Hotel Fazenda Point da Pesca Corumba - Santo Antonio do Descoberto - GO


Local: Hotel Fazenda Point da Pesca Corumba - Santo Antonio do Descoberto - GO Data: Março de 2017

Olá pescadoras e pescadores, leitores do Fishingtur!

Nossa equipe teve o prazer de realizar mais uma pescaria épica no Hotel Fazenda Point da Pesca Corumbá, um lugar sensacional, um verdadeiro oásis para os pescadores esportivos, localizado em Santo Antonio do Descoberto, próximo a Alexânia – GO. Na oportunidade estiveram presente Eu (Camila Niclites), meu esposo Ricardo Araujo e o Marcio David.

Para esta pescaria utilizamos os seguintes equipamentos para pesca de superfície com boia cevadeira da Bóias Barão: O Ricardo utilizou uma vara New Era X- force da Rajú (30 – 45 lb) de 2,10m, carretilha Big Game GTO Contender, linha Laiglon 0,37mm (cor verde), boia cevadeira grande das Boias Barão copo preto, chicote de 2m linha Super Raiglon 0,43mm, boia lambari nº01, ora com as Anteninhas Tambarões, ora com anzol chinú sure da pinacle nº 08 e 09 com uma ou duas Bolinhas Ninjas. Eu utilizei uma vara Saint Plus (15 – 30 lb) de 2,40m, carretilha Big Game GTO Contender, linha Laiglon 0,37mm (cor verde), boia cevadeira média das Boias Barão copo preto chicote de 2m linha Laiglon 0,43mm, boia lambari nº01, ora com as Anteninhas Tambarões, ora com anzol chinú sure da pinacle nº 07 com uma Bolinha Ninja. O Marcio David utilizou materiais compatíveis, com varas de 7' de 15 a 40 lbs, Carretilha Shimano Curado 201, Bóias Barão Gigante, copo preto, chicote de 2 mts de linha mono Laiglon 0,43mm com as Anteninhas Tambarões, ou chicote de linha mono 0,50mm Platinun xt, com anzol Chinú 7 com a Bolinha Ninja.

Para pesca com pão e/ou geleia flutuando eu usei uma vara Saint Plus (15 – 30 lb) de 2,40m, carretilha GTO Lubina, linha Laiglon 0,37mm (cor verde), com girador pequeno, boia lambari nº 02, girador pequeno, líder de 40cm linha Raiglon 0,50mm e anzol gamaktsu 4/0. O Marcio utilizou uma vara de 2,70, de 40 lbs com carretilha Shimano Citica, bóia guia com girador e chicote de 50cm de linha mono 0,55mm e anzol 12146 6/0 . Para pesca de fundo em busca dos peixes de couro utilizamos varas entre 50 – 150 lb., carretilhas da Penn Raíba Carretilhas, entre elas a Penn Delmar 285, a Penn 160, Penn Long Beach 65, Penn 155, Penn GTO 341 entre outras. Linhas com libragem entre 0,55mm a 0,92mm. As iscas utilizadas foram: minhocoçu, salsicha, mortadela, requeijão caseiro (lembra o queijo minas, porém mais consistente e escuro) e tilapinha viva.

O Point da Pesca é um local muito acolhedor, aconchegante, que nos oferece um contato pleno com a natureza, o hotel conta com dois lagos de pesca esportiva, uma área de lazer para toda família com piscinas, sala de jogos, brinquedoteca; também oferece vários chalés para aconchego do pescador e toda sua família.

1. Dia (pescaria das 16:30h as 19h) Lago 2

Chegamos ao Point por volta das 16h, nos organizamos no chalé, guardamos as malas, pegamos as nossas tralhas e partimos para lago 02, onde pescamos dás 16h: 30min até às 19h. Este primeiro dia de pescaria nos presenteou com vários e belos exemplares de Tambacus e Tambaquis fisgados nas Anteninhas Tambarões e Bolinha Ninja, ainda um belo Tambaqui de 21kg fisgado na geleia de mocotó poitada. Também um belo pirarucu que depois de uma briga intensa acabou escapando na hora de entrar no passaguá, mas estas coisas fazem parte da pescaria. Apesar de curto este primeiro dia nos propiciou muita adrenalina e emoção, dando-nos uma pequena amostra de como seria nossa pescaria neste paraíso.

2. Dia: (pescaria das 7:30h as 19:30h) Lago 2

Nosso segundo dia de pescaria iniciou-se bem cedo, chegamos ao lago 02 com o clarear do dia, e ajeitamos nossa tralha, preparei uma vara de espera com a carretilha Penn Raíba Delmar 285, buscando as pirararas que residem neste lago, na qual, usei como isca um pedaço de requeijão caseiro (este lembra um queijo minas, só que mais consistente). Deixei a isca uns 4m da margem do lago e fui preparar meu equipamento para pesca de superfície e quando mal esperava ouvi o som suave da Penn cantando e o coração já acelerou e pela intensidade da tomada de linha sabia que ali poderia estar a rainha do lago, emoções a mil, pois ainda não tinha visto o que havia tomado tanta linha em uma só corrida, e após uma briga intensa pude ver na flor da água aquele rabo vermelho encantador. E neste momento só podia agradecer a oportunidade de abrir o dia de pescaria com ela à rainha do lago.

Depois da emoção de fisgar esta linda Pirarara, fizemos uma pausa para o café, afinal era preciso renovar as nossas forças e as emoções, pois o dia estava apenas começando, muitas emoções ainda nos aguardavam neste dia. Ao longo da nossa pescaria fisgamos vários Tambacus utilizando as Anteninhas Tambarões de diversas cores, e também fomos presenteados com alguns exemplares fisgados na Bolinha Ninja.

E aquilo que já estava bom pode ficar ainda melhor, fui presenteada com um belo Pirarucu, depois de ter perdido alguns, havia arremessado uma geleia e quase que instantaneamente a vi desaparecer em uma fração de segundos, e quando a briga se iniciara pude ver um belo pirarucu saltando fora da água, à adrenalina foi a mil e emoções diversas me consumiam, nem posso descrever quais sentimentos tomaram conta de mim neste momento, gratidão é a palavra para descrever o que senti.

Este que foi meu primeiro pirarucu, e depois de um tempo de briga pude registrar este belíssimo troféu e devolve-lo a água para que outros pescadores possam sentir esta mesma emoção.

As surpresas desta pescaria já estavam a todo vapor, o Marcio estava pecando com as Anteninhas Tambarões e boia cevadeira. Quando ia recolher para arremessar novamente, viu sua anteninha ir embora numa velocidade incrível e para nossa grata surpresa, um belo Dourado salta para fora da água que lindo ver aquela luz dourada refletir aos nossos olhos.