Pesqueiro Lago Verde – Nossa equipe vai a Goiás pescar a famosa Tambatinga


Local: Clube de Pesca Lago Verde – Goiânia – Goiás Data: 12 e 13 de junho de 2009

Olá amigos!

Neste último feriado nosso amigo Gilberto Jr, juntamente com seu amigo China fizeram duas ótimas pescarias em Goiás. Eles passaram dois dias no Paraíso Verde e dois dias aqui no Lago Verde em Goiânia. Os loucos percorreram um pouco mais de 1.100 km de carro até Goiás para passar o feriadão nestes dois pesqueiros. Segundo o Jr, voltaria novamente pois a qualidade da pescaria do estado de Goiás é muito boa, não só na estrutura dos pesqueiros como a qualidade das espécies, tamanhos e briga dos peixes. Como sabemos, estamos entrando em uma época de frio e que o rendimento das pescarias cai e muito, mesmo em Goiás que é um estado quente, essa época diminui um pouco a ação dos grandes peixes. Nossa equipe aqui de São Paulo teve a companhia de nosso colaborador de Goiás o Eduardo e do José, conhecido na região como Leão.

Os pescadores de Goiás usam muito pouco as boias cevadeiras, preferindo a pesca de superfície sem boias ou a pesca de fundo. Nossa equipe foi a pedido de nosso amigo Emerson das Boias Barão, testar as boias e os novos chicotinhos/iscas confeccionados pela Barão. Sucesso total. A pesca de cevadeiras foi melhor do que o esperado. Os novas iscas da Barão são pequenos chicotes com anzol e cabo de aço flexível, para a pesca com miçangas e evas. Essas iscas estão em fase final de testes e 100% aprovadas aqui em Goiás. Para o próximo verão será uma grande promessa de grandes brigas aqui em São Paulo. Em minha próxima pescaria estarei testando estas iscas aqui em São Paulo e estarei fazendo a apresentação delas a todos vocês. Depois de conhecer toda a estrutura do Lago Verde, assim como o Hotel recém inaugurado que vocês poderão conferir na matéria de turismo sobre o Lago Verde, nossos colaboradores montaram os equipamentos e boias na água.

O Peixe da vez foi uma espécie nova em pesqueiros, aqui em São Paulo é bem raro de ver essa espécie. Um híbrido do Tambaqui com a Pirapitinga, a TAMBATINGA se diferencia do Tambacu (Tambaqui x Pacu) pela cor mais clara e pela força e resistência que se supera do pacu, tambacu e tambaqui.

Logo pela manhã os peixes menores, na faixa de 2 a 3 kg foram saindo o tempo todo na cevadeira, no decorrer do tempo e com o sol esquentando os maiores começaram a sair também, fazendo cantar a fricção das carretilhas.

A força desse peixe é algo incomparável. A primeira corrida de linha leva facilmente 30 metros de linha e no final de uma briga de 20 minutos, exemplares de 4 a 7 kg surpreendem pelo pouco tamanho e pela tamanha força.

Os equipamentos usados foram os mesmos usados aqui em São Paulo, Varas Pampo de 2,40 mts com carretilhas com linhas 0,30 e 0,35 mm, conjuntos esses mínimos para o lugar, pois com certeza se fosse fisgado exemplares bem maiores seria improvável de conseguir tirar. No local há redondos acima dos 40 kg.

As miçangas usadas foram: marrom, caramelo, café com leite, e coquinho. O chicote da cevadeira até a isca foi feito de linha Mono 0,50 mm. Foi usado o anzol com cabo de aço flexível das Boias Barão.

Um grande redondo foi fisgado ao lado de nossa equipe e segundo o Júnior que ajudou o pescador, o grande Tambaqui de 22 kg brigou bem menos que as Tambatingas. Dá até para imaginar a força que esse peixe deve ter.

A alegria ficou por conta das Tambatingas que atacaram as miçangas o dia todo. A cada dois arremessos um peixe era fisgado.

Olha o Leão aí com outro grande exemplar.

Um grande exemplar com mais de 15 kg fez a alegria do pescador que brigou mais de 30 minutos com esse exemplar.

Nosso amigo Edú teve alguns problemas e não pode pescar o dia todo com a equipe, mas em breve estaremos novamente em Goiás com outras pescarias.Abaixo um bonito Tambaqui fisgado na mortadela na superfície.

O Pescador Antonio Carlos de Brasília fisgou outro belo Tambaqui na mortadela na boia.

E o Ricardo Vieira usando camarão de fundo fisgou um belo redondão de 25 kg.

Mais um exemplar fisgado na boia com mortadela.

E como prêmio de um torneio relâmpago para o peixe que se aproxima-se a 10 kg naquele momento o pescador João Palmeira ganhou Massas paturi com uma Tambatinga de 9,900 kg na massa de fundo.

Gostaria de agradecer ao Norton e toda a família Lago Verde por toda a recepção para com nossa equipe e confiança em nossos trabalhos.Valeu e muito a pena percorrer os 1.100 km até o pesqueiro.

Fotos por Gilberto, China e Leão. Relato da pescaria por Gilberto Jr. Texto por Marcio David

Abraços

Marcio David/Gilberto Jr.

AGRADECIMENTOS

Clube de Pesca Lago Verde Rodovia Go 070. Km 09 – 02km a direita, Estância Lago Verde Zona Rural, Goiânia – Goiás

#Goiânia #Goiás #LagoVerde #Emoção #ClubedePesca #Amigos #Tambaquis #Tambacus #Tambatingas #Redondos

12 visualizações
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007