Pesqueiro Stella – O Fishingtur foi conhecer mais um reduto dos grandes peixes no interior Paulista.


Local: Pesqueiro Stella – Bilac – SP Data: Outubro de 2013

Olá amigos leitores,

Como parte de uma das estratégias do site Fishingtur em conhecer novos locais e opções de pesca aos leitores do site, fomos conhecer o Pesqueiro Stella, que está localizado na cidade de Bilac ficando aproximadamente 520 quilômetros de distância da Capital Paulista e posso garantir que vale cada quilômetro rodado.

Na verdade eu (Silvio Leme) já conhecia o Pesqueiro Stella, visto que, no ano de 2006 fiz uma boa pescaria no local, mas certamente as coisas mudaram muito de lá para cá e juntamente com o Fernando Acorci também integrante da Equipe Fishingtur decidimos pegar a estrada rumo ao interior e saímos de São Paulo durante o período da tarde e tivemos uma viagem bem tranqüila e bastante animada devido ao bate-papo e as histórias que fomos contando ao longo do caminho e por volta das 21h30min h., chegamos ao Pesqueiro Stella e fomos muito bem recepcionados pelo Maércio que é o proprietário do local e rapidamente, como é peculiar aos pescadores, fomos analisar o lago e colher algumas dicas com o Maércio que passou a informação que os peixes estavam bem ativos e certamente conseguiríamos executar uma boa pescaria. Que maravilha, uma excelente noticia logo em nossa chegada!!!

O Pesqueiro Stella é dotado de 3 (três) lagos para a prática da pesca Esportiva que habitam uma grande quantidade e variedades de peixes entre eles, os famosos redondos (Pacu, Tambacu, Tambaqui, e Patinga), Tilápias, Matrinxã, Dourados, Cacharas, Pincacharas e a não menos famosa e conhecida Pirarara.

Para o inicio de nossa pescaria escolhemos um local em uma das margens e nos instalamos ao centro do Lago e iniciamos a montagem dos equipamentos e nessa aventura os integrantes da Equipe Fishingtur utilizaram para os Redondos varas de 1,90 m até 2,10 m de 30 libras, com carretilhas de perfil baixo comportando um mínimo de 100 metros de linha monofilamento de bitola 0.37/0.40 mm e as tradicionais e consagradas Bóias Barão (Foguete e cevadeira) de 55/65 gramas.

Para as Pirararas, utilizamos varas de 60/80 libras de tamanho de 2,10 m até 2,40 m, carretilhas de perfil alto tamanhos 6500/7000 da Abu Garcia e a Penn 209 comportando um mínimo de 100 metros de linha monofilamento de bitola 0.62/0.70 mm e anzóis 7, 8 e 9/0 direto na linha (sem encastoado). Para segurar os gigantes utilizamos os suportes (também conhecidos como secretários) reforçados da BL PIRARARA.

As iscas mais utilizadas para os redondos foram às novas Antenas das Bóias Barão (excelente produtividade) o “Beijinho” e a ração úmida na pinga nº 32. Os anzóis foram 4/0 haste longa para o “Beijinho” e Chinú nº 7 para ração. Para as Pirararas utilizamos como isca a cabeça, guelra de Tilápia, Queijo e a Salsicha.

Concluímos a montagem dos equipamentos por volta das 23h00min h., e mandamos linha na água e não demorou muito para 2 bons redondos serem fígados utilizando como isca o tradicional “Beijinho” que em minha opinião é a isca coringa na pescaria de redondos!!!

Nesse inicio de pescaria o Fernando dedicou-se mais a Pescaria das Pirararas e muito rapidamente lá estava ele com uma delas fisgada na ponta da linha e que seguiu para a sessão de fotos. Trata-se de uma Baby Pirarara, mas, estava aberta a contagem!!!

5 minutos após a soltura dessa verdadeira “criança” um dos equipamentos do Fernando recebe uma pancada bruta.... e imediatamente disse... Fernando deve ser a avó da Baby Pira que você acabou de soltar que veio tirar satisfação e o Fernando imediatamente disse demorou Silvião!!! E após uma longa batalha um exemplar De Qualidade estava nos braços do amigo Fernando. Vejam abaixo que linda Pirarara!!!

Pela pancada bruta desse peixe todo o conjunto poderia ter ido parar nas profundezes do lago, entretanto, o que seria de um excelente conjunto sem um ótimo suporte para garantir o seu peixe e preservar o seu equipamento? Pois bem, os suportes da BL PIRARARA são a solução e ratificaram toda a qualidade nessa pescaria!!!

Apesar do cansaço da viagem permanecemos à beira do Lago, a noite estava bacana, sem vento e com uma temperatura agradável e acertamos em permanecer pescando noite adentro, os peixes estavam bem ativos e assim, mais uma sequencia de Pirararas foram capturadas por nossa equipe. A Isca “matadeira” estava sendo a guelra!

Todavia, apesar dos peixes estarem bem ativos, resolvemos ao final da madrugada dar uma descansada e no inicio da manhã seguimos para um café e por volta das 08h00min h., voltamos para labuta e foi possível observar e fotografar a beleza do local. Segue algumas fotos!!!

Iniciamos a pescaria nessa manhã na modalidade que mais gostamos de praticar, sendo a pescaria com bóias cevadeira e na ponta da linha as novas anteninhas das Bóias Barão e com poucas “copadas” observamos uma grande quantidade de redondos na superfície e mandamos fisgadas neles com destaque especial para captura de um Brancão e um Negrão!!!

Logo chega para um bate-papo o Maércio que mencionou o investimento pesado que está executando no Pesqueiro Stella e nos convidou para conhecer os luxuosos chalés que estão em fase final de acabamento e estarão disponíveis para receber ao amigo pescador e sua família a partir do mês de dezembro. Ficaram magníficos e de muito bom gosto, com comodidade e conforto impecável. Vejam que estrutura magnifica e digna de nota 10!!!

Havíamos combinado o almoço para as 12h30min h., mas a “pegadeira” de redondos não nos permitia sairmos da margem do lago. As novas Anteninhas das Bóias Barão estavam impossíveis e bastava cair na água para todo conjunto ir para as profundezas e assim, mais uma linda sequência de bons peixes seguiram para as fotos.