Como montar e pescar com boia cevadeira


Olá amigos!

Hoje vamos falar um pouco sobre a pesca com boias cevadeiras, tão usadas e que gera tantas dúvidas.

Na maioria dos pesqueiros, os peixes são alimentados com ração flutuante, (Guabi). Com isso, o peixe fica condicionado a tal tipo de alimentação e esta serve de ceva na hora da pescaria.

Na pescaria com varas de mão ou mais próximas a margem, pode-se arremessar a ração com as mãos ou com o estilingue, porém em grandes lagos, é necessário jogar a ração de 20 a 60 mts da margem e para isso foi criada a boia cevadeira.

Parente próximo das boias torpedos/foguetinhos, a cevadeira possui um compartimento (copo) acoplado a uma boia (isopor) e com uma chumbada na parte inferior. Enchendo o copo de ração, o isopor serve como tampa até que a boia caia na água, o copo afunde e a ração seja liberada.

Em muitos casos, o peixe fica tão condicionado que basta a boia bater na água que os peixes já começam a pular.

Montagem do Equipamento:

As boias cevadeiras têm um pequeno rabicho amarrado a um girador. A grande dúvida da galera é onde amarrar a linha da carretilha e onde amarrar o chicote com o anzol.

O girador por sua vez tem dois lados. De um lado você vai amarrar a linha da carretilha e a boia. Do outro lado somente o chicote com o anzol. Assim você poderá perceber que a função do girador é exercida. Do contrário, a linha irá torcer com facilidade.

Iscas

As iscas mais usadas com a cevadeira são: miçangas, ração úmida e ração artificial (cortiça/EVA), mas nada impede de se usar massas, salsichas ou outra isca.