Reportagens

FishingTur

Olha aí

Interativos

Anúncios



Pesqueiro Tio Oscar – Um gigantesco Tambacu particiou da pescaria de nosso amigo Murilo

Local: Pesqueiro Tio Oscar  -  Mairinque – SP

Olá amigos pescadores,

Neste fim de semana fui passar o feriado com a minha família em um lugar diferente, pois quando passamos feriados é sempre em hotel fazenda, quando não ficamos em casa né, o local escolhido foi Tio Oscar com uma ampla estrutura para quem gosta de pescar e tem à família como acompanhante.

Cheguei na sexta-feira 18h e sai na terça as 15h.

Equipamentos:

Murilo Cabrini

1º Equipamento: Cevadeira

- Vara Albatros Pampo 2.70mts 50lb
- Carretilha Shimano Curado 301E
- Linha Sper Bass 0.40

2º Equipamento: Torpedos

- Vara Sumas Kenzaki 2.40mts 20 – 40lb
- Carretilha Marine Sports Corsa 6000
- Linha mono Triumph 0.36mm

Cabrini: Meu pai

1º Equipamento: Cevadeira

- Vara Sumas Kenzaki Light 2.70mts 15 – 30lb
- Carretilha Marine Sports Titam 10000
- Linha Trilon 0.35

2º Equipamento: Fundo

- Vara Maruri Sol 2.10mts 20 – 40lb
- Molinete Sonata II st 4000
- Linha Trilon 0.35

3º Equipamento: Fundo: ( só à noite )

- Vara Maruri Yxa504 1.54mts 6-12lb
- Molinete Marurj Atp 340
- Linha Trilon 0.35

ISCAS

- Ceva
- Ração na pinga
- Beijinho
- Salsicha flutuante
- Tripa
- Minhocuçu
- Pão
- Massa Mafish

Sexta-feira  -  08/10/10

Chegando no chalé 18h arrumamos e descemos para a lojinha onde tem uma iluminação legal,  eu estava com a cevadeira gigante das  Bóias Barão e com torpedo Barão 60 gramas, o Cabrini estava com os dois equipamentos de fundo ambos com beijinho.

Eu estava com um chicote de 1.5mts e variando as iscas que tinha e não tinha peixe subindo na ceva. Um pouco antes do jantar o meu pai pegou um pacu no beijinho de fundo, era pequeno, sem foto.

Após o jantar continuei insistindo e sem resultados, até diminui a chicote pra 80cm e sem resultados também. Um pouco antes de voltar para o chalé o Cabrini pegou outro pacu de fundo com beijinho, sem foto.

Quando foi 1h da madrugada eu fui dormir.

Sábado – 09/10/10

Acordei por volta das 5:30h e já fui pra parte rasa do lago, a parte rasa está com 4mts de profundidade (informações de um pescador nato do Tio Oscar), quando cheguei na parte rasa estava a Renata uma ótima companheira que pesquei ao lado dela neste sábado.

À escolha da parte rasa foi pelo motivo: ver vários relatos de peixes de pequeno porte na parte funda, aí pensei em tentar um dia na parte rasa.

Montagens:

Cevadeira:

- Cevadeira Barão gigante
- Chicote com linha 0.50 Araty com 2.70mts
- Boinha lambari nº 5 da Barão
- Anzol Owner K-Hook 1/0
- EVA marron e caroço de azeitona.

Torpedo:

- Bóia Barão de arremesso de 60 gramas
- Chicote com linha 0.50 Araty com 70cm
- Anzol Owner Single 1/0

Vi uns relatos de baguás que saíram na tripa na parte rasa então insisti muito quase o dia todo.

Cabrini – cevadeira:

- Cevadeira Barão Media de 60 gramas
- Chicote com linha 0.50 Araty com 2mts
- Boinha lambari nº 6 da Barão
- Anzol Owner K-Hook 1/0
- EVA marron e caroço de azeitona.

Cabrini – fundo:

- Chumbo de 20 – 25 gramas solto na linha
- Girador
- Empate de 15lb
- Anzol Owner Single 1/0

A parte rasa estava varia, tinha apenas eu, meu pai, a Renata e uma família com umas 10 pessoas mas nem eram todos que pescavam.

Eu estava cevando quando os peixes começaram a subir, tinha tambacus, tilapias e muitas carpas, eu não estava com ações no Eva e troquei, coloquei um anzol gamakatsu iseama bravo nº10, é um anzol que eu comprei pra pescar com ração na pinga ele é pequeno e aparentemente resistente, estava colocando apenas uma ração na pinga, era o suficiente para fazer o anzol flutuar, após muita insistência tive uma ação mais errei a fisgada.

