Pesqueiro Pantanosso – Fishingtur e Massas Paturi com as Carpas Cabeçudas

Local: Pesqueiro Pantanosso – Mairinque – SP Data: Abril de 2009 Bom dia amigos do fishingtur. Eu Daniel Almeida, fui na sexta feira, com meus amigos Léo das Massas Paturi, Daniel e o Marcão amigos do Léo, até o Pesqueiro Pantanosso, em Mairinque, para fazer uma pescaria específica de Carpa Cabeçuda. Chegamos por volta das 6:30 da manhã o pesqueiro já estava aberto e as plataformas lotadas. Fomos para o barranco, onde estava vazio, então montamos nossas varas, média de 03 equipamentos por pessoa As varas mais usadas foram as Varas Carpa da Albatroz, de 2,70 e 3,00m, linhas de 0,40 a 0,50 cada um com sua marca de preferência, e massas de diversos sabores ( banana com mel clara, escura, amendoim, frutas e leite condensado). Equipamento pronto, bóias na água, e logo de manhã o Daniel já engatou uma carpa, um pouco estranha no seu formato, mas é carpa cabeçuda.


Além do equipamento das cabeçudas, eu pude perceber muita ação na superficie próximo aos quiosques, então peguei uma torpedinho das Bóias Barão, e coloquei uma salsicha, não deu outra as piraputangas fizeram a festa. Após isso só deu pra ouvir o grito do Marcão que estava longe da sua vara “ minha bóia afundouuuu”, saiu correndo, conseguiu fisgar e ele travou a briga com sua cabeçuda.




Até o presente momento estávamos usando Paturi Banana com mel clara, e amendoim com alturas variadas de 1.00m a 2.00m. Na sequência o Léo começou a mostrar para que veio, e só deu ele pegando as cabeçudas na sequencia, quem estava lá não acreditava que estávamos pescando com mesma profundidade, mesmo equipamento, mesma massa, mas só entrava os peixes pra ele…e com isso segue as fotos das rainhas..



Era realmente o dia do dono da massa hehehe, mas não desistimos, e até que enfim uma carpitcha de 18kg, veio pra me dar um pouco de alegria rs..


Eu estava lavando a mão, dessa carpa quando afundou a outra bóia, falei: -agora vai. Mas na hora que vi, olha o que veio atacando o XERIFE… Para quem não conhece o Xerife é o chuveirinho com apenas um anzol. O dia era realmente do Leo, e ele engatou mais duas cabeçudas na sequencia, era soltar uma e a outra boia afundava. Estava impossível o rapaz hehe.