Pesqueiro Pantanal - Uma boa opção na rodovia Dutra


Local: Pesqueiro Pantanal - Santa ISabel - SP Data: fevereiro de 2012

Olá pescadores e amigos do Fishingtur,

Hoje vou relatar como foi a pescaria que realizei no Pesqueiro Pantanal, dia 11/02/12, localizado no KM 191,5 da Via Dutra, bem próximo de São Paulo.

O pesqueiro possui 04 lagos, 03 deles “menores” com uma grande quantidade de tilápias, tambas, cat fish, pincacharas, carpas, etc, e o lago principal que é bem grande e exige bons arremessos.

Neste lago existe uma enorme quantidade de redondos, pincacharas e algumas piras, que foram soltas anos atrás e hoje já devem estar com mais de 40 kg.

Programei esta pescaria com alguns amigos uns 15 dias antes, onde, em contato com o Rafael, proprietário do pesqueiro, o mesmo disse que eles tinham uma “casinha”, que abriga até 06 pessoas, além de ter geladeira e fogão. O que era para ser a pescaria de um dia, virou diurna e noturna rsrsrs.

O preço do aluguel desta casa, que é bem simples, é de R$ 300,00, ou seja, se forem em seis pessoas, R$ 50,00 cada, incluso a pescaria noturna, acho que está razoável.

De última hora, as pessoas que me acompanhariam tiveram alguns problemas e não puderam vir, mas não desanimei, cheguei no sábado 07.00hs da manhã e já fui para o lado oposto do lago principal, bem próximo da casa onde iria passar a noite.

Montei as varas para as piras e cacharas com cabeça de tilápia, guelra, tuvira e salsicha, e fiquei com duas varas para os tambas, uma com beijinho, que é uma excelente isca para o local (porém não peguei nenhum tamba com ela...), e outra com cevadeira e eva´s / miçangas diversas.

Na sequência, fisguei mais dois exemplares de tamba com a vara que estava com salsicha a espera dos peixes de couro. A coloração dos tambas aqui é bem diferente...em geral, eles são bem clarinhos com o rabo preto, peixes lindos e bem saudáveis, que tem muita força. As vezes até achava que os peixes eram maiores, de tanta força que faziam.

Neste momento da pescaria vi que as coisas não seriam fáceis, pois neste lugar que fiquei, devido a comodidade de estar perto da casa, existe uma quantidade incrível de tocos dentro da água, em toda sua margem tem enrosco que não acaba mais...fisguei alguns bons peixes na miçanga / eva café com leite, porém, quando chegavam perto, era enroscar e o chicote estourar, mesmo com linha 0,47mm de 45 libras....Se com os tambas estava assim, fiquei imaginando arrancar uma pira dali, missão impossível, mas, como já estava acomodado, continuei a pescaria.

Por volta das 12.30hs, mandei a cevadeira e uma grande explosão desce a boinha e a cevadeira...fisgada certa e uma boa arrancada fazem a linha estourar....a bóia então ficou passeando pelo lago...como tinha que ir pegar a mala no carro, levei uma vara com um grande chumbo e um anzol, para tentar recuperar e bóia e ver a cara do bicho ( que imaginei ser maior do que era... )...consegui enroscar umas três vezes, mas como não podia forçar muito, ele acabava escapando....depois de quase uma hora tentando, a bóia sumiu e desisti...peguei e mala e voltei para meu canto de pesca...quando olho para o fundo do lago, vejo a bóia de novo...desta vez consigo enroscar e trazer o peixe, que era um enorme pacu...veja as fotos de como enrosquei o anzol na cevadeira e a foto do belo peixe...

Por volta das 14.50hs, o tempo começou a fechar e a chuva veio forte....corri para debaixo da varanda da casa e de vez em quando ia olhar as varas. Um pessoal que estava bem no fundo do lago, encarou o temporal e mesmo com aquela chuva toda tiraram dois belos peixes, porém só consegui tirar foto de um deles...é cada doido...hehehe...

Em uma destas vistorias, não consegui achar a cevadeira, que tinha ficado na água...um pequeno tamba tinha atacado a miçanga vermelha a 20 cm de profundidade.

Na sequência, foi a vez de uma pincachara abocanhar a salsicha que estava a uns 20 metros da margem...fiquei mais de 10 minutos pra tirar este peixe da água, saia de um enrosco e ia para outro, coisa de louco...e olha que era pequena, se fosse grande, sem chance.

