Expedição Mineira, muitas Pirararas e redondos na Fazenda Kiki (Parte - 1)


Local: Pesqueiro Fazenda Kiki – Pedro Leopoldo – MG Data: 07 de Março de 2012

Olá amigos leitores,

Em nossas aventuras pelas terras mineiras a equipe Fishingtur foi conhecer a Fazenda Kiki com o objetivo de divulgação do local e trazer para vocês amigos leitores de nosso site, mais uma excelente opção de Pescaria.

Eu (Silvio Leme) e o Marcio David (os 2 aventureiros da equipe na Expedição Mineira), chegamos ao local por volta das 08:00 h., de uma quarta-feira e fomos recepcionados pelo Pierre, proprietário do local.

Na chegada, observamos um grande lago para pesca esportiva, com ótima estrutura, contemplando quiosques amplos nas margens com gramado ao redor, muito limpo, bem preservado e ao redor um clima tipico de fazenda.

Ficamos por algum tempo conversando com o Pierre para sabermos quais peixes estavam mais ativos, melhores pontos para capturas, iscas mais utilizadas, profundidade de maior produtividade e rapidamente recebemos as informações de habitarem no lago grandes Pirararas, redondos de bom porte, grandes Surubins, Dourados, Tilápias e praticamente todas as especies de carpas e que todos estavam bem ativos e atacando bem as iscas em especial as Pirararas e os Redondos.

A noticia de imediato nos animou, as duas especies que mais gostamos de pescar estavam atacando bem as iscas e estávamos com as iscas certas/adequadas. Para as Pirararas (Guelras, cabeça de Tilápia e salsicha) e para os tambas os EVA’s, labina, beijinho, ração na pinga e as tradicionais massas da Paturi. Não perdemos tempo e partimos para acomodar nossas malas no Chalé e rapidamente montamos os equipamentos para iniciarmos a nossa pescaria e por voltas das 09:30 h., linha na água.

Em apenas 30 minutos de pescaria o alarme da carretilha iscada com cabeça de tilapia a 3 metros da margem dispara e rapidamente confirmo a fisgada e uma grande tomada de linha denuncia ser uma das Pirararas da Fazenda Kiki, uma boa “briga” se inicia, mas conseguimos vencer a “batalha” e a primeira Pirarara saiu para a foto.

Mais 30 minutos na espera e foi a vez do Marcio ver o alarme disparar e ele também em disparada confirma a fisgada e novamente a corrida denuncia ser mais uma do “rabo vermelho” para a equipe Fishingtur. Ficamos super animados, afinal, havíamos acabado de chegar na KIKI e em apenas 1 (uma) hora de pescaria 2 (duas) pirararas foram capturadas.

Como o lago na Fazenda Kiki é de tamanho considerável os equipamentos devem ser obrigatoriamente reforçados e a equipe Fishingtur, utilizou para os Tambacus varas de 2,10 m até 2,70 m, com carretilhas de perfil baixo comportando um minimo de 100 metros de linha monofilamento de bitola 0.37/0.40 mm e as tradicionais e consagradas Bóias Barão de 65/75/100 gramas para longos arremessos. Para as Pirararas, utilizamos varas de 25/40 libras de tamanho de 2,10 m até 2,40 m, carretilhas de perfil alto tamanhos 6500/7000 comportando um minimo de 100 metros de linha monofilamento de bitola 0.52/0.62 mm.

Em paralelo a pescaria das Pirararas que estava bem produtiva, estávamos também na procura dos redondos e com chicote de 3 metros no meio do Lago iscado com “beijinho” minha bóia tomba lentamente e confirmo a fisgada, o peixe tomou muita linha no primeiro arranque demonstrando ser um redondo de respeito, todavia, após muitas idas e vindas observamos uma briga diferente e o Marcio falou que poderia ser uma Pirarara o que acabou se confirmando quando se aproximou da margem. Felicidade pura, mais uma Pirarara em nossos braços e na isca que considero coringa, ou seja, o “beijinho”.

Na Fazenda Kiki, além do Pesqueiro, existem também atividades pecuárias e plantações e em alguns períodos do dia nos deparamos com animais à beira do lago se alimentando. Fantástica essa integração!

Soltamos a Pirarara e 20 minutos depois novamente a vara de espera está com o alarme disparado com aquele barulho que nos pescadores adoramos escutar. Fisgada confirmada, peixe em disparada para o meio do lago, fricção regulada e após alguns minutos mais uma pirarara em nossos braços, incrível!

Imediatamente após liberarmos essa Pirarara isquei a mesma cabeça de tilapia e executei o arremesso no mesmo local e em menos de 3 minutos o alarme novamente dispara e uma tomada de linha de mais de 50 metros se inicia, foi um verdadeiro “cabo de guerra”, mas desta vez o peixe levou a melhor e a linha não aguentou e acabou se rompendo nas pedras, essa nós “perdemos” e certamente seria o maior exemplar até aquele momento.

