Fishingtur Selvagem - Aventura e Adrenalina em busca do Tucunaré na exuberante Selva Amazônica.


Local: Barcelos e Santa Isabel (AM) Data: Dezembro de 2015

Olá amigos!

Como sempre, gostaria de iniciar dizendo que é com enorme satisfação e orgulho que escrevo mais uma matéria aos leitores do nosso site de uma aventura de nossa equipe na magnífica região Amazônica. Como todas as pescarias na região, ela se inicia bem antes da data da viagem, visto a necessidade de preparação de toda a logística que uma aventura selvagem requer em um local exuberante, mas inóspito e acreditem perigoso e desde os guias, embarcações, combustível, alimentação, bebidas e toda a infraestrutura necessária deve ser cuidadosamente analisada e checada mês-a-mês para que dias antes da viagem tudo esteja planejado e 100% adequado. Assim, nossa aventura se iniciou ainda no mês de Janeiro com a definição do grupo e aquisição das passagens aéreas São Paulo x Manaus x São Paulo. O primeiro obstáculo logo apareceu, visto que, vôos de Manaus para Barcelos ou Santa Isabel somente fretado e nosso grupo era pequeno para podermos fretar um avião com bom custo x beneficio. Assim, decidimos novamente fazer esse trajeto de Barco e tínhamos 2 (duas) opções uma sendo de 36 horas de viagem e outra em 12 horas em uma lancha “rápida” que sai do Porto de São Raimundo em Manaus. Claro que optamos pela lancha “rápida” que na verdade parece mais com um grande ônibus que comporta aproximadamente 100 pessoas, tem um relativo conforto e na falta e/ou impossibilidade do aéreo trata-se de boa opção.

Lancha rápida.

Uma das vantagens de seguir nessa lancha é aproveitar e contemplar muito a natureza e desfrutar de tudo que a região amazônica nos oferece!!!

Região Amazônica.

Chegamos a Barcelos durante a noite e lá estava o meu grande amigo Dino, que é sempre o anfitrião de nossas aventuras e tem um conhecimento ímpar da região. Nossa partida seria imediata e apenas mudamos nossas bagagens de barco e seguimos viagem para finalmente após quase 10 meses iniciarmos a tão sonhada pescaria. Navegamos por toda a noite com destino a Santa Isabel, mas ao amanhecer do dia não resistimos e partimos para pescaria enquanto o barco “mãe” navegava rio acima e, o amigo Gilmar logo engata um belo Tucunaré Açu que atacou com voracidade a isca Zig Zara do Nelson Nakamura. Tucunaré Açu Gilmar

Olhem aí algumas fotos do nosso “possante” e valente Barco “Mãe” que nos conduziu fortemente por todos os dias de nossa aventura.

Barco de apoio

Mas como o nosso objetivo é o Tucunaré aí está ele o pequeno, bravo e valente Açu e vocês poderão observar o Dino ao meu lado já devidamente uniformizado e o China com o famoso “braboleta”!!!.

Pescar desembarcado na Praia ao final do dia e acompanhar o por do sol... confesso que fico sem palavras para descrever, mas acredito que vocês possam ter um pouco desse sentimento com as fotos abaixo. Esse estado do Amazonas.... para mim não existe nada igual!!

Região Amazônica.

Novamente os Tucunarés Borboletas carinhosamente apelidados de “Braboletas”.

Tucunaré Silvio Leme

E os gigantes Açus.... este atravessou em sua boca uma isca de hélice gigantesca e com maestria o amigo Gilmar trabalhou bem o peixe e o colocou no barco para as fotos. Peixe lindo!!!

Tucunaré Açu Gilmar

Nesse esquema aventureiro as bagagens e equipamentos devem ser bem restringidos devido a peso e tamanho e é inevitável ter que lavar roupa e claro, improvisar um varal natural para que sequem durante a noite!!!

Fishingtur na Amazônia

Pescando em uma margem de praia no Rio, trabalhando uma isca Zig Zara (das iscas Nelson Nakamura) escuto uma grande pancada POOOOWWWWW…. , confirmo a fisgada, peixe tomando linha de forma desesperada e escuto o amigo Dino dizer, é peixe bom e quando o Tucunaré pranchou na borda do barco, lá estávamos nós com um dos brutos amazonense na ponta da linha e nos braços. Bonito Peixe!!!

Tucunaré Açu Silvio Leme

E aí está amigos a nossa humilde residência.