queijo e foi ela que eu vi envergar, como estava por perto, fisguei e simplesmente vi ela tomando linha até dar a volta no aerador, tive paciência, deixei ela correr e calmamente fui recolhendo até ela voltar e ficar livre para a briga, neste mesmo instante o Giorgio fisgou  mais um peixe no EVA. Era u belo doublé, briga de Titans.

 

Fishingtur

Fishigntur Pesca e Turismo

E depois de mais de 10 minutos de briga o resultado não poderia ter sido melhor. Dose Dupla Amazônica, Pirarara e Tambaqui.

 

Recanto dos Peixes

Pirarara e Tambaqui - Marcio e Giorgio

O Saulo fez uma boa sequencia de redondos usando o eva para o primeiro Tambacu e depois a ração na pinga para os outros dois.

 

Tambacu

Tambacu - Saulo

Tambacu

Tambacu

Pacu

Pacu - Saulo

Coloquei então um anzol de robalo com 2 EVA’s cor de telha e uma miçanga vermelha. Arremessei algumas vezes e deixei a isca lá paradinha até que acabou a ração e depois de um tempo uma forte explosão quase tomou a vara de minha mão, o Saulo e o Giorgio me olharam sem entender nada e eu que estava ali, sequer tinha pensado em algo, foi tudo muito rápido e quando me dei conta o peixe estava tomando muita linha da carretilha. Foi incrível. E mais uma briga fantástica com um gigante amarelão ou verdão como dizem, mais um gigante da Amazônia, o Tambaqui.

 

Tambaqui

Tambaqui - Marcio David

A medida que o sol ia esquentando notamos que os pacus e pequenos tambacus não estavam mais subindo, na superfície apenas os tambaquis e Tambacus de grande porte.

E perto do aerador o show ficou por conta das Cacharas e Pincacharas na salsicha flutuando. Pescaria preferida do Giorgio.

 

Cachara

Cachara - Giorgio

E ainda com o mesmo eva cor de telha fisguei mais um redondo, este um Tambacu que puxou o eva bem devagar, apenas arrastando a bóinha até a fisgada. Não é um peixe tão forte como o Tambaqui, mas um belo peixe.

 

Tambacu

Tambacu - Marcio David

Já era meio-dia, estávamos parando para almoçar quando falamos que iríamos dar o último arremesso para depois ir almoçar. E foi este último arremesso que novamente terminou com uma explosão onde o peixe saiu praticamente todo fora da água, rasgando a superfície abocanhando o eva e levando tudo para o fundo. Tudo aconteceu muito, mas muito rápido, mas ao mesmo tempo parece que a cena foi em câmera lenta. Tenho em mente até agora ver aquele bichão saltando na lateral, cortando a água e abocanhando meu eva. Tive tempo só de erguer a vara e deixar ele esticar a linha e envergar a vara tomando linha.

Este exemplar brigou por mais de 20 minutos em uma vara de 25 libras com a Carretilha Curado e fricção travadinha e mesmo assim em cada puxada no mínimo 20 metros de linha ele tirava da carretilha. Foi demais. Peixe prá ficar guardado na memória.

 

Tambaqui

Tambaqui - Marcio David

Depois disso, recolhemos as varas e fomos almoçar. Estávamos sentados, batendo um papo com o Beto e comendo ótimas porções de Polenta e Iscas de Tilápia quando o Saulo olha para o canto do lago e vê sua varinha que estava com minhocas completamente envergada. Ele teve que sair correndo até o outro lado para pegar a vara, mas o peixe já tinha passado por trás do aerador e estava praticamente em frente ao restaurante, ele veio recolhendo e terminou a briga ali mesmo. como estávamos sem máquina fotográfica, a foto ficou por conta do celular mesmo.  Mais uma Pirarara.

 

Pirarara

Pirarara - Saulo

Acabamos de almoçar e voltamos para nosso posto. Iscas na água e rapidamente outra Pincachara atacou a salsicha flutuando. Não demorou nem 2 minutos e já tinha peixe na foto.

 

Pincachara

Pincachara - Giorgio

Começamos a cevar e na superfície somente grandes peixes comendo e muitos Tambaquis, dava para ver as costas amarelonas brilhando com o sol. Coloquei então dois eva’s caramelo e uma miçanga cor de cobre, Fiz alguns arremessos cevando e depois deixei o eva lá no meio, Eram tantas explosões que as vezes ficava difícil ver a bóinha no meio da água e das ondas que faziam, um verdadeiro reboliço dentro da água. até que minha bóia sumiu e eu fisguei, o peixe deu uma rabada jogando água prá todo lado e começou a puxar linha. Outra briga incrível, só faltou sair fumaça da carretilha de tanto que ela trabalhou.

