Clube Pescar – Pai e filho em busca de muita adrenalina no centro oeste brasileiro.


Local: Clube Pescar – Luziânia – GO

Olá amigos pescadores!

Meu nome é Claudio Ricomini e vou relatar a nossa ultima pescaria realizada no Clube Pescar na companhia do melhor parceiro de pesca, o meu filho João Pedro. Mas antes de falar dessa ultima pescaria, quero só falar dos números da primeira vez que fomos no Clube Pescar em Abril 2015. Foram três dias de pesca e contabilizados 120 tambacus e 5 pirararas. Depois desses números ficamos loucos para voltar e voltamos agora no começo de junho de 2015.

Chegamos pela manhã, e fomos recepcionados pela equipe do Pescar, sempre atenciosa e prestativa, tendo como um verdadeiro maestro o proprietário Cássio. Porém percebemos uma mudança na temperatura da água, e já sabíamos que seria um pouco mais difícil a pescaria. Como gostamos de pescar muito os redondos, mal deixamos as coisas no quarto, já preparamos o material e linha na água. ( Os quartos ficam na frente do lago de tamba). Começamos com as anteninhas, porém apesar de muito peixe explodindo na superfície, eles não batiam. Mudamos a técnica, que seria usada até o final. Coquinho de assai, bem pequeno, anzol Chinu 7, o famoso palminho. Ai foi fatal, um atrás do outro.

Clube Pescar

O Tambas do Pescar, são muito fortes e dificilmente você consegue tirar um peixe antes de 10 minutos de briga. Isso é claro, com um material adequado, caso contrário, haja braço. No final da tarde fomos para o lago de Pira, o famoso lagão (300×100). Como estava praticamente vazio, armamos vários conjuntos com diferentes iscas: Tilapinha pequena (pescada no mesmo lago), piramboia grande inteira viva, pedaços de piramboia, bacon, mafish, minhocoçu, tuvira, sendo as melhores em todos os dias foram a tilápia, piramboia e minhocoçu.

Clube Pescar

Na primeira noite pegamos 4 Piras entre 10 e 20 quilos. Não foi a noite das monstras. Mas tivemos uma bela surpresa. Pegamos um belo tambaqui, verdão, de 15 quilos na vara com minhocoçu usando auxilio de uma boia torpedo grande. Esse conjunto se mostrou bem útil no Pescar, por causa do seu lago gigante, as piras, na sua maioria, batem no meio do lago. Vara modelo Caranha da ALBATROZ e molinete 4500 da Marine Sport. Pegamos muitas piras e tambas no lagão com essa modalidade. Fomos dormir relativamente cedo, porque, para quem pensa que no centro oeste não faz frio está bem enganado. Depois das 23h00min o frio apertou e por volta das 01h00min fomos dormir, haja vista que não dormimos na noite anterior, visto que o nosso voo era as 6h00min.

Clube Pescar

Os outros dias foram bem parecidos. Pescamos tamba durante o dia, sempre usando o coquinho no palminho e beijinho no torpedo. Esse beijinho sempre uso em minhas pescarias e é fatal. A receita ( 400 gramas de leite em pó, 100 gramas de coco ralado, um caixinha de leite de coco e leite condensado ate dar liga). Também usei o meu conjunto #7 de fly e apesar de não conseguir arremessar muito longe, consegui pegar muitos tambas, inclusive de noite, devido o lago ter uma ótima iluminação. De noite as piras, sendo que, bem no inicio dela, peguei uma boa, 26,5 quilos, no conjunto de molinete com minhocoçu, que deu um trabalhão, mais de meia hora de briga com a bichona. Destaco uma pira monstra pega pelo meu filho João, pesando 32 quilos.

Clube Pescar

Essa pegou no nosso melhor conjunto, o que facilitou o trabalho. Vara de 80 libras com roldana e carretilha Penn Squall 50 LD, Linha 0,80 com líder de 100 libras de 1 metro e anzol 10/0 da Marine Sport e tilapinha viva como isca. AS piras são muito fortes no Pescar, então reforcem o equipamento. É possível usar material mais leve, mas irá demorar mais e o risco de perda é grande.

Clube Pescar

Para mim o Clube Pescar, reúne tudo que o pescador precisa para passar dias fantásticos. Tranquilidade, lugar lindo, comida boa, ótimo atendimento, oportunidade de pescar 24 horas por dia com diversas modalidades diferentes e principalmente, muiiiiiito peixe e peixe grande. Podem ir em qualquer época do ano que vocês não vão se arrepender.

Resumo da pescaria de 3 a 7 de junho de 2015

-63 tambacus -1 tambaqui -13 pirararas

Material usado:

Para os Tambas -Vara Rapala de 2,70 e carretilha Abu Garcia Revo Rocket -Vara New Pampo 2,40 e carretilha Daiwa Tatula -Vara New Pampo 2,40 e carretilha Abu Garcia Revo SX

Para as Piras -Carretilhas Penn 209, 309, Senator 4/0 e Squall 50LD -Carretilha Daiwa lexa 300 e Speed 6.1 -Molinetes Marine Sports 4000 -Varas de marcas variadas de 40 a 80 libras. -Anzois de 7 a 10/0.

Abraços a todos e em outubro estaremos de volta.

Claudio Ricomini

AGRADECIMENTOS

Clube Pescar Luziânia – Brasília – GO

#ClubePescar #Adrenalina #Emoção #PescariadeGigantes #Luziânia #Goiás #PescaemFamília #GigantesdeGoiás

7 visualizações
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

bruta.png
Lumis.png
Enz Miçangas e evas
LogoSimon.png
girls fishing lovers.png
Logo.png
universo da pesca.png
Oculos Matuto.png
ESTILO GOIANO.png
go pro 1.png
massa paturi.png
boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Logo Completo Colorido recorte.png
Logo Step quadrado Tranparencia.png

Step'lc Confecções

Rua Nova Cidade - Vila Olímpia - São Paulo - SP

273.441.558-50

fishingturpesca@gmail.com

Prazo de Entrega da Loja de 10 a 14 dias úteis

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2007