Com a chuva mais fraca, por volta das 17.00hs, aí foi festa....era cevar e os bichos subirem..no 2º arremesso, pancada na flor da água e dá-lhe tamba...foi o maior da pescaria, e deu muito trabalho pra tirar do enrosco sem estourar...

Notem que as fotos tirei embaixo da varanda da casa, pois estava sozinho e tinha que programar a máquina, e, debaixo de chuva, sem chance...a distância do barranco até a varanda deve ser de uns 15 metros, portanto, em menos de 1 minuto os peixes já estavam de volta ao lago.

Assim que escureceu, as expectativas aumentaram, pois normalmente os peixes de couro atacam muito mais, e, pra ajudar, estava sozinho naquele enorme lago, sem barulho nenhum e a noite estava quente. A todo momento as varas que estavam com salsicha e guelra puxavam, tirei vários tambinhas, mas fotos de somente alguns deles.

Quando acabava de tirar uma das fotos, escutei o barulho de uma das carretilhas tomando linha...olhei para trás e consegui tirar uma foto da vara quase saindo do suporte...estava armada com tuvira a uns 15 metros da margem....briguei com este peixe por uns 15 minutos, mas, quando chegou perto, foi pro enrosco e tchau. Pela briga, (não parecia ser pira) acho que era uma grande pincachara ou um tambão, mas, vai saber...

Por volta das 23.00hs já estava bem cansado e “desanimado”, pois sabia que seria difícil tirar qualquer peixe grande dali. Comecei a desmontar as tralhas e por volta das 23.30hs escutei o alarme da Penn cantar alto...deixei a vara só no alarme e até eu chegar perto o bicho já tinha puxado uns 50 metros de linha, e o pior, puxou beirando todo o barranco, aí foi desespero total, pois esta vara estava iscada com uma cabeça de tilápia enorme, e dava sinal de ser uma da grandes pirararas moradora do lago...fui pouco a pouco andando no barranco e recolhendo a linha, que já chegava na carretilha beeeemmm ralada...foi quando senti a linha afrouxar (saiu do enrosco) e em seguida ficar bem pesada, mas não deu nem tempo de regular a fricção, e a bicha saiu do enrosco e tomou linha igual uma maluca, estourando com certa facilidade a linha 0,91mm.

Gostaria de finalizar dizendo o seguinte:

- Mesmo que você vá para fazer a noturna, NÃO FIQUE DE JEITO NENHUM NESTE BARRANCO, pois, apesar de ser um bom ponto de pesca, dificilmente você tira peixes, mesmo que de médio porte, devido a grande quantidade de enrosco; fique na outra margem, que é limpa e sem problemas;

- A quantidade de redondos é surpreendente, sai muito bem na salsicha (torpedo e fundo), miçanga e beijinho;

- Tem muita pincachara, o dia todo elas ficavam na ceva e desfilando pela superfície, mas nada de entrar na miçanga, devem pegar bem na ração na pinga,além da salsicha/iscas vivas;

- Nas margens com varinha de mão e minhoca ou pequenos pedaços de peixe, se pega trairas e jacundás o dia todo, é impressionante a quantidade destes peixes. Os jacundás tem tamanho médio de um palmo (fisguei vários), e as traíras, segundo relatos, chegam a mais de 4kg (só peguei pequenas, mas a noite na margem vi diversas que deviam passar de 1kg);

- Para as piras, acredito que tilápia/traíra (vivas ou a cabeça), minhocuçu e pirambóia devem ser as melhores iscas (e vou voltar lá pra testar, com certeza!!!).

Aproveito para incluir fotos da pescaria realizada agora no carnaval, em 21/02.

Tamba fisgado no eva caramelo e ração na pinga; cachara de 14,3 kg fisgada com eva caramelo e miçanga marrom (a briga foi boa demais...como os peixes são saudáveis neste lago, é incrível...), e o pintado fisgado com eva caramelo e ração na pinga.

Agradeço a todos do pesqueiro, especialmente ao Rafael e o Silvio, e ao Marcio, por permitir a divulgação de nossas pescarias neste que acredito ser o melhor site de pesca do país.

Abraços,

Ricardo

AGRADECIMENTOS

Pesqueiro Pantanal Rod. Dutra Km 192 – Santa Isabel

#pesqueiro #pantanal #dutra #tambacu #pincachara

8 visualizações
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

Fishingtur Pesca e Turismo 2007