Mais um Tambaqui, este muito gordo e forte. Lembramos que as margens do Recanto são de pedras, então ao tirar o peixe fora da água tenha muito cuidado para ele não se bater e se descamar. O ideal é usar um saco de ração vazio e colocar o peixe em cima. Vamos preservar estas maravilhas que tanto nos divertem.

 

Tambaqui

Tambaqui - Marcio David

Os Tambaquis estavam impossíveis, era isca na água e Tambaqui fisgado e como sempre grandes brigas. Sei que devo estar sendo repetitivo, falando várias vezes das brigas, das corridas, da força, resistência, etc, etc, mas o nosso dia realmente foi assim, adrenalina, força e resistência o dia inteiro. Foi uma pescaria incrível e ainda estávamos no meio da tarde e tinha muita coisa para acontecer.

E o Saulo tirando mais um redondão nos EVA’s e miçanga marrons.

 

Tambaqui

Tambaqui - Saulo

E bastava olhar para o lado e ver a linha da salsicha esticando, e outra Pincachara na foto.

 

Pincachara

Pincachara - Giorgio

Eu e o Giorgio fizemos mais um doublé, novamente um Tambaqui e um Tambacu, ambos fisgados com as Bóias Cevadeiras Barão, chicotes de 2 mts de linha mono 0,40mm Asso Super, bóinha e anzol de robalo com 2 eva’s e uma miçanga.  Eu com evas caramelos e o Giorgio com evas cor de telha.

 

Tambaqui e Tambacu

Tambaqui e Tambacu - Giorgio e Marcio

Olha só o tamanho do Tambaqui que o Saulo pegou em sua vara de fundo com minhoca, desde pequeno o Tambaqui tem uma postura imponente, reparem no peitoral deste peixe, com certeza este será um dos gigantes aqui do Recanto daqui alguns anos.

 

Tambaqui

Tambaqui - Saulo

Eu já estava no fim das forças, mas os peixes não paravam de comer, engatei mais um redondo nos eva’s, desta vez um belo de um Pacu.

 

Pacu

Pacu - Marcio

Deixei um pão flutuando a nossa direita, em um local mais calmo, vimos algumas rebojadas e depois o pão literalmente sumiu, mas a bóia estava paradinha, Peguei a vara na mão e esperei, quando ela começou a inclinar eu fisguei e aí sim, o bicho acordou e tive mais uma briga com quase 15 minutos de muita força. este não fez grandes corridas, apenas corridas rápidas e fortes, porém indo e voltando diversas vezes até que o um belo Tambacu se entregou. Um gigante negrão dentro do passaguá. E ainda estávamos conversando um pouco antes que só estava faltando um grande Tambacu para completar o dia. E aí estava ele.

 

Tambacu

Tambacu - Marcio David

Eu já estava guardando algumas tralhas quando o Saulo fisgou um bonito Pacu na ração na pinga, eu dei outro arremesso com o eva e outro pacu veio para a foto.

 

Pacu

Pacu - Saulo

Pacu

Pacu - Marcio

Depois disso guardei todas as minhas tralhas, deixando apenas um pão flutuando.e foi ali que uma gigantesca explosão levou tudo para baixo. O Giorgio que estava por perto fisgou e começou uma forte briga. Eu estava arrumando minha mala quando ele começa a gritar:

- Pirarara, Pirarara, Pirarara na minha vara, vai lá, pega, pega pega…..

Olhei para o canto do lago e a vara dele estava muito envergada, corri, derrapei na areia mas consegui tirar a vara do suporte, travar a linha no dedo ( 0,91mm) e arrastar a Pirarara para ela não ir para o aerador. eu dava dois passos e ela me arrastava dois, eu puxava e ela me puxava, literalmente um cabo de guerra. Se eu deixasse ela correr, o aerador era o alvo, então travei e tentei dominá-la, graças a deus eu consegui e depois de poucos minutos a danada estava fora da água. esta fisgada com salsicha de fundo.

 

Pirarara

Pirarara - Marcio

Só não pegamos mais pirararas porque o nosso queijo acabou na hora do almoço, senão, estaríamos até agora pescando rsssssss.

