Thermas Park – Um clube de pesca com muita beleza e muitos peixes em Goiás


Pesqueiro: Thermas Park, em Rio Verde-Go Data: Setembro de 2009

Pescadores e Internautas!

Este fim de semana fui conhecer o Pesqueiro Thermas Park, na cidade de Rio Verde-GO.

Como chegar:

A partir do centro de Rio Verde, siga pela Av. Presidente Vargas, vire na rua 13 e vá até a Av. Pauzanes de Carvalho, seguindo até a saída para Montividiu. Após o posto Abobrão, vire a esquerda no Painel luminoso do Thermas Park e siga nesta rua até o final. Está localizado a aproximadamente 02 quilômetros do centro de Rio Verde.

Thermas Park – Pesca, lazer e ecologia.

Ao chegar ao clube, fiquei impressionado com o contraste, onde, de um lado está a diversidade ecológica oferecida pelo complexo de lazer e de outro a crescente industrialização e aceleração do agronegócio de Rio Verde. O Thermas Park e Silvestre Park Eco Resort é um pesqueiro diferente. Na verdade a pesca esportiva é somente uma das atividades em que o pescador e sua família podem desfrutar dentro do complexo ecológico de lazer. Outras atividades como passeios de pedalinho, trenzinho, a cavalo ou de búfalo, caminhada pelo Circuito Ambiental com 70 cenários sobre o meio ambiente, Eco Safari com mais de 150 animais de 29 espécies, Parque Aquático com piscinas e shows de música ao vivo. Conta ainda com dois Salões de Eventos, um com capacidade para 1000 pessoas e um segundo Salão com capacidade para 400 pessoas. Faremos futuramente uma matéria completa de turismo, com destaque ao passeio ecológico e mostrando em detalhes as outras opções de lazer do complexo ecológico.

Abaixo algumas fotos cedidas pelo Clube.

Pescaria

O Pesqueiro possui grandes tambacus e tambaquis, alguns com mais de 35 quilos, além de pintados que ultrapassam 25 quilos. Conseguimos fotografar alguns deles de cima da ponte, que é suspensa por cabos de aço. Ficamos sabendo que a administração do pesqueiro pretende colocar futuramente mais peixes em seus lagos, e ampliar a diversidade de peixes. Para esta pescaria levamos algumas iscas: mortadela, massinha caseira de farinha de trigo, pão adormecido, ração molhada na pinga evas e miçangas.

Montamos um equipamento para o fundo com mortadela de isca e outro com a cevadeira e ração como isca. Equipamento utilizado:

-Vara Alttheza IV – 6’6, 1,93m – 15/30lbs, Carretilha Brisa GTO 8000 com linha mono Spider Mazzaferro 0,40mm. Bóia Barão com chicote de uns 1,50m a 02m com linha Equilon 0,50. Boinha zero ou evas a um palmo do anzol (anzol caranheiro 2/0).

-Vara Oscar da Ottoni – 1,80m – 15/30lbs, Carretilha Titan 4000 com linha mono Camonline 0,40mm 40lbs. Chicote com linha multifilamento 0.35 (anzol wide gape 3/0).

Logo apareceu o primeiro pintadinho, atrás do pedaço de mortadela de isca. O pescador do lado pegou um belo dourado, com salsicha de fundo. Outro pintadinho apareceu pra comer a isca de mortadela. Uma matrinxã foi fisgada por outro pescador, que segurou o peixe com o alicate. Neste pesqueiro é permitido pela administração o uso de alicate de contenção em peixes pequenos.

Interrompemos a pescaria e fomos tirar mais fotos do local. No outro dia, recomeçamos a pescaria por volta de 11 horas da manha. Vários gansos curiosos vieram nos visitar e mostrar sua beleza. Com a cevadeira e ração como isca, fisguei uma bela matrinxã. E depois outra. Elas são muito espertas e chegam na ração muito antes dos tambas. Foram várias matrinxãs, era soltar uma e fisgar outra. Nem me preocupei em fotografar.

Foi então que uma surpresa em meio as matrinxãs, minha boia afundou de uma vez, e um rebojo diferente surgiu no meio do lago. Após a fisgada senti o peso e a corrida era diferente. Imaginava ser um tambacu. E era mesmo. Depois de alguns minutos de resistência, eu trouxe para fora da água um belo tambacu, muito forte e valente. “Segura Peixão”. O pescador ao lado pegou outro belo exemplar te tambacu. E no final do dia eu ainda pesquei um outro pintadinho.

E assim, finalizamos a pescaria e voltaremos em outra oportunidade, desta vez para buscar os grandes tambas deste pesqueiro, que desta vez não saíram.

Até mais, amigos pescadores e

“Seeguuuuraaa Peeexxxxãããoooo”!!!

Agradecimentos:

Thermas Park – Pesca, lazer e ecologia. Av. Thermas Park s/n, GO-174 Km 01, saída para Montividiu, Rio Verde-Go. (64) 3621-0015 – (64) 3621-0907

#Goiás #RioVerde #Pescaria #ThermasPark #SilvestreRisorts #emoção #Adrenalina #Descanso #familia #Passeio

5 visualizações0 comentário
Contato Fishingtur

Parceiros

Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo