Pesqueiro Castelinho – Essa temporada promete grandes desafios

Olá amigos, hoje vamos mostrar a primeira pescaria realizada pelo Marcel, novo colaborador do Fishingtur. Data: 02 e 03 de Setembro de 2008 Local: Pesqueiro Castelinho – São Pedro – SP Olá amigos pescadores É com imenso prazer que venho fazer a minha primeira matéria para o fishingtur , e nada melhor para a primeira matéria do que uma pescaria no castelinho com os amigos. Fomos eu e meus fiéis amigos : Poser e Rafael Resolvemos ir ao castelinho de ultima hora e acabamos indo na noite de segunda , compramos as iscas , juntamos as tralhas e por volta das 23 horas pegamos a estrada em direção a São Pedro . como era noite a estrada estava tranquila e chegamos sem maiores problemas lá pelas 2 da manha no castelinho . Chegamos e logo fomos recebidos pelo pessoal do pesqueiro , que estava apenas nos aguardando , depois de alguns minutos de conversa ficamos sabendo que na parte oposta ao restaurante estavam tendo mais ações de pirararas , então fomos para o outro lado do lago e começamos a montar os equipamentos , Cada um montou 3 equipamentos , eu montei três equipamentos para pirarara , apesar de não ter equipamentos mais pesados deixei montado perto de mim dois equipamentos com tuvira e um com piramboia, todos grudados na grama da margem . O Poser e o rafa montaram praticamente da mesma forma . mas colocaram salsicha de fundo também. Durante a madrugada não houve nenhuma ação , devido ao frio absurdo que estava fazendo . Mas logo ao amanhecer aconteceu a primeira ação , uma varinha que eu tinha deixado bem no canto com salsicha de fundo deu uma pequena envergada e o sininho nos alertou , ao pegar a vara percebi que o peixe estava fisgado , então só tive que traze-lo , era um pequeno pacu que veio nos dar as boas vindas. Depois disso ocorreram pequenas ações tanto de fundo como na cevadeira , mas devido ao frio estava muito difícil pegar algo . Continuamos insistindo e tentamos muitas técnicas , montamos equipamentos de fundo com farofa do carlao carnivoros com e sem essência de queijo , e com p45 , tentamos também mafish vermelha e de sangue , tentamos rim de boi , pão , salsicha , tuvira , piramboia , mas tanto de fundo como na boia não tivemos sucesso . Na cevadeira muito poucos peixes subiam para comer a ração, mas insistimos bastante , e la pelas 9 da manha o poser trocou a miçanga cor de osso por uma cafe-com-leite , usando chicote de 2 metros e boinha a 3 dedos do anzol . No terceiro arremesso a boia mal acabou de cair na água e sumiu de uma só vez , começou uma briga de pura força , depois de meia hora de briga apareceu na flor d’agua o primeiro tamba do dia. um belo tamba , mas como estávamos sem balança não pudemos saber exatamente o peso , mas fica por conta do olhômetro do amigo pescador. Após isso as ações que já eram poucas devido ao frio diminuíram mais ainda , então aproveitamos pra almoçar e conhecer o castelinho. alias aconselho a todo pescador esportivo a conhecer o castelinho , alem dos peixes gigantes e a simpatia do pessoal do pesqueiro , ainda tem a natureza e muitos lagos com muitos tipos de peixe. Na parte da tarde voltamos a tentar a boa e velha cevadeira , e dessa vez os tambas começaram a subir, porem sem querer saber muito das miçangas. Quando eram +- 17 horas começou um reboliço geral , muitos peixes começaram a subir na ração . em certo momento o rafa engatou um belo tamba , nós três estávamos pescando com 2 metros de chicote , e a boinha a apenas 3 dedos do anzol , com 2 miçangas cafe com leite no anzol de robalo. Foram muitos peixes escapando ou estourando a linha , os peixes realmente estavam ativos no final da tarde , todos no lago estavam engatando ótimos peixes , tanto na cevadeira com miçanga , assim como no torpedinho com massa ou salsicha. logo depois de soltar o tamba do poser o rafinha também engatou outro belo tamba , que depois de muita briga e varias indas e vindas também foi pra foto , lembrando que todos tambas foram pegos na miçanga café-com-leite , que foi a cor que deu melhores resultados. Ao cair da noite começaram varias explosões na grama em volta do lago inteiro , Eram as tão esperadas pirararas ,que no castelinho chegam a 60 quilos , e como o pesqueiro nesse horario estava vazio fomos tentar a sorte no pier do restaurante , E por incrível que pareça a isca que mais deu resultado para as pirararas foi a massa farofa do carlao carnivoros vermelha com p45 , era fazer uma bolinha pequena e arremessar e esperar não mais que 5 minutos e pronto , era peixe na linha. pena que apenas pequenos exemplares foram capturados , mas em ótima quantidade. Eram +- 21 horas quando a minha varinha com tuvira quase quebrou , a varinha estava envergada ao máximo , e a fricção da carretilha quase fechada parecia que não era impedimento pra saída desenfreada da linha. Corremos os três pra ver , a varinha estava travada na cadeira porque no pier não tem apoio de vara , e a cadeira quase foi pra água junto com a vara , começamos a briga e a danada foi pra baixo do restaurante e tomando linha , ainda conseguimos brigar durante 40 minutos , tentamos de todas maneiras fazer ela sair de baixo do restaurante , mas não deu , ela estourou a linha , estava pescando com 100 metros de linha 0.40 e pude conferir que esse eh um equipamento muito leve para a pesca da pirarara no castelinho Ainda teve outras duas ações na tuvira mas ambas escaparam , então continuamos com a massa aonde mais alguns exemplares foram pegos. Até um pequeno pacu quis entrar na brincadeira , e pra fechar a noite ele foi pra foto E foi isso , uma pescaria de ultima hora sem os equipamentos adequados , foram realmente muitas e muitas linhas estouradas . E pude perceber que é completamente justa a fama do castelinho, o pesqueiro é parada obrigatória para todos pescadores esportivos . Agora com o começo do calor os grandes tambas e as gigantescas pirararas do castelinho já estão saindo. Quero agradecer ao Roberto e toda equipe do Castelinho pela acolhida , sempre com muita atenção, tanto nas dicas como no atendimento, como pela qualidade do lugar. agradeço também aos meus parceiros de pesca Poser e Rafael, e claro ao Marcio David que nos deu essa chance de somar a família Fishingtur. Um grande abraço a todos e boas pescarias Marcel Nakashima texto: Marcel Nakashima fotos: Rafael , Poser e Marcel ——————————————————— É isso aí Marcel, eu que agradeço pela força. Espero que esta seja a primeira de muitas outras. provando que esta próxima temporada promete grandes emoções ao pescador. Abraços Marcio David