Na sequencia o Giorgio conseguiu tirar mais um belo Tambaqui no pão e a festa estava completa.

 

Tambaqui

Tambaqui - Giorgio

Do outro lado do lago, dois amigos pescadores (pai e filho) fisgaram outra Pirarara, mas esta atravessou o lago na diagonal tomando toda linha da carretilha, o garoto não teve o que fazer, isso porque estavam com linha 0,50mm, mas não teve jeito. Eles de um lado e a Pirarara rebojando próximo ao barranco do outro lado e a linha esticada na superfície até que a mesma se rompeu no carretel. Notei que o garoto ficou bem triste, sentou e ficou cabisbaixo.

Peguei um equipamento, coloquei uma garatéia e um chumbo e arremessei no meio do lago e vim recolhendo, ou seja, consegui recuperar a linha dele. O Giorgio puxou até achar a ponta da linha e eu fui puxando a outra ponta até chegar no peixe. Esperamos o garoto chegar, o Giorgio passou a linha nos passadores e amarrou a carretilha e enquanto isso eu estava literalmente queimando a mão, brigando com a Pirarara na linhada, até que o garoto recolheu a linha e a briga continuou. Como ela já estava cansada, depois de 5 minutos ela encostou e eu consegui tira-la da água.

Eu fiquei muito feliz em ver a felicidade do garoto em ver o peixe fora da água. Com certeza ele jamais vai esquecer este momento.

 

Pirarara

Pirarara - Fernando

 

Segue mais algumas fotos do Pesqueiro Recanto dos Peixes, na cidade de Piracicaba.

 

Pesqueiro Recanto dos Peixes - Piracicaba

Pesqueiro Recanto dos Peixes - Piracicaba

Eu não preciso nem indicar este pesqueiro para aqueles que gostam de uma boa pescaria. As fotos e o relato acima já falam por si.

EQUIPAMENTOS USADOS NESTA PESCARIA:

Vara Freedom 6’0″  -  10-25 lbs  -  Fleming
Carretilha Curado 201 Shimano
Linha Super Laiglon 0,37mm
Bóia Cevadeira Barão com EVA’s, Miçangas

Vara Lumis 6’0″ – 25 libras
Carretilha Contender – Marine Sports
Linha Sper Laiglon 0,37mm
Bóia Cevadeira Barão com EVA’s, Miçangas

Vara Amazon Tucuna III 6’0″  -  36 lbs  -  Fleming
Carretilha Lubina Black Widow – Marine Sports
Multifilamento 50 libras
Pescaria de fundo com chumbo e anzol 4/0

Vara Twister 6610 – Abu Garcia
Carretilha Citica – Shimano
Linha Max Force 0,37mm
Bóia Torpedo Barão, chumbo de poita, anzol 4/0 com pão flutuando

Vara Gold Medallion – 66MH – 6’6″ – Marine Sports
Carretilha Brisa 8000 – Marine Sports
Linha Triumph 0,38mm
Bóia Torpedo Barão, chumbo de poita, anzol 4/0 com pão flutuando

Vara Yamato 80 libras
Carretilha Black Max 50 – Marine Sports
Linha 091mm – Raiglon
Com anzol 4/0 sem chumbo

 

Agradeço ao Beto pela confiança e bate papo e a todos do Pesqueiro Recanto dos Peixes.

Um abraço (com o braço doendo) e boas pescarias,

Marcio David

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Recanto dos Peixes – Piracicaba
Estrada Jacob Canale, 160 (Estrada Piracicaba/Anhumas)
fone:(19) 3434-2895

Bóias Barão
www.boiasbarao.com.br

Massas Paturi
www.massaspaturi.com.br

Net Pesca
www.netpesca.com.br

Império da Pesca
www.imperiodapesca.com.br

Karicaturando
www.karicaturando.com.br

.
.
.
.


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

47 Comentários

  1. Bruno Pirarara em setembro 18th, 2011

    Otima pescaria!!!!!

    Lindas Fotos!!!!!!

    Muito bem relatado!!!!

    Muito bom colocar os horarios!!!

    Parabens!!!!

  2. Omar em setembro 18th, 2011

    Giorgio qual salsicha flutuante que vc us e onde compra? Nunca mais ache as que flutuam . OBRIGADO !

