Rio Água Boa – A casa dos TucunaREX gigantes em Roraima


Local: Rio Água Boa – Roraima – BR Data: 20 a 25 de setembro de 2014

Olá Amigos!

A equipe Fishingtur a convite do amigo Carlinhos, um dos proprietários do Barco Hotel Dona Socorro, foi convidada para fazer a primeira pescaria da temporada 2014/2015 em um dos rios mais desejados do nosso Brasil, o famoso Rio Água Boa, casa dos TucunaREX, o berço do cobiçado Tucunaré Açu.

-Barco Hotel Dona Socorro Caracaraí – Roraima – BR 062 3364-2710

Data fechada com o amigo Carlinhos, um bom bate papo com o gerente do barco, o Éden, e faltando apenas 20 dias para a viagem, corremos atrás de patrocínios de iscas, equipamentos e passagens aéreas. Graças a Deus o nome do Fishingtur é muito bem visto e rapidamente tivemos o retorno de grandes amigos e dias antes de nossa viagem estava tudo pronto. Não podemos deixar de agradecer a grandes amigos e parceiros que estiveram com o Fishingtur nesta viagem:

– Expedição Água Boa – Roraima – BR –

Klebinho – Fazenda Paraná Léo – Massas Paturi Tiago e Hideki – Abu Garcia Marcelo e Marcel - Zagaia Lures Flavio – Extreme Jigs Fernando Gil – Fishing Master Viniciues - Yara Iscas Augusto – Iscas Nakamura Carlinhos, Éden e Guabi – Barco Dona Socorro

Nesta aventura, embarcamos eu (Marcio David) e nosso amigo China. Saímos de São Paulo em voo direto para Manaus, onde aguardamos o próximo voo para a capital de Roraima, a cidade de Boa Vista, cerca de 1h:20min de voo. Ao chegarmos no aeroporto de Boa Vista, fomos recepcionados pelo amigo Éden e sua equipe, os quais fizeram nosso translado com cerca de 140 km de estrada asfaltada em ótimo estado, até a cidade de Caracaraí, as margens do Rio Branco. Trajeto feito em menos de 2 horas em carro ou van, com ar condicionado. Assim que descemos do carro, já avistamos o formoso Barco Hotel Dona Socorro, barco muito bonito e muito bem distribuído, com 6 cabines duplas que acomodam até 12 pescadores, possui uma grande varanda com mesas e um refeitório de bom tamanho. Entramos no barco e logo já estávamos acomodados em nossa cabine, com beliche, ar condicionado central e banheiro privativo. Arrumamos nossas coisas e subimos para saborear um bom café da manhã, enquanto o barco descia o Rio Branco a caminho do Rio Água Boa.

Equipamentos montados, carretilhas lubrificadas e com Carbontex para poder segurar as corridas dos gigantes, excelente trabalho realizado pelo amigo Fernando Gil da Fishing Master. Iscas escolhidas e agora era só esperar o momento e começar os arremessos.

Ainda no Rio Branco, na boca do Rio Água Boa, começamos os primeiros pinchos. O rio estava relativamente muito baixo para a época, mas assim que descemos para as voadeiras recebemos as notícias que o rio que tinha baixado mais de 2 metros, estava recebendo água, ou seja, o repiquete veio nos dar boas vindas. Para quem não sabe, essa mudança brusca na altura das águas muda e muito o comportamento dos peixes, os quais param de comer e/ou ficam muito manhosos. Enfim, refeitos da péssima notícia, seguimos com nosso guia, o Pixilingue e primeiramente entramos em uma grande lagoa e depois de muitos arremessos, experimentando as novas iscas da Yara Iscas, hélices e poppers (Devassa e Quimerinha), o China que estava com a Zig Zara do Nelson Nakamura engatou o primeiro peixe do dia. peixe este que subiu rebojando na minha hélice e que ele fisgou na sequencia com a zig zara.