Clube de Pesca Recanto da Matrinxã – Conseguimos encontrar mais uma morada dos grandes Redondos em G


Local: Clube de Pesca Recanto da Matrinxã – Goiânia - GO Data: 09 de maio de 2014

Olá amigos leitores!

A equipe Fishingtur sempre em busca de novos locais e opções de pesca, principalmente dos grandes redondos, conseguiu identificar mais um Pesqueiro nas imediações da cidade de Goiânia (cerca de 30 km) e de bate pronto foi conferir.

Seguimos de avião para o estado de Goiás eu (Silvio Leme), Marcio David e Fernando Acorci para uma expedição de 7 dias, onde visitamos 4 pesqueiros diferentes. Esta expedição denominamos como: “Expedição Fishingtur na Terra do Pequi”. Depois de uma boa conversa com a proprietária Luciana, combinamos nossa pescaria e assim, chegamos ao Clube de Pesca Recanto da Matrinxã na sexta-feira por volta das 07h, onde fomos muito bem recebidos pelos proprietários Odair e Luciana que rapidamente nos preparou um café e aproveitamos para colher informações com o Odair sobre os tipos de peixes, tamanho e forma que costumam se alimentar. Dicas (animadoras) passadas e um registro do belo local que detém restaurante e 2 bons lagos para a prática da Pesca Esportiva.

Pesqueiro Recanto da Matrinxã

Na sequencia partimos para iniciamos a montagem dos nossos equipamentos e escolhemos um local bem ao centro em uma das margens do lago e o Marcio antes mesmo de “iniciarmos os trabalhos” deixou uma salsicha flutuando a 50cm da margem em uma entrada de água e em menos de 10 minutos escutamos um POOOOWWWW... tratava-se de uma linda Pincachara.

Pincachara – Marcio David

Estávamos também gravando um programa (nosso novo desafio) Fishingtur na TV e paramos para o apoio ao Marcio com as filmagens e fotos e quando concluímos a soltura do peixe, cevadeira na água e para nossa grata surpresa muitos redondos subindo na superfície e atacando as anteninhas.... Olhamos um para o outro e comentamos: -Mais um point das “crianças”!!! O Fernando em um de seus primeiros arremessos fisgou um belo redondo, este sim era um gigante, mas acabou escapando depois de quase 20 minutos, mas na sequencia, outros vieram.

Tambacus – Fernando Acorci e Silvio Leme

Além de um equipamento de superfície resolvi tentar também um equipamento na pesca de fundo utilizando a Massa Paturi Carnívora escura e obtive bons resultados. Um amigo ao lado e o Fernando continuaram nos eva’s e os peixes corresponderam e entre eles uma linda Matrinxã para fazer jus ao nome do local.

Tambacus – Silvio Leme e Fernando Acorci e Matrinxã do amigo do Fishingtur

Rapidamente o vento levou parte da ceva para o fundo do lago e o Marcio passou quietinho por mim e arremessou um pedaço de pão flutuando no local e ficou apenas esperando a “pegada” e quando olho para o lado lá estava ele com uma risadinha marota e com o peixe fisgado. Eu não perdi tempo e fui com cevadeira mesmo e após o arremesso, vejo a minha anteninha d