Dava para você perceber os peixes que estavam comendo, as tilipias subiam devagar e um rebojo lento na água, as carpas devagar e dava pra ver onde eles estavam por causa do sol, os tambacus só subiam com a boquinha pra fora e sugando tudo.

Quando já estavam vários peixes subindo em um lugar só, joguei lá e começaram a comer quando tinha uma carpa em baixo de minha boinha e os outros peixes subindo, minha boinha foi arrastada para o lado devagar e eu fisguei, o peixe deu uma rabada na superfície já vi que era um tambacu, depois de uns 5 segundos parado a cevadeira apareceu no meio no lado e ele correu de lado em direção uns demais pescadores e onde tem uma passarela de madeira, pela corrida já vi que era um dos baguas no tio oscar que veio dar as boas vindas, minutos e minutos de tensão, estava ao lado de uma corda que segurava uns barrios da draga que estavam no meio do lago, não sei a função daquilo, é algo pra água só sei disso, e todos pescadores colaboraram com a retirada das linhas da água e quando peguei no passaguá olha que aconteceu….

Tambacu

Tambacu

Não cabia no passaguá, já tirei o tênis e fui pra água, tirei a cabeça no peixe do passaguá e levantei com aquela vontade, o bicho tremeu e cai de costa com o peixe, parece engraçado mas achei que o baguáa tinha escapado do anzol, aí coloquei ele pra frente, lá é muito raso e ruim pra tirar o peixe da água, ele fica mais baixo que seu joelho, então estava abraçado com ele na àgua achando que ele não estava mais no anzol, meu pai colocou o passaguá na minha frente e eu coloquei ele dentro e ajudei a tira-lo da água.

 

Tambacu

Tambacu - Tio Oscar

O baguá foi pesado na balança digital na Marine Sports: 30.100Kg

 

Tambacu

Tambacu 30,100 kg - Murilo

 

Tambacu

Tambacu - Murilo

 

Tambacu

Tambacu 30,100 Kg

 

Conclusão: anzol gamakatsu iseama bravo nº10 – APROVADO

 

Voltando de um belo banho não tive mais ações e fui almoçar.

Retornando ao lago, aumentei o chicote da minha montagem de torpedo para 1.2mts e continuei insistindo na tripa. Passou umas horas e peguei uma tilapia menor que a cevadeira hehehe, sem foto. Tentei com pão, salsicha flutuante no torpedo e sem resultados, ai voltei pra tripa.

O fim da tarde chegou, eu e meu pai continuamos pegando tilipias na cevadeira, todas pequenas e sem foto, minha irmã Letícia chegou e disse que queria pescar, eu vi um movimento pensei quem sabe minha irmã pega uma carpa com pão na margem, coloquei um pedaço de pão e joguei a uns 5 metros na margens no equipamento que estava de fundo do meu pai, ouvi um barulho e quando olho, cadê o pão? Ela disse:- peguei hehehe.

Era uma carpa húngara de 13Kg. nem tirei foto pois estava saindo um pouco de sangue, já sabia que este peixe era liso achei que poderia derruba-la e machuca-la mais ainda.

Chegou a hora de voltar para o chalé desmontar os equipamentos, como todo pescador fui desmontando devagar com a esperança de um peixe no final na tarde, quando olho pro lago e não vejo meu torpedo com tripa, peguei a vara e fisguei, uma briga legal pra quem só estava com as tilapias no fim de tarde, sem peso mas com foto.

Tambacu

Tambacu - Murilo

 

Neste dia estava muito frio à noite e eu estava cansado, acabei não pescando a noite.

 

Domingo à Terça-feira – 10/10/10 à 12/10/10

Vou colocar estes dias todos juntos pois foram quase iguais, só peguei pacu e pesguei todos esses dias na ilha.

Montagens:

Cevadeira Barão Gigante, boinha de lambari barão nº5, anzol circle hook nº 1/0 com miçanga de bolinha de futebol, eu coloco super bunder em volta dela e depois colo ela em um potinho com pó de guabi com ajuda de um lápis, fica igual uma ração, e com 5 dedos de profundidade.

Chicote do torpedo que era 1.5mts.

Esses peixes foram pegos a maioria na cevadeira. Logo de manhã, as  5:15h meu pai já tinha pego um pacu, foi no primeiro arremesso com cevadeira, já vi que os pacus estavam ativos.

 

Pacu

Pacu - Cabrini

Após um tempo foi a minha vez de pegar um pacu.

 

Pacu

Pacu

 

Peguei outro em seguida. Uma tamba agora.

 

Tambacu

Tambacu

 

Depois deste pacu tiveram outros só que sem foto, pois minha mãe ficou com a máquina.