  3. richer santos kolomencenko em setembro 18th, 2011

    boa pescaria

  4. milton em setembro 18th, 2011

    Giorio, parabéns, otima pescaria, me da a dica também de qual salsicha está boiando, tam´bém não acho mais

  5. Fernando em setembro 18th, 2011

    Bela pescaria, ainda mais pegando os amareloes no eva, nao tem coisa melhor
    Parabéns pelo trabalho !
    abraço,
    Fernando

  6. Flavio Souza em setembro 19th, 2011

    Amigos,

    Parabéns pela pescaria!
    Excelente relato e fotos maravilhosas.
    Gostaria de saber como é esse esquema do queijo para as pirararas. O queijo utilizado é o muçarela comum? Vocês utilizam pedaços grande ou só tampam os anzóis.

    Grande Abraço à equipe!

  7. Ademir em setembro 19th, 2011

    realmente, uma ótima pescaria fora do verão…
    com tda certeza do mundo irei “testar” esse grande pesqueiro…
    abraços a tdos

  8. BRITO em setembro 19th, 2011

    E ai Marcio Tudo Bem né, Parabens a Todos, Lida Pescaria, Você poderia dar as coordenadas de como chegar até este pesqueiro? é o mesmo trajeto do Bem-te-vi?

  9. Aparecido Pedro em setembro 19th, 2011

    Olá pessoal parabens pela materia, sou frequentador deste pesqueiro e ele é muito bom mesmo, também estou interessado na XIXA que flutua.
    Abraços.

  10. giorgio em setembro 19th, 2011

    Osmar e Milton, a salsicha q estamos comprando para flutuar e da marca Lizi e so estamos achando a mesma em um mercadinho de bairro em Guarulhos

  11. Bruno dos Santos em setembro 19th, 2011

    fala sério, hein!
    Se mesmo quando a pescaria rende poucos peixes a gente já fica feliz, uma desse nível fica na memória mesmo. muito peixe bom! parabés ae pra vocês.

  12. Cinthia em setembro 19th, 2011

    Bela matéria com esses peixões em Piracicaba!! Vocês estão de Parabéns !!!
    Sempre que posso vou pescar no Recanto, lá não importa o tempo, clima, sempre pego peixe! muito bom, apesar de ser meio longe, é uma viagem que vale a pena.

  13. Cesar em setembro 19th, 2011

    Parabens!!!!

    Qual o valor da pesca esportiva???

    Coloca um como chegar, no google maps nem aparece esta estrada.

    Um abraço!

    Cesar.

  14. gustavo em setembro 19th, 2011

    milton e Omar eu uso salsicha marca da granja mais se a salsicha nao flutuar use um eva laranja no anzol direto na linha e da tudo certo tchau!!!

  15. felipe em setembro 19th, 2011

    Marcio peguei uma pirarara de 16kg ontem no pesquero primavera deixei a vara armada com queijo na berada do barranco derrepente a vara envergou e começou a tomar linha e a linha era fina 0,25 e sai tomando linha pro meio do lago consegui tirar demorou 27 minutos

  16. luis em setembro 19th, 2011

    olha,já fui duas veses nesse pesqueiro passar a noite inteira,e não peguei nada ,nenhuma fisgada nada,
    e olha que eu tentei de várias iscas entre elas pão,miçanga e.v.a,salsicha,massa etc.
    vc’s poderiam me dizer o que aconteçe ?

  17. Silvio Fishingtur em setembro 19th, 2011

    Amigos,

    Show de Pescaria…. e de grandes peixes…

    Gostei das fotos que inseriu também as caricaturas em miniaturas, ficou 10 e inovador!!! Entretanto, gostei mais ainda do episodio de ajudarem o garoto… Isso não tem preço… isso é Fishingtur…….!!!!!

    Parabéns amigos.

    Abraços,
    Silvio.

  18. leandro em setembro 19th, 2011

    parabens pela execelente pescaria, eu estava esse dia no pesqueiro e pude ver como vcs arrebentaram de pegar peixe tava emocionate ver vcs tirarem os gigantes…vou direto no recanto e na minha proxima vez q for la vou levar miçangas e eva’s, so gostaria de saber qual a cor certa para utilizar

  19. Rogerio em setembro 20th, 2011

    Parabens Galera pescaria sensacional …

    abrçs
    Rogerio Fishing Tur

  20. giorgio em setembro 20th, 2011

    leandro usamos diversas cores, mas os que deram maior resultado foram os tradicionais caramelo claro e caramelo escuro ambos com evas nas mesmas cores.

    abracos

  21. Ricardo em setembro 20th, 2011

    Ae pescador, arrebentou hein?
    Parabéns, estarei pescando ai em breve.
    Abraços!!!

