Pesqueiro Pexe Loko - Uma boa opção para sua pescaria


Local: Pesqueiro Pexe Loko - Agudos - SP Data: 22 de janeiro de 2011

Olá Amigos,

Meu nome é Diego e vou relatar um pescaria que fiz no Pesqueiro Pexe Loko, na cidade de Agudos, interior de São Paulo.

Saindo de São Paulo, siga pela Rodovia Castelo Branco e um pouco depois do Km 200, pegar a saída par a Rodovia Marechal Rondon. Seguir pela Rondon até o Km 320, na cidade de Agudos. Na própria Rondon, já tem placa do pesqueiro.

A distância saindo de São Paulo é de aprox. 315 km.

O dia estava quente, quente, muito quente, tão quente que cheguei a molhar a camisa somente para armar minhas três varas de 60lb’s no Pesqueiro Pexe Loco onde no verão costuma-se pegar uma boa quantidade de Pirararas na média de 8 kg. Cheguei ao pesqueiro às 16:00h e outros pescadores me informaram que o dia não estava muito bom. Levei muitas iscas e armei cada vara usando um sistema e uma isca diferente e com o passar do tempo mudava a posição da varas e das iscas. Primeiramente no sistema de anzol e girador sem chumbada, coloquei um pedaço de peixe, no segundo sistema já com chumbada para isca viva coloquei dois lambaris e no 3º sistema com bóia, um generoso pedaço de calabresa, todas as três iscas arremessadas a 2m da margem. Durante as próximas 3 horas troquei as iscas de posição várias vezes e nada. Notei que das árvores que haviam em toda lateral em que posicionei minhas varas caia um fruto conhecido aqui como jambolão. Imaginei que esses pudessem estar assustando as pirararas mas permaneci onde estava.

Por volta da 19:00h alguns pescadores começaram a pegar pirararas na média de 8kg perto de uma estrutura usada para oxigenar a água. Muitas pirararas foram fisgadas em um curto intervalo de tempo mas poucas foram retiradas da água pois as pirararas tentam correr sempre para o enrosco e como grande parte dos pescadores não utilizam equipamento adequado para a pesca desse peixe o resultado que pude ver mais uma vez foram os mesmos de sempre: muitas linhas estouradas, varas e carretilhas quebradas, e o pior de tudo, várias pirararas com anzóis, linhas e pedaços de varas presos à boca, podendo causar acidentes piores embaixo d’água. Em minha última pescaria como em muitas outras, tive a infelicidade de pegar duas pirararas com o anzol preso à boca e ao corpo, só que dessa vez, como estava escuro só pude notar que havia anzóis presos a elas em casa quando vi as fotos:

Em minha opinião os pesqueiros deveriam proibir o uso de alguns equipamentos e a pesca perto de lugares que existam estruturas.

Bom, continuando com nossa pescaria, depois de tentar diversos locais posicionei a vara que estava com isca viva a 2m em minha direção e por volta da 19:50h uma forte puxada envergou minha vara com muita violência.

Rapidamente travei a fricção da carretilha o máximo que pude, mas mesmo assim ela tomou muita linha e nadou para baixo da estrutura que estava a mais ou menos uns 30m. Corri para a outra margem travei a carretilha no dedo, coloquei a ponta da vara dentro d’agua e comecei o cabo-de-guerra. Depois de uma cansativa briga consegui, com a ajuda de outro pescador, tirar a pirarara da água.

Após tomar água e me recuperar armei duas varas com isca viva no mesmo local. Antes que caísse a noite algumas matrinxãs roubaram alguns lambaris do anzol e um pescador caiu dentro d’água enquanto tentava tirar sua pirarara. O tempo passou e nada acontecia, nem a minhoca iscada no sistema de bóia que sempre apresenta bom resultado não estava pegando nada. Eram 22:00h quando decidi mudar para o outro lado do lago onde não havia estruturas, frutos caindo e estava mais escuro e silencioso. Posicionei as varas usando minhoca e lambari e aí veio o resultado.

Enquanto retirava uma pirarara de 7,06kg da água outra vara deu uma forte envergada e minha namorada, Viviane que me acompanha na maioria das pescarias e tira todas essas fotos brigou com o forte peixe para que sua irmã, Liliane pudesse fotografar o outro.

Nessa pescaria com a ajuda de uma lanterna, revisamos todas as pirararas para ver se não tinham nenhum anzol preso à boca e ao corpo e felizmente não encontramos nenhum.

Um grande abraço a todos.

Diego Ferreira

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Pexe Loko Agudos – SP

#pexeloko #pesqueiro #pescaria #fishingtur

26 visualizações
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007