Pesk Pag dos Amigos – Caldas Novas – GO


Olá Amigos!

O Fishingtur, em parceria com a Amental Fishing, estivemos novamente e por duas vezes na cidade de Caldas Novas, no Pesk Pag dos Amigos, pesqueiro de nosso amiga Vanessa. O Pesqueiro conta com 22 lagos, divididos entre lagos de pesca e lagos de engorda. Os dois maiores lagos, estes destinados agora para a pesca esportiva, tem exemplares que ultrapassam os 60 quilos, peixes que estão neste lago há mais de 30 anos. Além dos grandes e bonitos lagos, podemos citar a qualidade da água e transparência nesses lagos, assim como o ótimo atendimento, principalmente no restaurante, que também é um grande atrativo nos finais de semana.

Em nossa primeira visita desta jornada, eu e o Jean, chegamos no Pesqueiro por volta das 10h da manhã, nos instalamos em um quiosque central e montamos nossos equipamentos de Pirararas e Tambas. O sol estava muito forte e sabíamos que seria difícil fisgar uma Pirarara com aquela água limpa e com o sol, mas deixamos tudo armado na espera.

Eu comecei com a Cevadeira da Bóias Barão, mas o vento forte encostou toda a ceva em um dois cantos, e foi bem ali, bem no cantinho que vi alguns Tambacus comendo, peixe entre 15 e 20 quilos, comendo bem devagar com o foucinho literalmente fora da água e aspirando tudo.

Arremesse a cevadeira algumas vezes e os peixes não tinham medo, queriam mais é comer toda a ração. Eu estava com uma anteninha das Bóias Barão em um chicote de 2 mts. Foi fatal, vi claramente o grande Tambacu se aproximamos e sugando tudo, inclusive meus eva's. A fisgada foi certeira, antes mesmo dele puxar a linha eu já estava fisgando. Uma briga muito forte com grandes corridas, e ao chegar perto da margem, cerca de 5 metros, com a transparência, conseguimos ver o peixe o tempo todo. Mas infelizmente, segundos antes do passaguá, ele acabou escapando. Voltei a cevar, mas o vento atrapalhou muito. O Jean aproveitou e fez uma pescaria nos equipamentos Ultra Light da Amental Fishing e com a massinha de fundo fisgou muitos exemplares de pacus e tambas, bem pequenos, mas que já garantem a diversão.

Depois até eu, peguei uma das varinhas e brinquei com as carpinhas e redondos. Bem divertido.

A hora do almoço chegou e como não poderia ser diferente, aqui no Pesk Pag dos Amigos, encontramos a melhor porção de Tilápia com cebola que já experimentei. "Bão demais da conta".

Após o almoço, eu e o Jean perdemos um bom tempo indo conhecer um outro lago, este muito grande e mais nativo. E nos de paramos com uma grande quantidade de redondos, em sua grande maioria os Tambaquis. Peixes que encostaram para comer ração, porém nativos e muito espertos. Conseguimos ver exemplares que facilmente passam dos 25 quilos. Neste lago também tem muitos e grandes Tucunarés. No final da tarde o pesqueiro alimentou os peixes e eu aproveitando, fiz uma ceva no meio do lago e vimos muitos, mas muitos tambacus comendo e explodindo. Foi aí que novamente os evas e anteninhas das Bóias Barão mostraram seu poder. Em poucos arremessos, explosão e linha esticada e depois de mais de 20 minutos de briga, uma belo e grande Tambacu se entregou. Um peixe muito gordo e forte.

Na sequencia fisguei outros dois exemplares, mas ambos escoaram na primeira corrida até que eu figuei e a linha ficou esticadinha, vara envergada e peixe parado na superfície. parecia uma pedra. Era uma grande exemplar e deu muito, mas muito trabalho, o peixe não se rendia por nada. Cansei os braços até fazer esse gigante chegar até o barranco. Mais uma lindo peixe.