  22. junior FISHINGTUR em setembro 20th, 2011

    pessoal ,show de pescaria.
    só não gostei do dia que vcs foram!!!
    parabens pela inovação das fotos!!!
    abraçosss

  23. adeilton em setembro 20th, 2011

    Parabéns a todos da equipe ,,,,além de uma excelente matéria ……um novo estilo de fotos que ficou sensacional……..

  24. Eduardo (du) em setembro 20th, 2011

    a se eu soubesse pescar

  25. Fernando facchin em setembro 21st, 2011

    Marcio estou com dificuldade de achar no mapa a localização, tem como explicar como chega ao pesqueiro sou de campinas abraço

  26. Marcio David em setembro 21st, 2011

    Aí galera sobre o mapa, eu estou providenciando, mas o caminho é o mesmo do Pesqueiro bem-te-vi, apenas na última rotatória, ao invés de vc seguir em frente para o Bem Te vi, vc contorna a rotatória e segue pela esquerda, nesta estradinha são +- 2 km.

    Mapa do Bem te vi – http://www.pesqueirobemtevi.com.br

    Abs

  27. Cris Piracicaba em setembro 21st, 2011

    Espetáculo de matéria em marciãooo…. é aqui que eu móro amigão, ta ruim pra mim né???? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Rodeado dos melhores pesqueiros do interior :p. Forte Abraço Marcião!!!

  28. Marcelo em setembro 22nd, 2011

    Desculpem a “leiguisse”, mas dá para utilizar a cevadeira com chumbo de poita?
    abs excelente pescaria

  29. felipe em setembro 22nd, 2011

    PARABENS PELA PESCARIA ;) 16 de setembro foi meu aniversario e enquanto vcs brigavao com esses essemplares eu cantava parabens KKKKKKKKK e eu observei que na foto do Giorgio com a pincharara ela esta com um blote na cauda vc sabe me dizer oq é isso?
    abs felipe

  30. Silvio Fishingtur em setembro 22nd, 2011

    Marcelo,

    Cevadeira com chumbo de poita não é usual e um dos maiores problemas será o peso na hora de fisgar.

    Minha opinião é de não utilizar…

    Abraços,
    Silvio.

  31. Gustavo em setembro 22nd, 2011

    Ola parabens pela materia no recanto dos peixes sou aqui de Piracicaba e nao saio de la gosto muito de fisgar as grandes pirararas e sempre que vou eu pego elas no meu orkut tem varias me adicionem la abraços Gustavo Piracicaba

    http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=2933505831963677116&rl=t

  32. Cesar em setembro 25th, 2011

    Fui la na sexta 23/09, infelizmente não peguei nenhuma pirarara, foi só o que faltou. Tambaqui o dia inteiro sem parar (é de doer o braço mesmo) na cevadeira, no queijo, na salsicha e em qquer isca que utilizasse.
    Pra quem não conhece o melhor é chegar em Piracicaba e procurar pelo terminal rodovario Pauliceia (tds conhecem), o pesqueiro fica a 2 Km dali.
    Aos amigos do site fica o agradecimento pela indicação de mais uma grande opção….

    Abrasss….

    Cesar.

  33. ZE PAULO em setembro 26th, 2011

    pesca louca!!!!!!
    imagina se eu não queria tá junto
    muitos tambas
    marcião como sempre é o “ZÉ LARGUINHO” kkkkkkkkkk os maiores gostam dele, veleuuuuuu

  34. Fabiano em setembro 29th, 2011

    Eu vi que vcs pegaram muitos peixes com pão, nunca pesquei com essa isca, gostaria de saber como vcs utilizam o pão?

  35. Fabiano em outubro 1st, 2011

    VALEW!!!

  36. Estevan em outubro 6th, 2011

    E ae amigos! Parabens pela matéria´!! sensacional

    A tempo estou querendo saber qual o anzol que o Giorgio usa para salsicha flutuando, e qual anzol eu poderia usar para pescaria com salsicha de fundo com anxol direto na linha!

    Um forte abraço

  37. saulo em outubro 6th, 2011

    NOOSSAAA!!! Meu computador estava quebrado só pude ver a matéria hoje… Parabéennss belos peixes e bela matéria..showww.

