Complexo de pesca e lazer Fish Park em Goiânia-GO


Local: Complexo de pesca e lazer Fish Park em Goiânia-Go Data da pescaria: Sábado, 07 de março de 2009.

Olá Pescadores e Internautas!

Estivemos mais uma vez no Complexo de pesca e lazer Fish Park em Goiânia-Go.

Fomos conferir os novos peixes de grande porte que foram colocados no lago principal do pesqueiro.

Logo na chegada já no caminho para o quiosque que escolhemos, vimos a briga do pescador Neto com uma cachapira, que apareceu para a foto. As chuvas nestas últimas semanas castigaram nossa cidade, deixando um pouco sujo o lago. Prenuncio de que deveríamos procurar os peixes de couro, pois teríamos mais chances de captura. E assim fizemos: montamos duas varas para o fundo colocando como isca minhocuçu e muçum. Escolhemos estas iscas, pois são bastante atrativas aos peixes de couro.

Usamos o seguinte material: Vara Oscar da Ottoni - 1,80m – 15/30lbs, Carretilha Titan 4000 com linha mono Camonline 0,40mm 40lbs. Um pequeno girador de 40lbs e encastor de uns 60cm de linha fluorcarbono de 50lbs. O anzol direto na linha do encastor sem chumbada (Anzol 7/0). Vara 3517-180 da Maruri - 1,80m – 18/28lbs, Carretilha Catana 300 Sumax com linha mono Equilon 0,50mm 40lbs. Um pequeno girador de 40lbs e encastor de uns 60cm de linha fluorcarbono de 50lbs. O anzol direto na linha do encastor sem chumbada (Anzol 7/0).

Não demorou para entrar a primeira cachapira do dia. Um belo exemplar, forte e brigador. Pura emoção na ponta da linha, quem já pegou um peixe desses, sabe o que estou falando. E que lindo peixe, os detalhes da coloração e das pintas e manchas, que é a sua impressão digital são de saltar aos olhos.

Como tínhamos poucos minhocuçu e muçum, mudamos o anzol para robaleiro 6 cm e colocamos como isca a salsicha, conhecida também pelo nome de “xaxixa”, a melhor isca de todas que eu conheço para Clubes de Pesca.

Dica: Observem que usamos uma montagem para o fundo somente com encastor de fluorcarbono, evitando assim o uso de empate de aço. Explico o por quê: a maioria dos peixes de couro de Pesqueiros são muito manhosos, e quando percebem o empate de aço refugam a isca e normalmente não atacam. Isso não quer dizer que não se pega peixes com encastores de aço e até de arame, pega. Mas a chance de o peixe atacar sua isca será menor, caso ele perceba. Outra coisa que as cachapiras são pegas em sua maioria apenas próximo da margem, bem próximo mesmo, não chegando a uns cinco metros o arremesso. É claro que pode acontecer de sair cachapira com a isca arremessada no meio do lago, mas é bem mais difícil.

Voltando a pescaria, iscamos a salsicha, prendemos com macarrão e arremessamos bem próximo da margem e depois de um tempo, trouxemos outra cachapira muito bonita. O pescador Zezinho também pegou uma cachapira, aparentemente a mesma que o Neto fisgou horas atrás. O pescador Laércio também pescou uma cachapira usando lambari vivo como isca na margem.

Com a salsicha no fundo na margem a patinga intrusa do dia também apareceu pra foto. A Patinga é um peixe híbrido que resulta do cruzamento do pacu com a pirapitinga da amazônia. Eu ainda pesquei outra ótima cachapira, de um bom tamanho, também com salsicha na margem.

Agradecemos ao Murilo e toda a equipe de funcionários do Complexo de pesca e lazer Fish Park pela atenção destinada a nós nessa pescaria.

Abaixo segue fotos de alguns peixes de grande porte colocados recentemente no grande lago deste pesqueiro. Veja a soltura dos peixes.

Foto do mural de peixes na entrada.

Voltamos para casa já planejando uma nova pescaria neste excelente pesqueiro.

Até mais, amigos pescadores e “Seeguuuuraaa Peeexxxxãããoooo”!!!

Eduardo Caldas

AGRADECIMENTOS: