Fazenda Kiki – Cariocas e Paulistas invadindo Minas Gerais


Local: Fazenda Kiki – Pedro Leopoldo – MG

Olá pessoal,

Alguns de vocês já me conhece e como leitor e seguidor do site Fishingtur, preparei uma pescaria com amigos aqui do RJ e de SP, para o maravilhoso pesqueiro do nosso amigo Pierre, o Kiki Turismo.

Saímos eu (Levy), Alvaro e Bruno aqui do RJ no vôo das 06:30h e aàs 07:30h já estávamos sendo recepcionados no aeroporto de Confins em MG pelo Pierre. Partimos para o pesqueiro e após um delicioso café da manhã, partimos para “os trabalhos”.

De cara preparamos nossos equipamentos para pirararas e deixamos próximo à margem, enquanto preparávamos os equipamentos para os redondos.

Alguns materiais utilizados:

Tambas : Varas: Kenzaki e Carisma de 2,70m, Celta Banditi 1,98m e Lumis Infinit 2,10m. Carretilhas: Curado 300 EJ, Contender GTO Big Game, Brisa GTO 5000 e New Titan 6000.

Pirararas: Varas: Evolution 80 libras e Striker 45 libras Carretilhas: Penn 330 LD e Shimano Corvalus 400.

Foi só começar os arremessos com as bóias barão gigante, chicotes com 2m e as tradicionais miçangas e e.v.a.’s, para os redondos começarem a subir na ceva e em pouco tempo começaram a sair os pequenos, mas valentes tambacus para as fotos.

Entre um tamba e outro, algumas belas tilápias também deram as caras, além dessa bonita carpa.

De repente vi um tamba bem grande nadando perto da margem e como havia arremessado e não entrou nenhum peixe, pensei “vou recolher e deixar os e.v.a.’s, bem na cara dele”, não deu outra recolhi e quando estava perto dele parei, ele veio, olhou, passou, voltou, olhou novamente e… creu!!! pegou na isca, e no visual dei a fisgada certeira, com uma grande briga até que esse grande e belo exemplar saiu para a foto.

Ao final do dia, como de costume, nos preocupamos apenas com as pirararas, que tem em grande quantidade no pesqueiro e é garantia de uma boa e grande briga, e como não poderia ser diferente elas, isso mesmo as do rabo vermelho começaram a sair.

No dia seguinte, já com nosso amigo Bruno de São Paulo que chegou no Pesqueiro na madrugada, continuamos com a pescaria com cevadeira, e como ventava um pouco, por vezes os peixes davam uma parada, era só trocar o chicote e colocar um chicotinho de 20 cm com ração na pinga que a fisgada estava garantida. Segue fotos de muitos redondos fisgados nessa pescaria.