Fazenda Paraná – Equipe Fishingtur retorna a terra do queijo e dos Gigantes Redondos Uai !


Local: Fazenda Paraná - Nova Serrana - MG Data: Janeiro de 2013

Olá Amigos leitores de nosso site,

No último feriado de aniversário da Capital Paulista decidimos aproveitá-lo com uma excelente pescaria no Pesqueiro Fazenda Paraná que está situado próximo a Cidade de Nova Serrana no estado de Minas Gerais. Saímos de São Paulo pela Rodovia Fernão Dias, e no Km 617 pegamos a saída para Oliveira, e percorremos cerca de 100 km pela BR 494 sentido a cidade de Nova Serrana. A distância de São Paulo/Capital até o Pesqueiro é de aproximadamente 520 km.

Seguimos para essa aventura eu (Silvio Leme), Adimir e o Anderson e combinamos de acordar bem cedo e partimos de São Paulo as 04h00min h., de 25/01/2013 e após uma viagem tranqüila por estradas bem conservadas, chegamos a Fazenda Paraná por volta das 10h00min h., e fomos recebidos pelo Klebinho que administra o local.

Uma rápida conversa e decidimos andar pela margem e conhecer o local e por volta das 11h30min h., a decisão foi de “firmar território” na margem oposta ao restaurante para nos abrigarmos das pancadas de chuva que caiam de forma repentina. Assim, com a montagem dos equipamentos iniciamos os trabalhos!!!

Entretanto, como iniciamos a nossa pescaria por volta das 12h00min h., as ações dos peixes estavam bem fracas, apenas os menores exemplares estavam atacando as nossas iscas (não tiramos fotos) e por volta das 13h00min h., o aroma da boa comida mineira vindo do restaurante nos fez interromper imediatamente a pescaria e partir para o almoço.

Após retornarmos, reiniciamos a pescaria com bóias cevadeiras e eva’s sendo os arremessos direcionados ao centro do Lago. Rapidamente avistamos rebojos dos grandes redondos próximos a ceva. Adrenalina e expectativa subindo, até que lá se vai todo o conjunto de bóia cevadeira, bóia guia eva’s e miçanga para as profundezas e apenas confirmei a fisgada e imediatamente recebi um contra-ataque com o peixe levando fácil uns 30 metros de linha (isso foi uma constante). Como o conjunto era de carretilha perfil baixo de linha 0.37 mm e o arremesso teve cerca de 50 metros, ainda restavam cerca de 30 metros de linha no carretel, mas como se tratava do primeiro peixe de Respeito mantive a fricção no limite para não ter o primeiro “zera carretel” e minutos depois um lindo Tambacu entrou no passaguá para as fotos com a equipe Fishingtur!!!

Peixe liberado e novos arremessos ao centro do lago e novamente peixe brigador na ponta da linha. Na Fazenda Paraná os peixes não dão trégua, “brigam” demais obrigando o pescador levar equipamentos de boa qualidade, caso contrário os gigantes não saem da água não e, depois de uns 10 minutos mais um belo exemplar prancha na margem para alegria da equipe Fishingtur. Força, muita força para segurar os “monstros pós-batalha”!!!