Clube Jaó – Pescaria de gigantes praticamente no centro de Goiânia


Local: Clube Jaó – Goiãnia – GO Data: Maio de 2014

Olá amigos do Fishingtur,

Desta vez fomos visitar o excelente e promissor pesqueiro na cidade de Goiânia, estamos falando do Clube de Pesca Jaó, um clube de pesca localizado estrategicamente próximo ao centro da cidade de Goiânia, e não é só isso não, está a 5 minutos do aeroporto.

Se tratando que o proprietário do Clube de Pesca Jaó é o nosso amigo André, já tínhamos certeza de peixes grandes no lago, pois ele é o proprietário nada mais, nada menos que o Pesqueiro Eco Pesca, no Rio Quente Resorts, e também foi ele que montou o Clube de Pesca Paraíso Verde, que sem sombra de dúvidas estão no top5 de pesqueiros do Brasil. Sabendo disso, a vontade de pescar só aumentava, e nessa aventura embarcamos, eu(Fernando), Marcio David e Silvio Leme.

Antes de ir, resolvemos reforçar o nosso “arsenal” e então passamos em uma casa de Iscas 24 horas e compramos Tuvira e minhocoçu, iscas que são muito comuns no cardápio das grandes araras do rabo vermelho.

Ao chegar, já fomos recepcionados pelo André (proprietário) e pelo Eduardo Caldas, e as notícias não eram das melhores, pois recebemos a informação que os peixes estavam muito recentes no lago, soltos a dias, porém, quando o André começou a falar a quantidade e os tamanhos, esquecemos das más notícias e fomos direto pro lago, visto que lá residem grandes Pirararas que passam dos 40kg, jundiás até 15kg, redondos enormes, entre eles tambacus, tambaquis, tambatingas, pirapitingas e caranhas, fora as espécies consideradas “exóticas” como o Jaú, e o Abotoado.

Bom, demos um basta na conversa e fomos direto pro lago, visto que chegamos no pesqueiro por voltas das 20 horas, arrumamos os equipamentos o mais rápido possível, e antes das 20:30h já estavam todas nossas varas na água.

E logo já foram aparecendo os primeiros peixes. Um tamba que foi capturado no beijinho como isca, e os grandes jundiás que atacaram todos os tipos de iscas como a tuvira, minhocoçu e guelras.

Depois das 2 da manhã, um sereno nos castigou nossa equipe na beira do lago, e junto com ele, um frio que parecia que estávamos em São Paulo, então, o jeito foi dormir para que logo cedo continuássemos nossas buscas dos gigantes do Jaó. Mesmo sabendo que na manhã seguinte teríamos que seguir viagem para o Paraíso verde.

Deixamos todas as varas de pira armadas em volta do lago, e ao amanhecer, percebo uma de minhas varas com a linha esticada até o meio do lago, eu tinha deixado uma tuvira viva a 2 metros da margem. Corri e mandei aquela fisgada e não poderia ser diferente, capturo a primeira pirarara da pescaria. E após essa abertura com chave de ouro, não perdemos tempo e começamos as atividades com as cevadeiras, torpedos e algumas iscas de superfície como Pão, salsicha e pele de frango, porém sem resultados, e foi onde tivemos a idéia de cevar um pouco o laguinho ao lado, que é o pesque e pague , onde se encontra vários tipos de espécies, como pacus, tambacus, tambaquis, tilapias e piaus, e após uma cevadinha, muitos peixes começaram a subir e como pescadores fanáticos, não poderíamos deixar de dar uns pinchos, e o resultado ???? um peixe atrás do outro ! O Marcio estava na varinha de mão, e eu e o Silvio, no torpedinho com ração na pinga a 15cm de profundidade.

Por volta das 11 da manhã, nosso amigo e proprietário André chega no pesqueiro, e já logo vem saber como foi nossa pescaria. Após conversarmos, o André disse a nós que com a queda da temperatura, e a chegada de muitos peixes no lago, a pescaria iria ser muito difícil, e então, resolvemos ir embora, porém, o gostinho de quero mais ficou em nossas cabeças e com certeza, assim que passar esse frio, voltaremos a esse novo e promissor Clube de Pesca.

Abaixo segue algumas fotos atuais do pesqueiro, provando que os gigantes aos poucos irão se acostumando com o novo lar, e dando alegria aos pescadores.

Acompanhem esses excelentes redondos que residem por lá e que estão sendo fisgados pouco a pouco.

E até as espécies não comuns em pesqueiros como os Jaús e abotoados, já andaram dando alegria para os goianos. E olhem só o tamanho desse abotoado.

E abaixo, vamos mostrar algumas das Pirararas que já foram fisgadas no Jaó, mais antes disso, aqui vai algumas dicas para conquistar essas gigantes. A começar pelos equipamentos, que aconselhamos linhas acima de 0,60mm pois como trata-se de um lugar onde reside grandes pirararas, temos a probabilidade de engatar uma gigante e acabarmos frustrados por utilizar um equipamento inapropriado, além da linha, varas acima de 40lbs já oferecem uma boa resistência, podendo ser até 80lbs, pois facilitará a retirada do peixe, diminuindo o tempo de briga e consequentemente o stress do peixe.

Também não podemos deixar de citar as carretilhas que terão que comportar uma certa quantidade entre 80 a 100 metros de linha da bitola utilizada, assim deixando seu equipamento equilibrado para a pesca das Pirararas. Entre as iscas mais utilizadas, gostamos muito das iscas vivas como Tuviras, piaus e tilápias, e outras como Minhocoçu, cabeça de peixe (tilápia e pacu) , posta de peixe, e guelra, também tendo a probabilidade de pegar em outras iscas como salsicha, mussarela, provolone, pele de frango ente outras.

Segue as fotos das Pirararas !

A foto abaixo mostra bem a proximidade do Jaó Pesca com os Aeroporto Santa Genoveva, dentro da capital Goiânia.

Bom, vamos ficando por aqui e antes, não podemos deixar de agradecer nosso amigo André, que sempre confiou em nosso trabalho, abrindo a porta de todos os seus pesqueiros para que possamos fazer nossas matérias. E com certeza, voltaremos a esse pesqueiro e mostraremos as gigantes pirararas a vocês leitores !

Abraço a todos,

#clubedepesca #clubejaó #jao #jaoemgoiania #pescaria #pesqueiro #tambacu #tambaqui #pirarara #abotoado #jundia #tilapia

12 visualizações
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007