Pesqueiro Rancho da Pesca – Uma ótima estrutura e muitos peixes grandes em Sorocaba


Local: Pesqueiro Rancho da Pesca - Sorocaba - SP Data: 06 de fevereiro de 2010

Olá amigos

O Fishingtur mais uma vez trazendo um novo pesqueiro com grandes peixes para você. Descobrimos o Rancho da Pesca, um pesqueiro muito bem localizado na cidade de Sorocaba a aproximadamente 90km da capital paulista, a 5km do centro de Sorocaba.

Para chegar ao pesqueiro você tem várias opções, como seguir pela Rodovia Castelo Branco, pegar a saída para Sorocaba no km 78, atravesar o centro de Sorocaba pegando a Av. Cel. Nogueira Padilha até chegar a Rod Raposo Tavares, onde você vai atravessar a Raposo, retornar para SP pegando a primeira saída a direita. Você vai percorrer menos de 2km de terra até o pesqueiro, com placas.

Outra opção é seguir pela Rodovia Raposo Tavares até o km 95, fazer o retorno, voltar pela Raposo até o km 93, onde você vai entrar a direita e seguir 2km até o pesqueiro. Entre os km 92 e 95(interior-sp), qualquer entrada a direita vai sair próximo ao pesqueiro.

Pesqueiro Rancho da Pesca Estrada do Cappio, cx 27 - Caputera – Sorocaba – SP Tel.: 015 3227 0325 / 3227 9281 / 9725 2005

Depois de um breve contato com o Wilson, dono do pesqueiro, partimos neste último sábado para conhecer. Chegamos ao local por volta das 7:30 e aguardamos a abertura as 8h. Fomos os primeiros a chegar e quando o pesqueiro abriu tinham apenas mais 2 carros na fila.

Já da porta do pesqueiro podemos avistar os lagos que são bem pequenos se comparado a qualquer outro pesqueiro que já visitamos. A primeira impressão é de que o dia estaria perdido, pois com um lago tão pequeno assim, dificilmente teria peixes grandes.

Conforme fomos descendo a pequena ladeira até o estacionamento fomos observando cada detalhe do lugar. Tudo muito limpo e organizado. O lago é pequeno mas muito confortável, com muitos bancos e grandes quiosques. A grama bem aparada e lixeiras ao redor do lago dão um ar de limpeza em todo o ambiente.

O pesqueiro possui dois lagos.

Lago 1 - TILÁPIAS, CARPAS, MATRINXÃS, TRAÍRAS, CORIMBAS E BAGRES.

Lago 2 - PINTADOS, TAMBACUS E PIAUS.

Os lagos tem quioques em todas as margens, porém é permitido arremessar somente nas duas laterais, evitando assim o cruzamento das linhas.

Bom, vamos a pescaria, depois continuo mostrando a estrutura do Rancho da Pesca.

Comecei o dia usando dois equipamentos.

- Vara telescópica Crystal CYT 1-270 da Yume com micro-molinete e linha mono 0,25mm

- Vara Xenon XRC – Rainbow 6’0? de 10-25lbs com carretilha titan 6000 e linha mono Triumph 0,36mm

Essa vara da Yume é uma vara de mão de 2,70mts com passadores. A sensação é de se pescar com uma vara de mão, porém se o peixe for grande a linha não vai estourar, por causa do micro molinete.

Na carretilha coloquei apenas um anzol de Black Bass e como isca 1/3 de salsicha flutuando. Pesquei com esse equipamento durante 1:15h e fisguei 13 pincacharas com esse sistema, isso porque perdi no mínimo umas 20 fisgadas por estar distraído ou por ter deixado a vara no suporte.

Bastava jogar um pouco de ração com a mão e dezenas de pincacharas subiam para comer até atacarem a salsicha.

Depois de tantas bigodudas, arremessei a vara telescópica somente com um anzol. chinú 9 e como isca a famosa MASSA PATURI carnívora. Era a isca bater no fundo e os peixes começarem a beliscar, perdi dezenas de fisgadas e corridas, com certeza eram os grandes piaus ou algumas tilápias grandes que restaram no lago, mas em uma das beliscadas resolvi fisgar antes do peixe puxar e o bicho veio. Uma bela tilápia.

Sabe como é, lugar novo, primeira vez, é complicado saber e acertar a isca e a forma que os peixes comem. No decorrer do dia usamos a massa de fundo, massa na bóia, pão flutuando, pão no fundo, ração, salsicha flutuando, salsicha de fundo, tilapinha viva no fundo e na bóia, pedaços de peixe no fundo e na bóia e tivemos ações de todas as maneiras.

As pincacharas subiram o dia todo, bastava arremessar uma salsicha flutuando e era certeza de engatar uma delas.

