Rio Araguaia 2010 – Em busca dos gigantes peixes de couro do Araguaia


Local: Rio Araguaia – Luiz Alves - Goiás - Brasil Data: 13 a 18 de setembro de 2010

Barco Hotel Miragem

Olá Amigos

Nossa equipe fez uma expedição saindo de São Paulo de carro até a cidade de Luiz Alves em Goiás. Foram aproximadamente 18 horas de viagem e até o nosso destino. Eu, Diego e Felipe Papai e o pai deles. Uma viagem tranquila com estradas boas, exceto um pequeno trecho depois de Goiânia com muitos buracos, porém, 100% asfaltada. Chegando em Luiz Alves, pela segunda vez ficamos por conta do Barco Hotel Miragem. Um ótimo barco hotel com 4 cabines para 4 pessoas cada, em um total de até 16 pescadores. Com o barco é possível fazer a pescaria até o Cristalino, mas nesta viagem optamos em ficar próximos a Luiz Alves, pois os grandes peixes de couro estavam atacando muito bem por ali.

Agora em setembro o Rio Araguaia estava bem baixo, com muitas praias e grandes poços, e assim a facilidade de se achar o canal, onde se encontravam os nossos objetivos que eram as Piraíbas. Já saímos de São Paulo com a intenção de ir atrás somente das gigantescas Piraíbas do Araguaia. Tivemos informações que muitas pirararas estavam saindo, mas o que queríamos era a Piraíba. Antes da viagem, entrei em contato com dois grandes amigos da cidade de Rio Claro, interior de São Paulo, O Felipe e o Daniel da empresa PENN-RAÍBA CARRETILHAS. Todos nós sabemos o alto custo das grandes carretilhas para a pesca pesada, e para esse tipo de pescaria nada melhor do que as carretilhas PENN que garantem total segurança na briga com o peixe.

Um ótima opção para você que quer obter um material pesado é entrar em contato com esta empresa, pois o trabalho deles consiste em revender equipamentos novos e semi usados a um preço espetacular. Eles fazem toda a manutenção nos equipamentos e vendem somente o que está em perfeitas condições. Eu adquiri duas carretilhas PENN e usei perfeitamente nesta pescaria, eu recomendo. Só para vocês terem uma ideia, carretilhas que hoje custam em média 800,00, você pode encontrar aqui na média de 300,00 ou menos. Esta pescaria foi um teste para a VARA JAGUAR 80-100 libras – ALBATROZ FISHING, um excelente material, em conjunto com as Carretilhas Penn, que estavam em média com 280 metros de linha mono Max Force 0,92 mm e 300 mts de linha mono Max Force 0,87 mm.

Depois de muitas conversas com o pessoal da região, entramos em contato com um dos melhores Guias de Pesca do Araguaia, o Nicke (Nica). O Nica vem de um família de 5 irmãos, todos piloteiros e recordistas em Piraíbas no Araguaia.

Para esta pescaria os nossos guias foram o próprio Nica e seu irmão Tetéu. Se você for ao Araguaia, antes, entre em contato com o Nica e agende a pescaria.

-Guia de Pesca Nicka (Nica) - Tel.: 62 9941 5973 c/ Elcione ou 62 9919 9737 com Nicka.

Pescaria:

Como o nosso objetivo era a Piraíba, a nossa pescaria era feita exatamente no meio do canal, local de maior predominância da Piraíba. Já para as Pirararas, a pescaria seria feita em sua maior parte mais próximo a margem, nas pauleiras. As iscas usadas eram pacus, traíras, cachorras, vivas ou em pedaços. A chumbada era relativamente pequena, as vezes no máximo 30 gramas. O cabo de aço de 150 a 200 libras e o anzol 10/0 e 12/0.

Chegando no ponto de pesca, soltávamos as iscas e o piloteiro subia o rio aproximadamente 100 a 120 metros, onde o barco era apoitado, recolhíamos o excesso de linha e ficávamos a espera do peixe, ou seja, a distância do barco até o anzol era de mais de 100 metros. A explicação que tivemos é que a Piraíba é muito manhosa e se o barco estiver por perto, você não vai ver nem sinal do peixe. E é por esse motivo que você vai precisar de uma carretilha no mínimo com 250 metros de linha. Mesmo pescando no canal atrás das Piraíbas, é comum uma ou outra Pirarara atacar a isca e foi isso que aconteceu com o Diego nos primeiros 15 minutos de pescaria. Uma puxada bruta e uma forte tomada de linha, foi o suficiente para dificultar a tirada da vara do suporte do barco, mas depois, eu presenciei de perto um verdadeiro cabo de guerra entre o Diego e o peixe. O vídeo desta pescaria você vai poder ver em nosso próximo DVD, aguardem.

