Pesqueiro Retiro das Lajes – O leitor Matheus trouxe uma ótima opção de pesca em Minas Gerais


Local: Pesqueiro Retiro das Lajes - Inhaúma – MG Data: Novembro de 2009

Olá amigos,

Sou o Matheus Machado, tenho 15 anos, pesco desde os 10 anos de idade e primeiramente gostaria de agradecer a grande oportunidade de postar uma matéria nesse site, fico muito feliz de poder vê-la no melhor site de pesca do Brasil…

Então vou contar para vocês como foi essa pescaria…

Na última semana resolvemos ir pescar no pesqueiro Retiro das Lajes, localizado em Inhaúma-Mg, freqüento esse pesqueiro a vários anos e sempre pesquei bons peixes nesse local.

Como chegar: Pegar a BR 040 no sentido Brasília, andar aproximadamente 65 km até chegar no trevo de sete lagoas, Km 475, ao chegar nesse trevo é só seguir para a placa Inhaúma/Cachoeira da prata e andar por mais 12 km até que você vai ver uma placa do pesqueiro, aí é só andar poucos metros de estrada de terra e você já esta dentro dele.

O pesqueiro possui 7 lagos para a pesca esportiva, com peixes de até 30kg.

Saímos de belo horizonte por volta das 7:30h e resolvi levar comigo um grande amigo meu, só que ele não sabia pescar de molinete e eu iria ensina-lo a pescar.

Chegamos ao pesqueiro por volta das 9:00 e fomos muito bem recebidos pelo dono e por sua esposa.

Eu estava com apenas com 1 equipamento:

- Carretilha Magna 5000 - Linha 0,40mm monofilamento - Vara 10-20lbs - Bóia de arremesso com chicote de linha 0,45mm - Isca: Ração de hamster na pinga.

Para o meu amigo, eu emprestei 1 equipamento:

- Molinete com linha 0.33mm - Vara 10-20lbs - Bóia de arremesso com chicote de linha 0,45mm - Isca: Ração de hamster na pinga.

Logo que lancei minha carretilha, uma bonita patinga atacou a ração e veio para a foto.

Depois quando estava ensinado meu amigo a pescar a bóia dele afunda e ele fisga seu primeiro peixe, um pequeno tambacu. Soltamos o peixe e minutos depois eu fisgo outro tambacu.

Enquanto eu estava soltando o tamba, a bóia do meu amigo afunda e ele fisga seu segundo tamba, lembrando que essa foi sua primeira pescaria com molinete. 10 minutos depois outro tambacu ataca a isca, tiramos a foto, e soltamos ele de novo.

Segundo o dono do pesqueiro, muitos tambacus e patingas de 2 a 6 kg foram colocados no lago e alguns exemplares de 20 a 22 kg também foram soltos.

Depois desse último peixe resolvemos ir almoçar e mudamos de lugar, pois o local que estávamos não tinha quiosque e o sol estava muito quente. Almoçamos uma ótima comida mineira que a dona do pesqueiro prepara no fogão a lenha, descansamos um pouco e voltamos para a pescaria.

Lançamos as varas e quando minha bóia caiu na água o peixe já pegou a isca, um bonito tambacu que brigou bastante pelo seu porte, peixe na faixa de 5 kg mais ou menos.

Liberamos ele e ficamos a espera dos peixes. Minutos depois um peixe grande entra na vara do meu amigo e corre pra debaixo da ponte, infelizmente a linha arrebenta antes de passarmos a vara por baixo da ponte.

Ficamos mais uns 50minutos sem ter ação e então resolvi tirar uma soneca debaixo da árvore.

Depois de um tempo minha bóia afunda novamente e um belo de um curimba entra na ração, tive todo cuidado para tirar ele pois esse peixe tem uma boca muito mole e se forçarmos é perigoso a boca dele arrebentar.

Jamais segure esse peixe com a alicate de contenção, os redondos que tem uma boca dura já não se deve usar, os curimbas tem a boca muito mole e se usar o alicate é certeiro que sua boca ira arrebentar.

Mais tarde a bóia do meu amigo abaixa e como ele estava longe, deixou eu brigar com o peixe e poucos minutos depois um bonito tambacu se revelou.

Algum tempo depois eu ouço um estouro e vejo minha bóia desaparecer, fisguei o peixe e vi que era um bruto, briguei bastante com ele e mais ou menos 30 minutos depois ele se rende e vimos que era um belo de um tambacu.

Soltamos ele e como estávamos cansados, liguei para meu pai ir me buscar, pois como ele não gosta de pescar, ele só me deixa no pesqueiro e vai embora.

Começamos a juntar os equipamento mas quando eu vi que tinha um pedacinho de ração na mesa, isquei e mandei bem no meio do lago.

Não deu 2 minutos e minha bóia afundou e o peixe deu uma bela corrida, sabíamos que era um tamba de bom porte, briguei com ele por um bom tempos e meu amigo passou o passagua nele, isso ai já era de noite e estávamos apenas com uma lanterna fraca, foi muito legal, como eu tirei o peixe perto do restaurante, levei ele até lá, fotografei e pesei na balança em que o dono do pesqueiro pesa bezerros e marcou 16 kg , menos 1kg do passagua então 15kg de muita emoção…

Depois disso fomos embora muito felizes pelo dia de pesca e com os braços doendo também, com certeza um dos melhores dias de pesca que eu já tive nesse pesqueiro.

Lembramos que esse pesqueiro também tem muitos peixes de couro, hoje eu não estava atrás deles, mas vou mostrar uma foto de um exemplar que eu já fisguei no começo de novembro.

Gostaria de mandar um abraço para o Sr. Silvio e Valdete, donos do pesqueiro, para o Marcio David e toda equipe Fishingtur.

Abraços

Matheus Machado

#retirodaslajes #pesqueiro #fishingtur #tambacu #pincachara #pintado #lagodepesca #pacu

Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

Logo Completo Colorido recorte.png

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007