 

Já no fim de tarde, mais Pacu.

pacu

Pacu

 

Depois deste pacu, perdi um tambacu dos bons, ele deu uma rabada no meio do lago, estava pesadinho, deu uma corrida legal e escapou. O vento estava muito forte, não dava pra pescar sem poita no equipamento com torpedo, então as vezes ele nem ficava na água, era pegar um pacu e ter que tirar a poita.

Já no fim de tarde, coloquei um pão e deixei um pouco pra esquerda, mais longe de mim pra não atrapalhar os peixes fisgados na cevadeira. Estava com pão e nem assim os pacus davam trégua.

Pacu

Pacu

Fim da tarde, voltamos para o chalé tomamos um banho e após o jantar voltei pro lago, em frente a lojinha, mas estava muito frio, após 1h e meia sem ação fui dormir. Neste dia o Sérgio, marido da Renata pegou um baguá de 26Kg na cevadeira e o funcionário do Tio Oscar falou que pegaram um de 28Kg no tablado perto da parte rasa no coração de galinha.

Eram 5:30h da manhã, já estava no lago e logo vem o primeiro pacu, na cevadeira.

Pacu

Pacu

Logo foi a vez do Cabrini pegar um Pacu na cevadeira.

Pacu

Pacu

Depois do delicioso café da manha mais pacu na linha.

pacu

Pacu

Peguei um Pacu na cevadeira e deixei minha irmã tirar.

pacu

Pacu - Letícia

Ela gostou e disse que queria pescar, coloquei uma salsicha de fundo e falei: -Letícia fica esperando puxar. Não deu 2 minutos ela pegou mais um Pacu.

Pacu

Pacu

É pessoal foi muitos Pacus, não vou colocar a fotos de todos pois são todos do mesmo tamanho só vou relatar um último Pacu, que foi pego na salsicha flutuante com o mesmo esquema de chicote com 1.5cm mas desta vez com anzol Kenzaki Centauro 1/0, estava difícil de pegar os tambacus, os pacus não davam trégua.

Pacu

Pacu

Fim do dia, neste,não saiu nenhum baguá, só tambacus com menos de 18Kg.

 

12/10/10

É pessoal na terça só foi as pacus novamente. Neste dia só foi Pacu na cevadeira com a mesma montagem:

Cevadeira Barão Gigante, boinha de lambari barão nº5, anzol cicle hook nº 1/0 com miçanga de bolinha de futebol, eu coloco super bunder em volta dela e depois colo ela em um potinho com pó de guabi com ajuda de um lápis, fica igual uma ração, e com 5 dedos de profundidade.

As 15h fui arrumar o chalé e pegar a estrada.

Essa feriado prolongado foi o que eu mais pesquei na vida, estava muito bom com certeza foi inesquecível, principalmente três coisas:

Foi a primeira vez que meu pai pescou com carretilha em pesqueiro grande e fiquei satisfeito com seu rendimento.

Dia 10/10/10 foi o dia do aniversario da minha mamãe, não vou falar a idade pois ela não gosta hehehehe…

E não poderia ficar de fora. (foto abaixo) A bóia do Baguá.

Bóia Barão

Bóia Barão - Tambacu de 30,100kg

Essa foi uma pescaria de sucesso, espero igualmente a todos…

Abraços

Murilo Cabrini

 

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Tio Oscar
www.tiooscar.com.br

Bóias Barão
www.boiasbarao.com.br

Massas Paturi
www.massaspaturi.com.br

Net pesca
www.netpesca.com.br
.
.
.
.
.


Gostaria de receber as matérias por e-mail? Cadastre-se aqui!

5 Comentários

  1. Neto abdalla em dezembro 10th, 2010

    Boa murilão!Parabéns pelo baguá heim!

  2. Fernando em dezembro 12th, 2010

    Bela pescaria Murilo belo exemplar de tamba muito bom e a materia está otima obrigado pelas dicas

  3. Murilo em dezembro 14th, 2010

    Muito obrigado pessoal…

    ABRAÇO

  4. Fernando em dezembro 19th, 2010

    Murilo
    Para arremesso longo o melhor é a carretilha do que o molinete?

    abraços

  5. Murilo em abril 7th, 2011

    So pesco de carritilha e acho perfeita…

    Percebo que os pescadores de molinete faz mais força pra arremassar e nao tem muita precisão…

    Lembrando que um longo arremesso exige uma vara de 2.40 à 2.70 metros, as mais utilizadas são essas

    Pampo – Albatroz
    Kenzaki – Sumax
    Clarus – Shimamo

    ABRAÇO… desculpa a demora da resposta


Fatal error: Call to undefined function show_subscription_checkbox() in /home/storage/b/dc/e9/fishingtur/public_html/wp-content/themes/ad-clerum-10/comments.php on line 101
xxxx