Os redondos na parte da manhã saíram bem na massa de fundo e na tilapinha viva. No meio do dia a isca da vez foi o pedaço de peixe no fundo e na bóia e a tarde a isca da vez foi o pão e a tilapianha para os maiores exemplares e a massa de fundo para os menores.

Durante o dia vimos três grandes tambacus serem fisgados, eles tinham entre 15 e 25kg e os três tiveram a mesma ação. Assim que foram fisgados, saltaram como uma matrinxã e no desespero dos pescadores em puxar, as linhas eram estouradas. Imaginem um tamba de 20kg saltando quase 1 metro para fora da água. É um show a parte.

Nosso amigo baixo passou a tarde pescando com uma torpedinho com chicote de 1metro com uma tilapinha viva como isca, o interessante é que eram tilapinhas bem pequenas, de 4 a 6cm. Desta maneira ele fisgou cerca de 8 bons tambacus.

Durante a tarde o Sr. Adimir ficou com a Massa Paturi de fundo e eu com o Pão de fundo. O impressionante era que as vezes a chumbada não chegava a encostar no fundo e o peixe já puxava. Mas o peixe é manhoso e raramente se fisgava sozinho, era preciso ficar com a vara em punho e sentir o momento certo de fisgar o bicho. Isso deixa a pescaria muito mais esportiva, pois se o pescador não for rápido e se não tiver a malícia de saber a hora de fisgar, vai perder muito peixe.

Nosso amigo Ricardo ficou bem no cantinho do lago e com uma vara de mão de 2,70mt com salsicha de isca, fisgou mais de 30 piaus, alguns com mais de 3kg. Diversão garantida com a vara de mão.

Segundo outros pescadores que frequentam o lugar, os peixes grandes sobem muito bem na ceva e são fisgados com miçangas e pão flutuando, mas hoje apenas as pincacharas estavam na superfície.

Outros pescadores também garantiram o seu troféu.

Bem no finalzinho do dia, minhas iscas já tinham acabado, já tinhamos guardado quase todas as coisas, mas acabei pedindo um único pão para um vizinho de quiosque e cortei o pão em três partes. Foram três arremessos e três peixes fisgados. O detalhe é que o intervalo entre eles foi menos de 1 minutos cada. Três belos tambacus no pão de fundo.

Segundo o proprietário, o lago tem muitos redondos de 10 a 20kg e uma boa carga de tambacus de 20 a 35kg. No mural de fotos do pesqueiro você poderá ver alguns desses gigantes.

O ideal seria pescar com equipamentos bem leves, por causa do tamanho do lago, porém pelo tamanho dos peixes e pela agressividade de cada exemplar, o equipamento leve não traria bons resultados.

Você pode sim usar varas de até 1,65mts, no máximo 1,80mts, varas de 6 a 15lbs, mas com carretilhas ou molinetes com linha no mínimo 0,35mm, ou seja, uma vara leve para arremesos curtos, mas com linha de alta resistencia, pois o peixe aqui é muito forte e resistente.

Confesso que fiquei impressionado com o Rancho da Pesca. Quando cheguei e ví o pequeno lago não acreditava em fazer uma pescaria boa, mas saí de lá já marcando um outra pescaria para essa semana. Gostei muito do lugar que tem uma ótima estrutura, tem ótimos e grandes peixes e um atendimento de causar inveja. A cada 20 minutos o pessoal passa pelo lago para ver se o pescador está precisando de algo, coisa pouco comum em grandes pesqueiros.

Esse tipo de atendimento eu particularmente acho indispensável, pois com o sol rachando em nossas cabeças, a todo momento tinha uma água, cerveja ou refrigerante bem gelado para beber.

Bem em frente ao lago principal o Rancho da pesca disponibiliza uma grande área com mesas e bancos, além de churrasqueiras, grande parte desta área é coberta e bem arejada. E com vista para o lago.

No pesqueiro são servidos vários tipos de salgados, porções, lanches e saladas.

Nós fomos presenteados com uma grande salada, porção de tilápia e pão, servido na grande área coberta onde também tem as churrasqueiras.

E no finalzinho do dia recebemos na beira do lago uma boa porção de polentas. Aqui você tem a opção de comer na lanchonete ou na beira do lago.

Espero que vocês tenham gostado de mais esta ótima opção de pesca com grandes peixes.

Gostaria de agradecer ao Wilson pela recepção e atendimento e dar os parabéns por manter tão bem este ótimo pesqueiro.

Um abraço também a todos que trabalham no lugar pelo ótimo atendimento.

Fotos por Adimir e Marcio David Texto e edição por Marcio David

Abraços

Marcio David

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Rancho da Pesca Estrada do Cappio, cx 27 - Caputera – Sorocaba – SP

#ranchodapesca #pesqueiro #pescari #fishingtur

50 visualizações
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007