Não desanimamos (jamais) e observamos que os Tambacus estavam mais ativos e antes do almoço conseguimos capturar vários tambacus de bom porte e alguns foram registrados e observem na foto abaixo a sequencia e os horários das capturas.

Uma parada que consideramos merecida para o almoço com comida mineira, bem preparada, bem temperada, varias opções e muito saborosa, Fazenda Kiki de parabéns.

No retorno do almoço, iscas na água e na cevadeira iniciamos com as capturas de Tambacus e até algumas Tilapias de respeito apareceram.

Durante a tarde os Tambacus não deram trégua e com cevadeira contendo 2 EVA’s no Anzol (Wide Gap 2/0) e 2 na linha, principalmente na cor Café com Leite, muitos foram capturados, conforme poderão observar nas fotos abaixo.

Após uma longa sequencia de peixes capturados, chega o Pierre com 2 porções para saborearmos. Na Fazenda Kiki, além do almoço ainda são fornecida porções na beira do lago se for de interesse dos clientes/pescadores.

Uma linda Lua Cheia denunciava o final da tarde e inicio da noite.

Com o inicio da noite os peixes ficaram ainda mais ativos e os Tambacus e Pirararas continuaram a ser capturados e abaixo uma Tambacu e um Pirarara do Silvio e do Marcio respectivamente.

O Marcio observou um movimento de peixe bem rente a margem uns 10 metros do local que estávamos e foi bem devagar até lá e conseguiu ver um enorme Tambacu se alimentando na superfície dos restos de ração que caiam com nossos arremessos de cevadeira e não pensou muito e rapidamente montou uma salsicha flutuando e deixou no local, vara no angulo de 45 graus com a linha reta até a salsicha ficar na superfície, isso a menos de 1 metro da margem. Continuamos pescando os Tambacus e enquanto estou com um fisgado, escutamos um estrondo na margem e a vara do Marcio literalmente “bebendo água”, ele corre confirma a fisgada e já estávamos comemorando o gigante Tambacu, mas a briga estava diferente e chegando na margem com o primeiro rebojo identificamos uma grande e linda Cachara fisgada.

Abaixo o Tamba que estava fisgado e resistiu com muitas tomadas de linha enquanto o Marcio capturou a Cachara.

Na Fazenda Kiki a pesca noturna é liberada até as 22:00 h., e por estar próximo de Belo Horizonte (aproximadamente 40 km) muitos clientes/pescadores saem do trabalho e se deslocam para a pescaria em busca dos gigantes e um grupo de amigos de BH chegou por volta das 18:00 h., e antes mesmo de iniciarem a pescaria saborearam na beira do lago uma suculenta Traíra, preparada na Kiki. Querem mordomia maior que essa?!?!?!

Esses amigos ficaram 2 quiosques a frente do local que estávamos e após as fotos, voltamos para a nossa pescaria, visto que, estava “batendo” peixe por tudo que era lado e acreditem saiu até um triplê. Demais!!!!

Praticamente capturamos peixe o dia todo e os braços estavam cansados, mas com aquela quantidade de peixes famintos continuamos a nossa pescaria e uma sequencia de Pirararas foram capturadas e estávamos eu e o Marcio com apenas uma vara armada para essa modalidade. Vejam abaixo a sequencia e os horários das capturas.

Olha os nossos amigos aí que após saborearem a Traíra, conseguiram um grande Tambaqui na salsicha flutuando 5 metros da margem.

Após as fotos, retorno para o nosso quiosque e observo e escuto mais um alarme de carretilha disparado, confirmo a fisgada e logo que o “rabo vermelho” se entrega convido o amigo Pierre para foto.

Quando já estávamos “Desmontando acampamento” o Marcio captura mais um bonito exemplar de Tambacu na mesma modalidade de salsicha flutuando 5 metros da margem.

Estávamos bem cansados e após esse peixe resolvemos partir para o Jantar, um bom papo com os amigos e posteriormente descansar para estarmos preparados para o segundo dia de pescaria que estaremos descrevendo na matéria Parte 2 e adianto que teve muito peixe grande na ponta da linha e com grandes capturas de Tambacus e Pirararas.

Lembro que, na Fazenda Kiki, além do Day Use é possível se hospedar com a família. O local atualmente contem 8 (oito) Chalés que comportam até 4 (quatro) pessoas cada um, o que certamente traz um maior conforto e comodidade para os amigos pescadores principalmente, os que irão conhecer o local e residem em locais distantes.

Gostaria de deixar um grande abraço a todos os amigos pescadores e leitores do site Fishingtur, aos funcionários da Fazenda Kiki e um abraço especial ao Pierre pela simpatia e atendimento fornecido para nossa equipe e pela confiança em nosso trabalho.

Silvio Leme – Equipe Fishingtur

Fotos: Marcio David e Silvio Leme

Texto: Silvio Leme

#fazendakiki #kikiturismo #guiapesqueiro #metragemdospesqueiros #pesqueirostella #pesca #iscadepirarara #varadepirarara #pescariadepirarara #tambacu #fishingtur

11 visualizações
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007