Depois de uns bons e difíceis minutos de briga o Nica encostou o barco em uma praia e o Diego pode tranquilamente tirar o peixe. A Pirarara briga muito sujo, procura o enrosco o tempo todo, esse é outro motivo de que a linha tem que ser boa e no mínimo uma 0,80 mm. Um exemplar com 1,26 mts.

Um grande problema aqui no Araguaia é o excesso de Botos, eles além de atrapalhar a pescaria e roubar as iscas, assim que você fisga um bom peixe, ele já vem atrás para atacar. Já houve casos de Botos que atacaram Piraíbas com mais de 150 kg. Principalmente na hora de soltar o peixe, você precisa tomar cuidado, pois se o Boto estiver por perto, vai se aproveitar de que o peixe está cansado e vai atacá-lo. Portanto, os guias estão fazendo um ótimo trabalho de recuperação total do peixe antes de soltar e além disso fazem de tudo para assustar o boto antes. O Rio Araguaia tem como uma de suas belezas, a natureza e um belo entardecer. Depois de uma boa pescaria, ser presenteado com uma cena dessas é realmente impagável.

Mais uma vez o Diego foi presenteado por uma forte puxada na fricção. Como é uma pescaria de espera, sempre quando você está bem distraído, o peixe resolve aparecer e o susto ao ouvir a fricção é grande. A adrenalina vai lá em cima. Outra vez uma briga forte com grandes corridas e muito peso. Independente de qualquer coisa, a experiência do guia de pesca é fundamental aqui no Araguaia. Longos minutos de briga até ver o grande rabo vermelho rebojando, alegria geral ao ver uma gigantesca Pirarara na ponta da linha. Mais uma vez fomos contemplados com um pôr-do-sol espetacular. Um obrigado da natureza para nós que sempre lutamos pela preservação.

No terceiro dia de pesca eu levei três grandes puxadas, uma delas segundo nosso guia era uma grande Piraíba, puxada esta que levou mais de 100 mts de linha sem parar e sem chance de se fisgar, e infelizmente o peixe escapou. Mas na mesma tarde um leve puxão na linha, calmamente retirei a vara do suporte e aguardei. Senti o peixe carregando a isca, fui acompanhando e travei, confirmei a fisgada 7 vezes e aí sim a bruta estava fisgada. Como de costume uma briga forte e constante e por sorte sem enrosco. O peixe já estava dominado, pelo menos era o que eu pensava, quando de repente uma forte tomada levou mais de 100 metros de linha pro fundo do rio novamente. Uma puxada incrível e muita dor no braço até que o barco foi para a praia e eu consegui avistar o grande rabo vermelho na ponta da linha. Não tem como explicar a sensação neste exato momento, uma mistura de alegria e medo, de energia e desgaste, adrenalina ao extremo e a satisfação de ter conseguido trazer a gigante até seus braços. Um belo exemplar de 1,27mts. Como já disse, a nossa pescaria tinha como objetivo a Piraíba, por isso seria feita no meio do canal. Se tivéssemos optado em ir em busca das Pirararas, teríamos fisgados dezenas de exemplares, pois o peixe estava muito ativo. Mas objetivo é objetivo e ao final de mais de 1:20h de briga nosso amigo Felipe conseguiu trazer um belo exemplar com 1,83mts e aproximadamente 120kg. Uma gigantesca Piraíba que travou uma fantástica briga em uma vara de 200 libras e uma carretilha Penn.

As imagens abaixo dispensam qualquer tipo de comentários ou explicações. A Piraíba realmente é o posto mais alto que um pescador pode atingir entre os peixes de água doce. Um fato que chamou e muito a atenção é o cuidado que os guias de pesca do Araguaia estão tendo com os peixes. As vezes eles não deixam nem você levantar demais o peixe para não o prejudicar. é desse tipo de tratamento que estamos precisando em todo o Brasil.

Parabéns aos Guias de Pesca Nicke e Tetéu pelo ótimo trabalho. No decorrer da viagem e como amante de boas fotografias, registrei alguns momentos interessantes, como uma pequena cachara que foi fisgada em um córrego em busca de iscas. Peixe este que foi solto após as fotos. Depois de tantos momentos maravilhosos vividos no Rio Araguaia na companhia de grandes amigos e a bordo do ótimo barco Hotel Miragem, percorremos mais 1.550 km de volta a São Paulo trazendo na mente cada instante, cada minuto das grandes brigas, cada tomada de linha e cada fisgada, tendo como satisfação maior, ter a imagem do peixe sendo solto e voltando para o rio livremente.

Pesca Esportiva, 100% preservação. Faça a sua parte.

Seguem algumas fotos de outra pescaria que o Diego fez em maio de 2010

Um forte abraço a todos do Barco Miragem, ao guias Nicke e Tetéu, aos amigos pescadores e a todos os nossos leitores.

#RioAraguaia #Goias #Aventura #Adrenalina #Emoção #Peixesdecouro #amigos #Pescaria #Viagem #Natureza

4 visualizações
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

Fishingtur Pesca e Turismo 2007