  38. Igor Matheus em outubro 8th, 2011

    NOSSA, BELA PESCARIA, mas eu queria saber se podem ser armadas barracas para a Pesca de noite, pode?

  39. Lucas em outubro 10th, 2011

    ótimo pesqueiro mesmo..estive lá no último fim de semana…cheguei no sabado no final da tarde e fui embora no domingo ao meio dia.
    peguei muito, mais muito tamba tanto na cevadeira quanto de fundo com salsicha e PRINCIPALMENTE beijinho.Porem as pirararas e os tambaquis nao quiseram dar as caras…tentamos com queijo como foi falado na matéria, tentamos também com filé de tilápia e nada tambem…mas tudo bem…a pescaria foi muito boa..aconselho todos a ir mesmo!
    abraço

  40. Igor Matheus em outubro 11th, 2011

    então, eu estou querendo ir pra lá essa sexta dia 14/10, eu sou de Itu e não sei como chegar, procurei em todos os lugares um mapa, mas não achei, vocês já tem um mapa expliando? Obrigado :B

  41. anderson em outubro 20th, 2011

    otima pescaria, fui algumas vezes lá, ja peguei grandes pirararas, mas ainda nao acertei um tambaqui, mas depois dessa materia vou denovo tentar , obrigado e parabens

    anderson- Limeira

  42. bruno em novembro 4th, 2011

    Primeira matéria que não vejo vara no chão com as carretilhas viradas pra baixo.

    Pegar peixe não é o importante da história.

    Aos poucos estão aprendendo.

  43. milton em novembro 10th, 2011

    Boa Noite pessoal
    mais uma vez, seguindo as orientações do pessoal da Fishingtur, realizei um excelente pescaria de Tambas com ração e missanga, e ainda foi contemplando com um lindo verdão a noite com pão.
    Indico o pesqueiro para todos os amantes da pescaria de superfície.
    Gostaria apenas de colocar uma dica aos responsáveis destes pesqueiro.
    Freqüento diversos pesqueiros, e sei o quanto custa um peixe grande, sugiro que coloquem passaguas maiores para a retirada dos peixes, por experiência própria para a retirada dos grandes tambas, fica muito complicado, é difícil colocar os mesmos no passagua, imagina como é complicado tirar os bichos do passagua.
    O meu intuito nesta colocação é a preservação dos grandes peixes e consequentemente a garantia de nossa diversão, grato a todos

  44. Leandro em novembro 16th, 2011

    Bom dia, estive no pesqueiro no dia 15/11 e não gostei de um procedimento realizado pelos donos do pesqueiro. Fisguei um tambaqui de +ou- 10kg, quando retirei ele da água notei que ele havia engolido o anzol, porem dava para ver aonde o anzol estava, rapidamente chamei o responsavel do pesqueiro para que ele retirasse o anzol, o mesmo me disse para eu cortar a linha e deixar o anzol dentro da boca do peixe, que por sinal já havia um anzol. Já pesquei em outros pesqueiros onde os donos são muito mais cuidadosos com os peixes. Imagine vc com um anzol preso dentro de sua boca pelo resto de sua vida. Com relação a lanchonete, precisa melhorar bastante.

  45. felipe em novembro 16th, 2011

    marcio cortou o queijo em pedaço

  46. Alex em novembro 20th, 2011

    Fomos em 6 pessoas da mesma família, direto de São Paulo para Piracicaba, sendo 4 delas pescadores e 2 acompanhantes (meu pai e minha mãe). Cheguei domingo por volta de 7 da manhã e o funcionario logo disse que os acompanhantes (meu pai e minha mãe) não poderiam ficar no lago e tinham de ficar no restaurante. Absurda essa regra. E está em letras garrafais logo na entrada do pesqueiro.
    Perdi um tempão indo para lá confiando na informação de que seria um bom pesqueiro. Nem pesquei, fui embora e para não perder a viagem passeamos em Piracicaba, que não deixa de ser uma bonita cidade. Nota zero na minha opinião, porque não propicia um ambiente familiar.

  47. Edi em dezembro 4th, 2011

    Fui no recanto essa semana e perdi 3 pirararas estava com linha 0.40 fisguei mais nao consegui tirar elas, a linha arrebentou. Fiquei louco meu sonho e tirar uma dessas gigantes ,gostaria de saber qual linha e molinete devo comprar para brigar legal com esses gigantes.
    Grande abraço e parabéns pelas materias


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx